quinta-feira, 2 de junho de 2011

Vasco sai na frente na decisão da CB, e Santos finalista da Libertadores

A quarta-feira da bola foi de muitas emoções para três torcidas do futebol brasileiro. Primeiramente, de Vasco e Coritiba, os times que disputam o título da Copa do Brasil, e também do Santos, que conseguiu a vaga para a grande final da Taça Libertadores da América.Começamos então falando de Copa do Brasil.

Em São Januário, Vasco x Coritiba se enfrentaram no jogo de ida das finais da competição. E o time da Colina saiu na frente em busca da taça. Mas o jogo não foi nada fácil. Na primeira etapa, o jogo foi bastante truncado, muitas disputas no meio-de-campo, passes errados aos montes e pouqíssimas chances de gol. Para ser mais preciso, uma para cada lado. A meia-cancha do Vasco não se encaixava, e os laterais não avaçavam com qualidade. Eder Luiz fazia muita falta, e as jogadas não fluiam. Já o Coritiba se precavia, mas tentava também chegar ao ataque. Porém, apresentava os mesmos problemas do adversário: pouca qualidade no passe, bolas rifadas e muitas dificuldades. O nervosismo parecia ter abatido ambas as equipes. Num jogo tão igual, não foi surpresa a primeira etapa terminar com o placar zerado.No segundo tempo, porém, mais "soltos" e "tranquilos", os jogadores começaram a mostrarem seu futebol. E foi o Vasco quem começou em cima. Empurrado pela torcida que lotou quase que por completo o "caldeirão", o cruzmaltino tentou impor uma certa pressão no começo. O time melhorou, mostrando menos nervosismo e mais organização. Bernardo, que estava muito parado no primeiro tempo, mostrou mais movimentação, encostando nos laterais e dando opções de jogada.

E numa destas jogadas saiu o único gol da partida. A jogada começou com Eduardo Costa, vindo de trás. Bernardo apareceu e tocou para Allan, que do lado direito cruzou para Alecssandro se antecipar a zaga coxa-branca e marcar de cabeça, explodiu São Janu. Depois do gol, porém, as coisas voltaram a complicar novamente para o time da Colina, que recuou e deixou o Coritiba gostar do jogo. Os visitantes foram avançando cada vez mais, impondo muitas dificuldades a marcação vascaína. Rafinha, Anderson Aquino e Bill eram os mais ativos no ataque alviverde, que obrigou Fernando Prass a trabalhar em algumas oportunidades. Tocando bem a bola, o Coxa chegava bem a frente. Com medo de tomar o gol, o Vasco voltou a rifar a bola, não excaixava contra-ataques e via o Coritiba se aproximar cada vez mais do gol. No final da partida, o Coxa impôs uma blitz no campo cruzmaltino, mas a bola não entrou. Vitória magra, mais bastante importante para o time cruzmaltino, que agora joga por empate no jogo de volta. O Coritiba, por sua vez, está numa situação totalmente reversível. Com 100% de aproveitamento dentro do Couto Pereira nesta Copa do Brasil, a equipe promete ir com tudo para cima dos cariocas, empurrados pela fanática torcida. Promessa de um jogão de bola na próxima quarta-feira, para testar mesmo o coração dos torcedores vascaínos e coxas-brancas.

Agora vamos fala de Taça Libertadores da América. O Santos foi até o Paraguai enfrentar o Cerro Porteño em busca de garantir a classificação para a finalíssima da competição. E voltou com ela na bagagem. Depois de vencer a primeira partida por 1 a 0, o peixe jogava com a vantagem do empate para obter a vaga. E fez exatamente isso. A primeira etapa mostrou a tamanha qualidade (e também sorte) da equipe do Santos. Logo aos dois minutos, Elano cobrou falta e Zé Eduardo desviou de cabeça para aumentar ainda mais a vantagem santista. E, como todo bom time também tem que contar com a sorte, o peixe soube se aproveitar deste fator. Em um chutão do zagueiro Edu Dracena, Neymar foi brigar com os zagueiro paraguaios, que acabaram se atrapalhando junto ao goleiro e empurrando a bola para as redes. Vantagem gigante para o alvinegro praiano, que, tranquilo na partida, acabou tomando o gol, numa cobrança de escanteio, que César Benítez testou com força para. Porém, já nos acréscimos, Neymar fez boa jogada e marcou o terceiro santista, carimbando de vez a vaga para a final.

Nesta altura do campeonato, o Cerro Porteño precisaria marcar mais quatro gols para ficar com a vaga. E não foi supresa quando o time paraguaio voltou com uma enorme pressão para a segunda etapa. Porém, o Santos aceitou demais as investidas dos donos da casa, rifando a bola, não conseguindo colocar a bola no chão e sofrendo um ataque atrás do outro. O gol era questão de tempo E foi mesmo. Aos 15 minutos, Lucero diminuiu o marcador. Muricy então mexeu na equipe, alterou as peças e reforçou a marcação. Mas a pressão continuou. Não conseguindo sair com a bola dominada, o Santos via seus ataques muito isolados para armarem contra-ataques, sufocando ainda mais a defesa. E assim a partida foi seguindo seu caminho, até os 36 minutos. Fabbro driblou dois marcadores e acertou um lindo chute no canto alto do goleiro Rafael. Um golaço. 3 a 3 e o Cerro precisando ainda de dois gols para chegar a final. Assim, o jogo ficou dramático para o time brasileiro, que conseguiu segurar o ímpeto paraguaio até o final, garantindo a vaga para a grande decisão da Libertadores. Mesmo no sufoco, o Santos mostrou sua qualidade e vem como tudo para abocanhar mais um título da maior competição das Américas.

6 comentários:

  1. Não assisti nenhum dos jogos, somente os gols... O Vasco conseguiu uma vitória mínima, mas muito importante... Será que sai da fila Gabriel? hehe
    E o Santos vai com tudo para final... Agora, que FRANGO do goleiro do Cerro!

    Abraço

    http://gremista-sangueazul.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Gabriel, td bem?
    Como eu moro em Santos, posso dizer que aqui só deu Libertadores, ninguém falou em ;Copa do Brasil... hehehe

    Vim agradecer a visita e a participação no blog, não deixa de comentar o post de aniversário para concorrer ao prêmio.


    Estamos pedindo como presente que nos ajude a divulgar, post em seu twitter a frase abaixo e peça pros seus amigos retwitarem:

    Quer ganhar um audiolivro especial Danilo Gentili – no aniversário do @apenasumponto dia 20/06? Dá RT: http://kingo.to/Dxq+

    Post de hoje no blog: Toda Trilha andada com fé
    Primeiro post no estilo do Apenas um Ponto.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. O Coritiba foi melhor, mas o Vasco conseguiu ir bem no ataque e o Fernando Prass teve papel importante.Na Libertadores, o Santos garantiu a vaga logo no início e o goleiro Barreto deu uma ajudinha kkk.

    Abraços

    http://www.conexaopaulista.com

    ResponderExcluir
  4. Acho que quarta que vem o Vasco perde mas leva o título!!! Mesmo o Curitiba jogando bem mais!

    ResponderExcluir
  5. BOLÃO DO BRASILEIRÃO - 3ª RODADA - VOCÊ TAMBÉM PODE APOSTAR!

    http://net-esportes.blogspot.com/2011/06/bolao-do-brasileirao-3-rodada.html

    ResponderExcluir
  6. Mesmo que otítulo não venha, já é o melhor trabalho de Ric Gomes coom treinador. Deu padrão de jogo e resgatou o orgulho de ser vascaíno ao time e à torcida.

    Saudações!!!

    ResponderExcluir

Sejam todos bem-vindos ao Futebol Na Veia. Aqui, todos são livres para expor suas opiniões, independentemente qual seja ela, desde que elas sejam feitas com coerência e passividade. Os comentários não são moderados, então pedimos o bom senso de todos. Fiquem a vontade para comentar. Muito obrigado e voltem sempre!