sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Mensagem de Natal e Ano Novo

Esta mensagem é destinada a todos os leitores, visitantes e amigos do Blog Futebol Na Veia.

Muito bem, amigos, então é Natal. O primeiro deste humilde blog, e espero que seja o primeiro de muitos. Tempo de reflexão, de pensar nas coisas boas e más que fizemos, e é claro de presentear quem a gente gosta e ama. Por meio desta mensagem que o Blog Futebol Na Veia deseja a todos os leitores, visitantes e amigos do blog um Feliz Natal. Que Jesus entre na casa e nos corações de cada pessoa, e que a alegria e felicidade possam ser as palavras de ordem.

E também desejo a todos um Feliz Ano Novo. Que 2011 venha repleto de realizações, alegrias e humildade. O ano de 2010 foi muito importante para o Futebol Na Veia. Primeiro ano no ar, começamos engatinhando, como mais um simples blog dentre milhares, querendo buscar seu espaço. Aos poucos, fui fazendo amigos e escrevendo ainda mais, adquirindo mais conhecimento e noção do "negócio". E, agora, estamos num patamar mais acima, mas ainda à muito a melhorar. Nunca devemos pensar que já aprendemos tudo. Somos, com certeza, Eternos Aprendizes.

Todo o reconhecimento que o blog já conseguiu adquirir se deve, sem dúvida, a colaboração de muitos amigos, e é claro dos nossos leitores. Sem eles, com certeza o Futebol Na Veia não seria nada. Quero registrar aqui meu agradecimento a todos que me ajudaram de alguma maneira a fazer deste humilde blog um grande aprendizado, uma paixão, digo até um vício para mim. Escrever sobre futebol é sempre um prazer, e já virou mania postar regularmente. E pensar que isto já está fazendo um ano. Passa voando.

E que 2011 seje muito bem-vindo. Que todos possam alcançar seus objetivos traçados, e é claro serem felizes em seus caminhos. Dito isto, deixo minhas últimas palavras, que não poderiam ser outras:

MUITO OBRIGADO!

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

A fase prévia e os grupos da Libertadores 2011

Com o fim de todos os campeonatos nacionais dos países da América do Sul, a Taça Libertadores de 2011 já conhece seus participantes. Contando a fase prévia e os grupos, são ao todo 38 equipes em busca do título mais cobiçado das Américas.

Primeiramente, a Pré-Libertadores, fase prévia da competição, acontecerá entre o período de janeiro e fevereiro, ao todo com seis confrontos, com os chaveamentos já definidos nos respectivos grupos. As partidas serão de ida e volta. Confira todos os jogos da fase de Pré-Libertadores:


JOGO 1 -
Corinthians (BRA) x Tolima (COL)
JOGO 2 - Jaguares (MEX) x Alianza Lima (PER)
JOGO 3 - Cerro Porteño (PAR) x Deportivo Petare (VEN)
JOGO 4 - Unión Española (CHI) x Bolivar (BOL)
JOGO 5 - Indepiendente (ARG) x Deportivo Quito (EQU)
JOGO 6 - Grêmio (BRA) x Liverpool (URU)

Os brasileiros Corinthians e Grêmio já tem as datas dos seus jogos definidos. Tanto o Timão quanto o Tricolor dos Pampas entram em campo no dia 26 de janeiro. O Corinthians fará a primeira partida no Estádio do Pacaembu, enquanto o Grêmio viajará até o Uruguai para o primeiro confronto. Os jogos da volta estão marcados para o dia 2 de fevereiro. Os paulistas decidiram sua vaga fora de casa, na Colômbia, e os gaúchos, por sua vez, farão a decisão no Olímpico.

Passada a fase prévia, entramos na fase de grupos. As chaves já estão definidas. Alguns clubes farão sua estreia na competição (como o Godoy Cruz, da Argentina), e clubes tradicionais (como Boca Junior e River Plate, por exemplo) ficaram de fora da disputa. Confira abaixo todos os oito grupos da Libertadores 2011:


GRUPO 1
Universidad San Martín (PER)
Libertad (PAR)
Once Caldas (COL)
San Luís (MEX)

GRUPO 2
Junior Barranquilla (COL)
Oriente Petrolero (BOL)
León de Huánuco (PER)
Vencedor JOGO 6

GRUPO 3
Argentinos Juniors (ARG)
Nacional (URU)
Fluminense (BRA)
América (MEX)

GRUPO 4
Caracas (VEN)
Universidad Católica (CHI)
Vélez Sarsfield (ARG)
Vencedor JOGO 4

GRUPO 5

Santos (BRA)
Colo Colo (CHI)
Deportivo Táchira (VEN)
Vencedor JOGO 3

GRUPO 6
Internacional (BRA)
Emelec (EQU)
Jorge Wilstermann (BOL)
Vencedor JOGO 2

GRUPO 7
Estudiantes (ARG)
Guaraní (PAR)
Cruzeiro (BRA)
Vencedor JOGO 1

GRUPO 8

LDU (EQU)
Peñarol (URU)
Godoy Cruz (ARG)
Vencedor JOGO 5

Os brasileiros já confirmados na competição (Internacional, Santos, Fluminense e Cruzeiro) pegaram grupos distintos. O Inter caiu no Grupo 6, chave teoricamente fácil, com equipes de pouca expressão. O Santos pegou um grupo equilibrado. O Colo Colo, com tradição na Libertadores, e uma provável classificação do Indepiendente na fase prévia podem dificultar o caminho dos meninos da Vila. Mas nada que impessa o peixe de passar de fase. O campeão brasileiro Fluminense caiu numa chave complicada. Nacional e América conhecem o "caminho das pedras" na competição. O tricolor precisa ficar com os olhos bem abertos para não vacilar. E o Cruzeiro também caiu num grupo complicado, juntamente com o atual campeão argentino, Estudiantes, e provavelmente terá a compahia do Corinthians. O Guaraní surge como zebra. Assim como o rival, o Grêmio, se passar pelo Liverpool, pegará um grupo tranquilo.

Algumas "babas", algumas complicações para os brasileiros. Esperamos que o Brasil repita o papel que fez neste ano, com o Internacional campeão, e que nossos clubes se reforcem bastante, para fazer bonito na edição do ano que vem da competição mais importante do continente. A fase de grupos da Libertadores 2011 terá início no dia 10 de fevereiro, e promete mais uma vez muita emoção e disputa pela taça mais cobiçada as Américas.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Dez anos da "Virada do Século"

Exatamente no dia de hoje completa-se dez anos de um jogo que entrou para a história do futebol brasileiro e até mundial. Dez anos da "Virada do Século".

Dia 20 de dezembro de 2000. Final da extinta Copa Mercosul. Palmeiras e Vasco disputavam o terceiro jogo da decisão. Na primeira partida, em São Januário, os cariocas venceram por 2 a 0. No jogo da volta, no Palestra Itália, vitória palmeirense por 1 a 0. Foi preciso um terceiro duelo para ver quem ficava com a taça. E este terceiro jogo entrou para a história.

Novamente no Palestra Itália, Palmeiras e Vasco entraram em campo para a definitiva decisão. Nervos a flor da pele. Tensão. Mas o que se viu foi um primeiro tempo completamente alviverde. Os paulistas dominavam o jogo, e o Vasco mal chegava ao ataque. Até que aos 36 minutos começou o show dos donos da casa. Júnior Baiano colocou a mão na bola numa cobrança de escanteio. Pênalti que o paraguaio Arce converteu. 1 a 0 verdão. Atordoado, o Vasco perdeu a bola na saída de jogo e o Palmeiras ampliou, com Magrão, de cabeça. E, aos 45 minutos, Tuta bateu no canto de Hélton e fez o terceiro. Muitos achavam que a partida e o título já estavam decididos. Menos os vascaínos.

A entrada de Viola na segunda etapa fez o Vasco ficar mais ofensivo. E o jogo se inverteu. Agora eram os cariocas que chegavam ao ataque. A histórica reação teve início aos 14 minutos. Juninho Paulista foi derrubado na área. Pênalti de Romário bateu com categoria e diminuiu o marcador. 3 a 1. Aos 23, novamente Juninho cai dentro da área. Outra penalidade que Romário converteu e colocou fogo na partida. Quando parecia que o Vasco iria para o empate, Júnior Baiano foi expulso, aos 32 minutos. Mas nem isso tirou a vontade e a raça dos vascaínos, que mesmo com um jogador a menos conseguiram o que poucos acreditavam ser possível. Aos 40 minutos, Juninho Paulista aproveitou sobra de bola e empatou a partida, levando a decisão para as penalidades máximas. Mas o Vasco queria resolver a parada logo no tempo normal. E conseguiu. Aos 48 minutos, Viola fez jogada pela esquerda, Juninho Paulista entrou na área e a bola sobrou para Romário. O baixinho não perdoou e virou o jogo, o título e a história daquela final. Palmeiras 3x4 Vasco. Inacreditável. Impressionante.

"O Vasco é o time da virada, o Vasco é o time do amor". O time da virada entrou para a história do futebol com a inesquecível "Virada do Século", que hoje completa dez anos.


FICHA TÉCNICA - PALMEIRAS 3x4 VASCO

Local: Palestra Itália (São Paulo)

Data: 20 de dezembro de 2000

Árbitro: Márcio Rezende de Freitas (MG)

Gols: Arce aos 36, Magrão aos 37 e Tuta aos 45 minutos do 1º tempo; Romário aos 14, 23 e aos 48; Juninho Paulista aos 40 minutos do 2º tempo.

Cartões amarelos: Flávio e Juninho (Palmeiras); Hélton, Odvan, Jorginho Paulista e Nasa (Vasco).

Cartão vermelho: Júnior Baiano aos 32 minutos do 2º tempo.

PALMEIRAS - Sérgio, Arce, Gilmar, Galeano e Tiago Silva; Fernando, Magrão, Taddei e Flávio; Juninho e Tuta (Basílio). Técnico: Marco Antônio.

VASCO - Hélton, Clébson, Odvan, Júnior Baiano e Jorginho Paulista; Jorginho (Paulo Miranda); Nasa (Viola), Juninho e Juninho Paulista; Euller (Mauro Galvão) e Romário. Técnico: Joel Santana.

Vale a pena relembrar. A reportagem do Globo Esporte da inesquecível "Virada do Século":

sábado, 18 de dezembro de 2010

Internazionale "doma" zebra Mazembe e é campeã mundial; Colorado fica com terceiro lugar

A Internazionale confirmou seu favoritismo neste sábado e se tornou campeã mundial de clubes. Os italianos bateram com facilidade o Mazembe, grande zebra desta competição, por 3 a 0 e conquistaram pela primeira vez o título mundial no novo formato do torneio da Fifa.

Pra quem esperava um jogo complicado para a Inter, depois de os africanos eliminarem o Internacional, viu um panorama completamente diferente. Com bastante tranquilidade e objetividade, os italianos logo abriram o placar, aos 13 minutos, com Pandev. Quatro minutos depois, Eto'o marcou o segundo, dando uma "domada" na zebra do Congo, que sentiu o golpe e não conseguia assustar Júlio César. Milito ainda perdeu duas oportunidades de ampliar ainda mais o marcador, mas esbarrou em Kidiaba. Na segunda etapa, a partida deu uma esfriada, e o tom de goleada da Inter diminuiu. Esbarrando na sólida e bem postada defesa italiana, os africanos não chegavam perto do gol, enquanto a Inter levava o jogo sob controle. E, para selar o título, aos 40 minutos, com o gol de Biabiany. Vitória tranquila e festa italiana em Abu Dhabi.

O título mundial coroou uma Internazionale que chegou meio desacreditada no Emirados Árabes, mas que com um futebol de toque de bola, não brilhante, mas bastante objetivo e eficiente, e com uma defesa bastante regular, conseguiu ganhar seus dois jogos com muita tranquilidade. Afastando as zebras que assombraram o xará brasileiro, a Inter conquistou o mundo.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

E, na disputa do terceiro lugar do Mundial, o Internacional não decepcionou sua torcida mais uma vez e venceu o Seongnam por 4 a 2. Jogando com mais "leveza", o colorado dominou toda a partida. Marcou o primeiro com Tinga, logo aos 15 minutos, e depois com Alecssandro. Na segunda etapa, D'Alessandro e mais uma vez Alecssandro apliaram. Cabia mais. Mas foi o Seongnam que marcou duas vezes no fim, ambas com o meia Molina. Despedida do goleiro Pato Abbondanzieri e também de Abu Dhabi. Despedida que nenhum colorado esperava, mas pelo menos a partida foi com uma vitória e com o terceiro lugar. O jogo deixou claro qual foi o problema dos gaúchos na partida contra o Mazembe: a falta de tranquilidade, nervosismo, pelo gol que não saía. O gol saiu cedo no jogo de hoje, e a partir daí o time fluiu muito bem e goleou. Agora não ainda remoer o passado. Resta ao Internacional planejar o futuro, para quem sabe voltar ao Mundial no ano que vem, e fazer bonito, não esbarrando em nenhuma zebra. Um ano novo próspero a todos os colorados.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Os confrontos das oitavas-de-final da Liga dos Campeões

A Uefa promoveu nesta sexta-feira o sorteio para os confrontos das oitavas-de-final da Liga dos Campeões. Oito jogos, gigantes europeus se enfrentando e alguns "reencontros".

A começar pela reedição da final da Champions da temporada passada. Internazionale e Bayern de Munique se enfrentaram logo na fase de oitavas. Outro duelo que se repetirá é o duelo entre Real Madrid e Lyon. Na temporada anterior, os franceses conseguiram eliminar os espanhois na mesma fase. Agora, com José Mourinho, a história irá se repetir? Outro confronto de gigantes será promivido entre Barcelona x Arsenal, duas equipes tradicionalíssimas.

Assim como estes confrontos já citados, as outras partidas também prometem ser emocionantes: Milan x Tottenham (duas equipes em grande fase), Valencia x Shalke 04 (confronto de duas equipes médias da Europa), além dos gigantes ingleses Chelsea a Manchester United, que enfrentarão Copenhague e Olympique de Marselha, respectivamente. O duelo entre Roma x Shaktar Donetsk fecha esta fase.

Confira todos os confrontos da fase de oitavas-de-final da Liga dos Campeões, que acontecerão entre fevereiro e março, às terças e quartas-feiras, com quatro datas (15, 16, 22 e 23/02; 8, 9, 15 e 16/03):

Roma (ITA) x Shakhtar Donetsk (UCR)
Milan (ITA) x Tottenham (ING)
Valencia (ESP) x Schalke 04 (ALE)
Internazionale (ITA) x Bayern de Munique (ALE)
Lyon (FRA) x Real Madrid (ESP)
Arsenal (ING) x Barcelona (ESP)
Olympique de Marselha (FRA) x Manchester United (ING)
Copenhague (DIN) x Chelsea (ING)

Com isto, a Liga dos Campeões só volta em fevereiro do ano que vem, no dia 15, com o início dos jogos dos oitavas. Um novo sorteio será feito no dia 18 de março, para então encaminhar o rumo das equipes classificadas até a grande final, que acontecerá no dia 28 de maio, no estádio de Wembley, em Londres. Até lá, muito espetáculo e muita bola ainda vai rolar na maior competição de clubes do planeta.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Mudança de opinião baseada na Coerência

A decisão da CBF em unificar os títulos brasileiros disputados entre os anos de 1959 e 1970 está dando o que falar. Muitos são a favor, alegando que grandes esquadrões e craques do nosso passado foram injustiçados. Por contrapartida, muitos são contra, justificando o andamento de como estas competições foram disputadas, e que o valor delas seria "suspeito".

À alguns dias este que vos fala postou neste humilde blog a opinião sobre este caso. Primeiramente, achava a decisão mais do que justa. Confira a postagem publicada, com as minhas próprias palavras:

"Pela minha visão, uma decisão justa. Muitos jogadores estupendos, que fizeram história no nosso país, foram de certa forma "injustiçados", por não haver um Campeonato Brasileiro propriamente dito nas décadas passadas. Exemplo mais claro disso é nosso o rei do futebol, Pelé, que ganhou quase tudo em sua carreira, e não podia dizer que ganhou um Brasileirão sequer". (...) "De uma certa forma, a justiça foi feita com craques e esquadrões inesquecíveis do nosso passado, que mereciam este reconhecimento".

Porém, no dia de ontem, soube a verdade sobre estas competições. Assistindo matérias sobre o caso e pesquisando um pouco, a minha concepção mudou. Por fatos simples e claros. A Taça Brasil se tratou de um torneio de mata-mata. Os campeões estaduais se classificavam para esta taça, e jogavam no máximo quatro ou cinco jogos cada um, e já se declarava o campeão "brasileiro". Uma competição com cinco partidas não pode e não deve em hipótese alguma ser comparada a um campeonato de 38 rodadas, como o Campeonato Brasileiro. A Taça Brasil nada mais foi do que uma Copa do Brasil das décadas passadas. Então, não podemos levar em conta que esta taça seja equivalida a um Brasileirão. O Torneiro Roberto Gomes Pedrosa, o popular Robertão (ou Taça de Prata), este sim, pode ser unificado valendo um Campeonato Brasileiro. Competição na qual reunia as principais forças do futebol brasileiro, com mais partidas e com uma duração maior. O Robertão possui justificativas para tal unificação.

Não tenho vergonha nenhuma em voltar atrás ou mudar de opinião. Não sabemos e nunca vamos saber tudo. Eu, que me considero um "estudante" do futebol, entre uma pesquisa ou outra posso ver que estou errado, e assumo meu erro quando isto acontece. Mas, sobre este caso, olhando e analisando melhor os fatos, a minha mudança de opinião está baseada na COERÊNCIA das fontes. Não podemos levar em consideração uma competição que teve cinco jogos ser gratificada como um Campeonato Brasileiro, no qual temos, nos moldes atuais, 38 partidas. Portanto, acho que a coerência dos fatos ficou bastante visível. Robertão SIM, Taça Brasil NÃO.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Internazionale vence Seongnam e está na final do Mundial de Clubes

A Internazionale não deu chances para mais uma zebra no Mundial de Clubes. Nesta quarta-feira, o time italiano venceu o Seongnam por 3 a 0, e está classificado para a final do Mundial. Ao contrário do xará brasileiro, a Inter não deu chances para os sul-coreanos e espantou a zebra.

Pressionado no cargo, o técnico da Inter Rafa Benítez já não podia contar com força máxima no seu time. E logo no primeiro minuto de jogo ganhou mais motivos para se preocupar. O craque Sneijder se contundiu e teve que ser substituído pelo brasileiro Thiago Motta. Mas nem foi preciso ter o holandês em campo para a Inter abrir o placar, aos três minutos. Stankovic foi avançado para ser o armador da equipe. E foi ele que marcou o primeiro gol, aproveitando sobra de bola. Soberanos em campo, os italianos não demoraram muito para ampliar o placar, numa tabelinha "hermana". Zanetti arrancou e tabelou com Milito, que devolveu de cancanhar para o lateral e capitão fazer o segundo da Inter no jogo. Somente depois desta segundo gol que o Seongnam chegou ao ataque, apostando nas bolas paradas, não obtendo sucesso.

No segundo tempo, o ritmo da partida caiu um pouco. Os coreanos, sem criatividade no meio-de-campo, e com seu principal articulador, o colombiano Molina, não estando bem, não conseguia assustar o gol de Júlio César, que pouco trabalhou. A Inter, bastante sólida em sua defesa, conduzia o jogo, e as vezes produzia alguma jogada. E numa destas jogadas, aos 28 minutos, Milito aproveitou rebote do goleiro no chute de Eto'o, definiu a parada, a classificação e afastou de vez a zebra: 3 a 0 e ponto final. Os italianos se mostraram muito eficientes, concluíram em gol as chances criadas e venceram com tranquilidade.

Agora a Internazionale enfrenta o Mazembe na final do Mundial, no sábado, enquanto o Seongnam encara o Internacional na disputa do terceiro lugar, também no sábado. Será a primeira final de Mundial de Clubes sem a presença de uma equipe sul-americana. Neste momento menos pressionada, a Inter tem tudo para levar o título para a Itália. Isto se nenhuma zebra africana resolver aprontar mais uma vez...

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Zebra africana acaba com sonho colorado

Nem o mais pessimista torcedor do Internacional poderia prever tamanho fiasco. O sonho do bicampeonato mundial do colorado teve início e fim nesta melancólica quarta-feira. Quem poderia imaginar que o Inter seria eliminado logo na estreia do Mundial de Clubes, diante do "todo poderoso" Mazembe, do Congo?

O fato é que o Internacional fez pouco e não mereceu se classificar para a final. A primeira vista, o colorado começou bem o primeiro tempo, pressionando o adversário africano, que no início ficou acuado em seu campo de defesa. Em menos de quinze minutos, os gaúchos já tinham feito cinco finalizações. Rafael Sóbis desperdiçou a melhor chance, parando nas maõs do goleiro Kidiaba. Aos poucos, o Mazembe saia de trás e começava a se organizar. Adiantava a marcação e não deixava o Inter jogar. O bom desempenho do início da primeira etapa desapareceu, e o colorado, aparentemente nervoso e ansioso, não criava e deixava os congoleses gostarem da partida. Mesmo com mais posse de bola, o time brasileiro não assustava mais. D'Alessandro errava e prendia muito as jogadas. Alecssandro, isolado, mal aparecia no jogo.

O técnico Celso Roth resolveu não mexer para a etapa final, prevendo que o nervosismo colorado passaria no segundo tempo. Coisa que não aconteceu. O Mazembe adiantou ainda mais sua marcação. O Inter seguia nervoso, e agora não criava mais. Os africanos chagavam mais perto do gol, e o jogo ficava perigoso. Até que aos sete minutos veio o baque. Kabangu acertou um belo chute, tirando do goleiro Renan, e abriu o placar, para o delírio da torcida africana e desespero brasileiro. Roth então entrou em ação. Sacou Alecssandro e Tinga e colocou Leandro Damião e Giuliano, dois garotos com muita estrela. Mas nem isto estava a favor do colorado na tarde em Abu Dhabi. Giualino e Rafael Sóbis pararam, incrivelmente, no goleiro Kidiaba. A sorte também não ajudava, e o Inter, muito ansioso, apelava para os chutões, consagrando a defesa do Mazembe, que antes dava espaços, mas que no segundo tempo se encaixou. Os craques colorados não apareciam. O desespero comçou a martelar. E, aos 40 minutos, o golpe de misericórdia foi dado, em um contra-ataque que Kaluyituka colocou no canto direito de Renan. 2 a 0. Mazembe na final, e Internacional eliminado.

Ficam-se as perguntas. Onde estava o Inter, que se preparou durante quatro meses focado única e exclusivamente no Mundial de Clubes? Como explicar o aparente nervosismo dos jogadores colorados? Onde estavam os craques na hora da decisão? O Internacional não encarou o Mazembe de forma "séria"?

Perguntas que teram respostas com o tempo, quando a ferida colorada, que hoje está aberta, estiver totalmente cicatrizada. Algumas conclusões já podem ser tiradas: O Inter jogou muito mal, não colocou a bola no chão (uma das suas principais características) e apelou para os chutões. Errou muitos passes e insistiu no chuveirinho, que acabou não dando certo. O Mazembe, uma equipe bastante organizada, era tecnicamente muito inferior ao Inter. Mas, com aplicação tática, vontade e malandragem, desbancou o favorito e surgi como uma grande zebra na final do Mundial. Como são chamados os africanos, o "Todo Poderoso" Mazembe agora espera seu adversário, e põe fim no sonho colorado de conquistar o mundo pela segunda vez.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

CBF irá unificar títulos brasileiros

Nesta segunda-feira a Confederação Brasileira de Futebol tomou a decisão definitiva e vai oficializar e unificar títulos brasileiros dos anos de 1959 até 1970. Entre este período, quando ainda não existia o Campeonato Brasileiro, as duas competições que envolviam clubes de todo o Brasil eram o Torneio Roberto Gomes Pedrosa, o popular Robertão, e a Taça Brasil.

A decisão da CBF unificará as competições, equivalendo ambos ao Campeonato Brasileiro. Com isto, a CBF atende a um velho pedido de clubes como Santos, Palmeiras, Fluminense, Cruzeiro, Botafogo e Bahia, que seram os beneficiados com a unificação.

A nova definição muda o quadro de campeões brasileiros e o número de títulos das equipes. Agora, o Santos e o Palmeiras possuem oito títulos nacionais cada, ou seja, são octacampeões e maiores vencedores do Brasileirão, deixando Flamengo e São Paulo para trás, com seis títulos cada. Fluminense, Cruzeiro, Botafogo e Bahia ganham um título brasileiro a mais. O tricolor carioca agora é tricampeão, enquanto a raposa, o alvinegro carioca e o tricolor baiano são bicampeões nacionais. Os baianos, por sua vez, pvai passar a ser considerado o primeiro campeão brasileiro, post oque pertencia ao Atlético-MG.

Pela minha visão, uma decisão justa. Muitos jogadores estupendos, que fizeram história no nosso país, foram de certa forma "injustiçados", por não haver um Campeonato Brasileiro propriamente dito nas décadas passadas. Exemplo mais claro disso é nosso o rei do futebol, Pelé, que ganhou quase tudo em sua carreira, e não podia dizer que ganhou um Brasileirão sequer. Agora, a coisa se inverteu, e Pelé pode ser considerado também o "rei do Campeonato Brasileiro", já que agora coloca seis taças nacionais em seu currículo. Juntamente com ele, Coutinho, o volante Lima e o meia Mengávio também possuem neste momento seis títulos brasileiros cada, tudo com o Santos da década de 60. De uma certa forma, a justiça foi feita com craques e esquadrões inesquecíveis do nosso passado, que mereciam este reconhecimento.

A oficialização está marcada para acontecer ainda neste mês, e a CBF promoverá uma cerimônia toda especial para a unificação dos títulos, onde o rei Pelé será a grande atração.

Abaixo veja os títulos que a CBF vai passar a contar como Campeonatos Brasileiros:

Taça Brasil

1959 – Bahia
1960 – Palmeiras
1961 – Santos
1962 – Santos
1963 – Santos
1964 – Santos
1965 – Santos
1966 – Cruzeiro
1967 – Palmeiras
1968 – Botafogo

Torneio Roberto Gomes Pedrosa (Robertão)

1967 – Palmeiras
1968 – Santos
1969 – Palmeiras
1970 – Fluminense

Como ficará a listagem de campeões nacionais com a nova medida:

Giro pelo Futebol Internacional

Faço agora um giro completo pelos campeonatos nacionais que estão rolando pelo mundo. Já que as atividades do futebol brasileiro já acabaram por este ano, resta ao torcedor brasileiro (além de acompanhar as contratações do seu time do coração) dar uma olhada nos campeonatos europeus e ver o que anda rolando nas competições mundo afora.

Começaremos na Espanha. O Campeonato Espanhol continua equilibrado na disputa pela liderança, com as duas maiores forças lutando ponto a ponto a ponta da tabela. Neste domingo, ambos venceram. O Real Madrid obteve sua terceira vitória seguida, depois da tremenda surra que levou do Barcelona, venceu o lanterna Zaragoza por 3 a 1 (gols de Özil, Cristiano Ronaldo e Di María) e permanece na vice-liderança, dois pontos atrás do rival Barcelona, que aplicou mais um 5 a 0 em sua conta de goleadas. A vítima da vez foi outro Real, o Sociedad (Villa, Iniesta, Bojan e Messi, duas vezes). Os catalães continuam na liderança do Espanhol, e assim como os merengues mostram uma certa superioridade entre as demais equipes. A briga pela Liga dos Campeões também está boa. Por enquanto, os postos são do Villareal e Espayol, terceiro e quarto colocados, respectivamente. O Barça continua mostrando seu futebol coletivo de qualidade incontestável, e o rival Real não deixa por menos.

No Calccio, o Milan continua em ótima fase. Venceu o Bologna por 3 a 0 (gols de Robinho, Ibrahimovic e Boateng) e já abriu seis pontos de vantagem sobre o segundo colocado, que fica a cargo da Juventus, que venceu o antes vice-líder Lazio por 2 a 1 e assumiu o posto. Na quarta posição vem o Napoli, que também venceu (1 a 0 contra o Genoa). Juve, Lazio e Napoli tem o mesmo número de pontos, e a briga promete ser boa. Quem tenta se aproximar é a Roma (que não pretende liberar o imperador Adriano para a volta ao Brasil), que com gol de Juan venceu o Bari pelo placar mínimo. A Internazionale aparece na sétima posição, mas com um jogo a menos, devido ao Mundial de Clubes. Sem precisar muito de Ronaldinho Gaúcho, o Milan vem bem, contando com a boa fase de Robinho, que finalmente parece ter se adapitado, e com os gols de Ibrahimovic.

Pelo Campeonato Inglês, a liderança continua nas maõs do Asenal, que nem jogou ainda nesta rodada. O time enfrenta o Manchester United nesta segunda-feira, no complemento da 17ª rodada. Os gunners podem agradecer mais um tropeço do Chelsea, que parece que não consegue mais vencer. Desta vez, os blues perderam uma chance de ouro ao empatarem com o Tottenham. Saíram atrás do marcador, mas empataram com Drogba. E o próprio marfinense desperdiçou, já nos acréscimos, penalidade que daria liderança, parando nas mãos do goleiro Gomes. Com isto, o Chelsea continua em quarto lugar, com 31 pontos. Mesmo número do United, e um atrás do Manchester City, que venceu o lanterna West Ham por 3 a 1, com dois gols de Yaya Touré. A Premier League promete uma briga bastante interessante pelo título e pelas vagas na Liga dos Campeões, já que cinco times já despontam como favoritos. Mas, por enquanto, nada de definições.

E, pela Bundesliga, o Campeonato Alemão, o Borussia Dortmund continua soberano na ponta da tabela. Com mais uma vitória, agora sobre o Werder Bremen, o time está onze pontos na frente do segundo colocado, Bayer Leverkusen, que derrotou o Hamburgo por 4 a 2 (com dois gols do ex-flamenguista Renato Augusto) e sonha com o título, além do Hannover, terceiro colocado, (que venceu o Stuttgart por 2 a 1) e do Maiz, na quarta posição (que foi derrotado pelo Shalke 04 por 1 a 0 e caiu na tabela). A sensação Freiburg e o atual campeão Bayern de Munique vem logo em seguida. Destaque também para o Shalke, que vem bem na Liga dos Campões e segue emplacando uma boa sequência de vitórias no Alemão e subindo na classificação.

Se nos principais campeonatos europeus as definições ainda estão longe de serem definidas, na Argentina o campeão já foi conhecido neste final de semana. Mas especificamente ontem. O Estudiantes venceu o Arsenal por 2 a 0 e garantiu o título do torneio Apertura. Quem também estava na briga era o Vélez Sarsfield, que mesmo vencendo o Racing, não conseguiu a taça. O time de Verón se consolida como principal força do momento no futebol argentino, desbancando seus rivais tradicionais, Boca Juniors e River Plate, que passaram longe do título e ficarão fora da Libertadores do ano que vem. Falando em Libertadores, o Estudiantes caiu em um grupo complicado, com Guaraní (Paraguai) e com dois brasileiros, Cruzeiro e Corinthians (isto se o Timão passar da fase eliminatória). A chave promete ser muito equilibrada. Irretocável em casa, o Estudiantes arremata o quinto título argentino de sua história.

sábado, 11 de dezembro de 2010

Vai pintar zebra no Mundial de Clubes?

Com o término das competições nacionais desta ano, resta ao torcedor brasileiro acompanhar os campeonatos pelo mundo afora. E a única competição que ainda terá a participação de um clube brasileiro é o Mundial de Clubes, que está sendo disputado nos Emirados Árabes.

E será que nesta edição teremos uma surpresa, uma zebra pintando nas cabeças? Já tivemos resultados que podem ser considerados no mínimo improváveis. A começar pelo adversário do Internacional, nosso representante, que irá enfrentar o Mazembe, do Congo. Os africanos venceram de forma surpreendente o Pachuca, campeão da Liga dos Campeões da Concacaf, por 1 a 0, na sexta-feira. Os congoleses, muito pouco conhecidos, conseguiram o triunfo superando o favoritismo e o péssimo futebol dos mexicanos. Agora, os campeões africanos terão que enfrentar uma parada bem mais difícil. O Internacional, nesta terça-feira, às 14h. Será que pinta uma "zebrinha" por aí?

Outro time que conseguiu a classificação para as semifinais, mas para enfrentar a toda poderosa Internazionale, foi o Seongnam, da Coreia do Sul. Os campões da Copa da Ásia golearam os donos da casa, o Al Wadha, time dos brasileiros Magrão, Hugo e Fernando Baiano, por 4 a 1. O meia colombiano Molina, ex-Santos, foi o destaque da partida, marcando um gol e dando duas assistências. Fernando Baiano marcou o gol da equipe árabe. Os sul-coreanos agora terão pela frente os italianos da Inter, atual campeã europeia, com todas as suas estrelas.

As semifinais já tem data e hora marcadas. Na terça-feira, Internacional x Mazembe se enfrentam. O colorado é o grande favorito para este confronto, por todo seu elenco qualificado, que já provou sua qualidade, e por toda a preparação que fez. Os gaúchos não devem ter dificuldades em bater os africanos, que entram como franco atiradores. E, na quarta-feira, é a vez de Internazionale x Seongnam entrarem em campo. Os europeus estão em meio a uma crise, não vem jogando bem no Campeonato Italiano e na Liga dos Campeões e ainda não convenceu seu torcedor nesta temporada. O Mundial de Clubes é uma grande oportunidade de a equipe se redimir com sua torcida e voltar a mostrar um bom futebol. Craques não faltam. Quem vai tentar tirar proveito da situação são os asiáticos, que assim como os congoleses do Mazembe, entram como surpresas. A lógica deve continuar, com europeus e sul-americanos chegando a final, por toda a estrutura e equipe que possuem. Mas vai que aquele simpático animal, a senhora zebra, resolve dar as caras em Abu Dhabi...

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Selos de Qualidade

É com grande orgulho que anuncio que o Blog Futebol Na Veia foi indicado para receber três selos de qualidade. Estes são:






Quero deixar aqui os meus agradecimentos ao amigo Luciano Mayeda, do Blog De Olho no Lance, que me indicou para receber tais bonificações. Para alguns, estes selos podem não ser considerados grande coisa, mas para mim é uma forma muito legal de recohecimento do trabalho, que com a ajuda de todos vem sendo gratificado. Muito obrigado a todos os leitores, visitantes e seguidores do Blog, que segue seu caminho, prestes a completar seu primeiro ano de vida.

Vamos as regras para receber os selos:

1- Primeiro: precisa ser indicado por alguém que recebeu;
2- Segundo: Quem recebeu precisa indicar de 5 a 15 blogs que não possui tais selos;
3- Terceiro: Publicar os selos em um post e avisar aos indicados;
4- Quarto (apenas para o selo de qualidade): contar 10 coisas sobre você.

Então, vamos fazer valer as regras:

10 coisas sobre mim:

1- Amo minha Família;
2- Viciado em assistir e jogar futebol;
3- Estudante da 2ª série do Ensino Médio, no ano que vem faço minha formatura;
4- Gosto de comer massas;
5- Adoro sair com os amigos;
6- Leitor assíduo da Revista Placar;
7- Odeia acordar cedo;
8- Viciado também no BlogSpot (todos nós ficamos, eu acho...);
9- Torcedor fanático do Vasco;
10- Vivo minha vida sempre com um sorriso no rosto.

Minhas indicações para os selos são:

Gol de Placa FC (http://golplacafc.blogspot.com/)
Blog do Corinthians (http://www.blogdocorinthians.com/)
Maníacos do Futebol (http://maniacosdofutebol.blogspot.com/)
Conexão Paulista (http://saopauloblognews.blogspot.com/)
Blog do Manuel (http://manueloliveira2000.blogspot.com/)
Fluminense Eterno (http://fluzaoeterno.blogspot.com/)
A visão administrativa do esporte canarinho (http://admsports.blogspot.com/)

===============================================================

Outro selo que o Blog Futebol Na Veia acaba de ser indicado é o SELO DA PAZ. Agradeço ao amigo Denílton, do Blog Papo de Bola pela bonificação. Muito obrigado mesmo.


Este selo também tem suas regras básicas. A resposta para três perguntas e a indicação para mais cinco blogs para receber o selo.

Vamos as pergunts:

1)O que é a paz para você?
É liberdade, de você fazer o que quiser sem restrições. Viver em harmonia com o mundo e com as pessoas que vivem nele.

2)O que faria para mudar a situação no Rio de Janeiro?
Investimentos principalmente na educação dos jovens, para que tenham uma boa cabeça e sigam um bom caminho. Saúde e infraestrutura também são necessários.

3)Doe uma palavra aos cariocas!
Esperança. Esta é a palavra do momento para todos os cariocas.

Minhas indicações são:

Por Fora do Gramado (http://porforadogramado.blogspot.com/)
Esporte Total (http://esportetotalbh.blogspot.com/)
TORCEDORES DO VASCÃO (http://torcidacrvg.blogspot.com/)
Vascão Amor Eterno (http://vascaoamoreterno.blogspot.com/)
Opinião do Carvalho (http://opiniaodocarvalho.blogspot.com/)

Divulguem esta corrente, que não pode parar por aqui!

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Definidos os classificados para as oitavas da Liga dos Campeões

Nesta quarta-feira tivemos o complemento da última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa. Com o fim desta fase, já são conhecidos os 16 classificados para as oitavas-de-final da competição.

Começaremos com o Grupo E, que já conhecia um classificado, o Bayern de Munique, que já tinha garantido o primeiro lugar, venceu sem muitas dificuldades o Basel, na Alemanha, por 3 a 0, e fechou a fase de classificação com cinco vitórias em seis jogos. A segunda vaga ficou com a Roma, que confirmou sua passagem para as oitavas empatando com o Cluj por 1 a 1, fora de casa. No Grupo F, o já classificado Chelsea se deu o luxo de perder para o também já classificado Olympique de Marselha por 1 a 0, e ainda assim ficar com a primeira colocação na chave. Porém, os blues perderam a chance de acabarem a fase com 10% de aproveitamento. O atacante brasileiro Brandão marcou para os franceses e garantiu o triunfo. No jogo dos eliminados, a torcida do Spartak Moscou criou uma imensa confusão que interrompeu o jogo contra o Zilina, na Eslováquia, protestando pelos acontecimentos atuais na Rússia. O placar foi de 2 a 1 para os russos, com gols dos meias brasileiros Ibson e Alex, que garantiu o Spartak na Liga Europa.

Pelo Grupo G, Real Madrid e Milan, já classificados, entraram em campo dentro de seus domínios. Os espanhóis fecharam a fase com uma goleada por 4 a 0 sobre o Auxerre. O fracês Benzema marcou três vezes, e Cristiano Ronaldo fechou a conta, garantindo a invencibilidade dos merengues na competição. Já o Milan, com Ronaldinho Gaúcho e Robinho como titulares, fez uma péssima partida e acabou sendo derrotado pelo Ajax. De Zeeuw e Alderweireld marcaram nos 2 a 0, que confirmaram os holandeses na terceira colocação do grupo e a vaga para a Liga Europa. O rossonero italiano acabou em segundo lugar na chave. E no Grupo H, Shaktar Donetsk e Arsenal se garantiram nas oitavas. Os ucranianos, em casa, bateram o Sporting Braga por 2 a 0, com um gol do atacante brasileiro Luís Adriano, ex-Inter, e acabaram em primeiro lugar. Já os gunners venceram o Partizan, na Inglaterra, por 3 a 1, com gols de Van Persie, Walcott e Narsi, e se classificaram na segunda colocação da chave.

Veja abaixo os 16 classificados para a fase de oitavas-de-final da Liga dos Campeões, na primeira e segunda colocações, respectivamente:

GRUPO A - Tottenham e Internazionale
GRUPO B - Shalke 04 e Lyon
GRUPO C - Manchester United e Valencia
GRUPO D - Barcelona e Copenhague
GRUPO E - Bayern de Munique e Roma
GRUPO F - Chelsea e Olympique de Marselha
GRUPO G - Real Madrid e Milan
GRUPO H - Shaktar Donetsk e Arsenal

Com a definição dos classificados, a Liga terá uma longa pausa, só voltando em fevereiro do ano que vem, para o sorteio dos confrontos das oitavas. Analisando os grupos, em geral, a lógica prevaleceu, os favoritos passaram de fase e já teremos ótimos confrontos nesta próxima fase. Em 2011 volta a Champions League, com toda sua qualidade e emoção.

Renovações, Saídas e Especulações na Colina

Post feito e publicado por mim no Blog Futebol Rio-SP:

Com o fim das atividades vascaínas dentro de campo em 2010, quem entra em ação agora são os dirigentes e a diretoria do clube. O planejamento para 2011 já começou.

Primeiramente, antes de falar das várias especulações sobre reforços, uma notícia digamos interna na Colina. O clube rescidiu o contrato com a Habib's, empresa que estava as mangas da camisa vascaína. Considerada como uma "herança maldita" da gestão anterior, o patrocínio, que ainda teria mais dois anos de duração, foi rescindido pela simples razão dos valores pagos pela empresa ao Vasco. O contrato obrigava a empresa pagar 350 mil reais anuais ao clube, valor considerado muito baixo para os padrões brasileiros. No entanto, o próprio Vasco terá que desembolsar cerca de 2 milhões de reais para o pagamento da multa recisória do contrato, e enfim a recisão sairá. Depois de muitas brigas, mais um fantasma da gestão de Eurico Miranda que ainda permanecia em São Januário terá fim, e o clube já pode procurar outro patrocinador para as mangas de sua camisa para a temporada que vem, bem como para a barra da camiseta e para o calção, tudo para gerar uma receita maior para o time. A diretoria espera anunciar os novos parceiros ainda este ano.

Dito isto, falaremos dos jogadores. Boatos de chegada e saída de atletas, como é comum nesta época do ano, também rondam a Colina Histórica. Começaremos então com os emprestados. Alguns jogadores voltam de empréstimos, como no caso do atacante Rodrigo Pimpão (Paraná Clube), dos laterais Márcio Careca (Guarani) e Élder Granja (Sport) e do meia Jeferson (Avaí). Outros atletas emprestados pelo clube nesta temporada ainda negociam, exemplo dos meias Léo Gago e Enrico, ambos campeões da Série B este ano pelo Coritiba.

As saídas de alguns jogadores também devem acontecer. Atletas com o vínculo encerrado na Colina, casos de Ernani, Nunes Fumagalli, Titi e Rafael Carioca (este voltando para a Rússia) estão saindo, negociando com outros clubes. Dos jogadores que ainda tem contrato, o atacante Rafael Coelho e o zagueiro Gian não interessam ao clube e também devem ser liberados. Uma faxina quase que geral na equipe, que pode e deve acontecer. A busca é por renovação. Coisa que está perto de acontecer com o goleiro Tiago, que atuou em apenas uma partida oficial este ano. Apesar disto, o arqueiro deve continuar na Colina. Tiago é muito bom goleiro e seu senso profissional pesa na decisão.

Agora falaremos das diversas especulações. Começamos com o atacante Éder Luis, uma das contratações da metade da temporada que deram certo na equipe vascaína no Brasileirão. Emprestado pelo Benfica, o jogador é cobiçado por várias equipes de fora do país e deve deixar o Vasco em maio de 2011, quando acaba seu período de empréstimo. Já temendo a saída de seu melhor atacante, a diretoria tenta se mexer para trazer reforços de peso para o ataque. O objetivo é a contratação de dois homens de frente para a temporada que vem. O clube sonha em trazer Nilmar (Villarreal) ou Grafite (Wolfsburg), mas ambos tem contratos longos e salários altos na Europa. Na realidade, o clube está perto de trazer Jael, do Bahia. Outro nome que interessa ao clube é Marcel, do Santos.

Mas não é só no ataque que o Vasco busca reforços. Na defesa já existem nomes em pauta. A diretoria já negocia com o zagueiro Anderson Martins, destaque do Vitória neste ano. Mesmo com a queda do clube baiano a segunda divisão, a negociação promete ser difícil, pois o rubro-negro não pensa em liberá-lo. Outra opção vem do Chile. O uruguaio Maurício Victorino, do Universidad de Chile, agrada os dirigentes, que contudo não iniciaram as conversas.

Rodrigo Caetano, diretor executivo de futebol do clube, já definiu as prioridades: a contratação de um zagueiro pela esquerda, um volante e dois atacantes. Mais uma especulação é a vinda do volante Anderson, do Manchester United. Mesmo com todas as dificuldades financeiras vividas pela equipe, o Vasco tenta montar uma time forte para o ano que vem, e já começa a trabalhar. Um sonho que um jogador de alto nível é levado a sério em São Januário. Nomes e boatos existem aos milhões. Vamos esperar os próximos capítulos desta história, focando uma temporada mais consistente e com mais alegrias ao torcedor vascaíno em 2011.

===============================================================

Quero convidar todos os meus amigos, visitantes e seguidores para também acompanharem o Blog Futebol Rio-SP, blog recém-criado, no qual eu faço parte, juntamente com um grupo de vários blogueiros (ao todo dez: Luis Bruno, Kaique Pedaes, Profº Willian Cardoso, Jhennifer Fraga, Cleber Soares, Renato Soliani, Carlos Danziato Junior, Saulo e Rafael Sobieski, além de mim), onde cada um comenta sobre uma equipe do eixo Rio-São Paulo (como eu, o Vasco). Projetado pelo amigo Carlos Danziato Júnior, do Blog Maníacos do Futebol, o objetivo é audacioso. Assim, juntos, esperamos obter sucesso, que só virá com a colaboração dos leitores.

Então, já está dado o recado. Visitem o mais novo portal do futebol paulista-carioca, o Blog Futebol Rio-SP: http://futebolrio-sp.blogspot.com/

domingo, 5 de dezembro de 2010

"Vence o Fluminense, com o verde da esperança, pois quem espera sempre alcança!"

Neste domingo a torcida tricolor pode finalmente soltar o grito da garganta. Depois de uma longa espera de 26 anos, o Fluminense pode soltar o grito de campeão do Campeonato Brasileiro outra vez. Com a vitória sobre o Guarani por 1 a 0, o time carioca se consagra bi (ou tri) campeão brasileiro, coroando uma estupenda campanha na competição nacional.

O título veio de forma dramática. Em torno de um Engenhão completamente tomado de tricolores apaixonados, prontos para soltarem o grito que estava intalado na garganta. Porém, os torcedores tiveram que ter muita paciência e sofrerem na primeira etapa, com um Fluminense nervoso e errando muito, quase não levando perigo ao gol do Guarani, que já estava rebaixado e era uma mero integrante da "festa" tricolor. Mas o bugre jogou com vontade, correu e não deixou os cariocas tranquilos. Somente no segundo tempo a consagração e o alívio vieram. Mesmo não jogando bem, o Fluzão marcou o gol supremo com Emerson, que voltara de contusão pouco tempo atrás, que garantiu a taça. A vitória veio suada e dramática, como tinha que ser. Fim de jogo, Fluminense campeão brasileiro de 2010.

Uma conquista mais do que merecida para o time das Laranjeiras, que investiu alto para ter este tão esperado e desejado retorno. Contando com um parceiro muito forte (a Unimed), o Flu conseguiu trazer reforços de peso, que se juntaram com os demais jogadores, e formaram assim uma equipe de grande qualidade técnica. A cereja do bolo só poderia ser um treinador multi-campeão, que já conhecesse o "caminho das pedras". E o nome certo era Muricy Ramalho, tricampeão brasileiro seguido com o São Paulo e maior vencedor da era dos pontos corridos. A combinação não tinha como não dar certo. O campeonato começou, vieram as vitórias, e a equipe sempre no grupo da frente da tabela. Com uma boa regularidade, veio a liderança. E o tricolor gostou da posição. Das 38 rodadas, 24 tiveram o Fluminense como líder. Mesmo não tendo o Maracanã em boa parte da competição, o Flu fez do Engenhão a sua casa, e acumulou bons resultados, que levaram o tricolor a se consolidar na liderança e, efim, depois de 26 anos, se consagrar como campeão brasileiro mais uma vez. Com certeza com todos os méritos.

Isto se deve a todo um trabalho. Da diretoria, que foi competente em trazer bons reforços e acertar no nome do treinador. Do próprio técnico, Muricy, que disse não a CBF depois de receber uma proposta para assumir a Seleção Brasileira e não deixou o torcedor tricolor na mão, continuando todo um trabalho desde o início da competição, dando suporte aos jogadores para levá-los ao título. E, é claro, a todos os atletas que se destacaram, suaram e lutaram muito dentro de campo, superando as dificuldades e fazendo a torcida fluminense muito feliz. Não é a toa que o time é chamado de "Time de Guerreiros". Destaque para Conca, o argentino que jogou todas as 38 partidas e foi o craque do Brasileirão. Para o lateral Mariano, que estourou este ano e até foi convocado por Mano Menezes. Para Gum e Leandro Eusébio, que formaram uma ótima dupla de zaga, a menos vazada do campeonato. Enfim, estes são apenas alguns destaques de uma equipe toda, que se mostrou muito unida do início ao fim da competição nacional, onde foram juntadas estrelas e promessas da base. E esta união deu certo. A torcida tricolor que o diga.

Da briga incesante contra o rebaixamento no campeonato passado até o título deste ano. Ambas as batalhas foram vencidas. O Time de Guerreiros tricolores provou que a espera pode ser demorada, dolorida, mais vitoriosa. Como diz o título da postagem, trecho do hino tricolor: "Vence o Fluminense, com o verde da esperança, pois quem espera sempre alcança!" E o Fluzão alcançou a glória. Parabéns ao Fluminense, Campeão Brasileiro de 2010!

sábado, 4 de dezembro de 2010

Palpitando - 38ª rodada

Vamos a última rodada de palpites para as últimas partidas do Campeonato Brasileiro 2010. Na última rodada, obtive um aproveitamento de 70% de acerto nos resultados (sendo três em cheio). A exemplo da 36ª rodada, obtive meu melhor aproveitamento até aqui.

Sempre palpitei com a maior imparcialidade possível, como sempre fiz aqui no blog. Quero agradecer a todos que palpitaram junto comigo em todas estas rodadas de campeonato nacional. Mesmo que as vezes os acertos fossem escassos, não desistimos em nenhuma rodada. Esta é uma forma sadia de se brincar de "prever o futuro" das partidas, mexendo com o torcedor e havendo uma interatividade com o leitor, com cada um emitindo sua livre opinião.

E a última rodada do Brasileirão não poderia ficar de fora de meus pitacos. Três equipes ainda disputando o título, com partidas importatíssimas. Dois times lutando pela última vaga para a Libertadores da América do ano que vem. Outros querendo se garantir na Copa Sul-Americana. E mais duas equipes brigando contra o descenso. É isto que nos espera neste domingo de decisões num dos Brasileiros mais disputados dos últimos anos. Mesmo com todos os boatos de entregas e malas, quem quer que seje campeão será com justiça, fruto de um trabalho árduo, e não por conta de nenhuma armação ou combinação de resultados. O nosso Brasileirão tem que ser lembrado pelas coisas boas, pelos craques, pelas diversas disputas e pela competitividade de todas as equipes, e não por atos isolados. Dito isto, só podemos dizer que o campeonato deste ano deixará saudades, que desejamos muito boa sorte para todos os times neste último ato de espetáculo do Campeonato Brasileiro 2010 e, é claro, que vença o melhor.

Como não poderia faltar, meus palpites para a 38ª e última rodada do Brasileirão 2010:

Domingo, 17h, São Januário - Vasco 2x1 Ceará
Domingo, 17h, Arena do Jacaré - Cruzeiro 3x1 Palmeiras
Domingo, 17h, Morumbi - São Paulo 1x1 Atlético-MG
Domingo, 17h, Olímpico - Grêmio 3x2 Botafogo
Domingo, 17h, Serra Dourada - Goiás 0x2 Corinthians
Domingo, 17h, Arena da Baixada - Atlético-PR 2x1 Avaí
Domingo, 17h, Barradão - Vitória 1x0 Atlético-GO
Domingo, 17h, Engenhão - Fluminense 2x0 Guarani
Domingo, 17h, Vila Belmiro - Santos 2x1 Flamengo

Rodada final do campeonato e muitas decisões. Então, palpitem nos comentários!

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Blogueiro Show

É com muito orgulho e muita honra que anuncio que o Blog Futebol Na Veia foi indicado ao Prêmio Blogueiro Show. Quero agradecer ao amigo Cláudio Henrique, do Blog Fanáticos Por Futebol, que indicou este humilde blog, que está prestes a fazer um ano de vida, a receber mais um selo de gratificação. É sempre muito bom ter o trabalho (que já virou um grande hobby meu) sendo reconhecido. Agradeço a todos os leitores, seguidores e visitantes do Blog, que segue seu caminho, sempre tentando agradar ao máximo seu leitor, apaixonado por futebol, como este que aqui vos fala. Isto só me dá mais satisfação e orgulho de continuar escrevendo. Muito obrigado mesmo.

Bom, vamos a regra do selo. Indicarei mais cinco blogs que receberam o prêmio. Se pudesse, indicaria todos os meus parceiros. Mas como só posso indicar cinco, abaixo estão os nomes dos indicados:

Blog do Manuel - http://manueloliveira2000.blogspot.com/

TORCEDORES DO VASCÃO - http://torcidacrvg.blogspot.com/

FuteB.R.O.N.C.A! - http://futebronca.blogspot.com/

Vascão 100% Eternos Vascaínos - http://vascao100ev.blogspot.com/

Vascão Amor Eterno - http://vascaoamoreterno.blogspot.com/

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

O último ato do espetáculo Brasileirão 2010

Neste domingo o nosso tão querido Campeonato Brasileiro terá seu término. Um campeonato onde o equilíbrio, as polêmicas e as especulações se destacaram. Além, é claro, da grande disputa por título, Libertadores e contra o rebaixamento, que ainda estão indefinidos.

Como já é de praxe, o Brasileirão deste ano mexeu bastante com o coração do torcedor apaixonado, com as diversas disputas, ponto a ponto, casa um com seus respectivos objetivos. Tivemos, na ponta da tabela, a soberania de Fluminense, Coritnhians e Cruzeiro, que ainda disputam o título. O tricolor carioca, sob o comando de Muricy Ramalho, quase sempre rodou as primeiras colocações, com um elenco de qualidade e um alto investimento. E agora, espera ter o retorno neste domingo com o título. O Corinthians pode ser considerado o time mais regular deste Brasileirão, já que o timão sempre ficou entre os três primeiros lugares. Começou com o comando de Mano Menezes, que depois assumiu a seleção brasileira e deixou o cargo para Adílson Batista, que não conseguiu continuar o bom trabalho. Então, a diretoria trouxe Tite como última cartada para conquistar a taça. Assim como o Flu, o alvinegro investiu pesado, e no ano do centenário corinthiano a torcida espera o título brasileiro. E o Cruzeiro, que sempre chega entre os primeiros colocados, se recuperou depois da Libertadores e, mesmo trocando de treinador (Adílson Batista por Cuca) manteve a média de bons resultados e busca chegar ao seu segundo título brasileiro na era dos pontos corridos.

Na briga pela Libertadores, temos dois times que superaram as espectativas. O Botafogo, campeão carioca no primeiro semestre, manteve a base da equipe, e mesmo com um bom elenco, não era apontado como favorito. Sob o comando de Joel Santana, o alvinegro conseguiu manter uma boa média de resultados e até brigou pelo título, mas vacilou em algumas rodadas e agora tenta confirmar a vaga para a Libertadores do ano que vem. E o Grêmio, que no primeiro turno estava na rabeira do rebaixamento, e que com a chegada de Renato Gaúcho deu uma arrancada espetacular no segundo turno e briga por vaga na competição continental, com um time muito qualificado. O Atlético-PR até a rodada anterior também estava nesta briga, mas vacilou e não em mais chances. Mesmo assim, foi outro time que se superou.

Nos casos de Santos e Internacional, que até tentaram beliscar o título, o Brasileirão serviu como um teste de luxo. Com os objetivos traçados (ambos já tem vaga garantida na Libertadores), santistas e colorados jogaram, mas não conseguiram ir muito longe. Tivemos também as equipes que até tentaram almejar alguma coisa a mais, mas ficaram mesmo mais para o meio da tabela e tiveram que se contentar com a vaga na Copa Sul-Americana. Casos de São Paulo, Palmeiras, Ceará e Vasco, que tropeçaram demais, e por isso não ficaram nem tão perto do G-4 nem do Z-4. O Palmeiras priorizou a disputa da Sul-Americana, mas acabou eliminado, e o São Paulo, depois de sete anos seguidos disputando a Libertadores, em 2011 ficará de fora da competição. No caso do Vasco, ainda falta o clube da colina confirmar sua vaga para a Sul-Americana do ano que vem. Estes clubes teram que se reformular para o ano que vem fazer mais bonito no Brasileirão.

E na turma de baixo da tabela, sofrimento, reviravoltas e alívio. Mais uma vez, grandes do nosso futebol lutaram contra o descenso. Desta vez foram Atlético-MG e Flamengo. O galo mineiro desde o início da competição foi bastante irregular, acumulando muitos resultados ruins, e por boa parte da competição ficou no Z-4. A troca de comando da equipe fez os mineiros reagirem. Luxemburgo deu lugar a Dorival Júnior, que comandou a equipe para a escapada contra o rebaixamento. Juntamente com as estrelas do time, Diego Tardelli, Diego Souza e Obina, Dorival conseguiu livrar o galo da Séria B com uma sequência muito boa de resultados positivos. Assim como o Atlético, o Flamengo foi sempre muito irregular, e nas últimas rodadas derrapou. Luxemburgo foi contratado para tentar levar os cariocas mais adiante, mas as coisas só pioraram. Com algumas poucas vitórias, o mengo escapou do descenso, mas deve abrir o olho para o ano que vem. Outro que se livrou do Z-4 foi o Avaí, que sempre rodou as últimas colocações, mas com a chegada de Vágner Benazzi conseguiu se manter. Para estes clubes, o trabalho começa já para que no ano que vem o sufoco não se repita.

Mas para alguns não teve jeito. A Série B espera Grêmio Prudente, Goiás e Guarani no ano que vem. Estas três equipes tiveram um aproveitamento muito baixo de pontos, nunca conseguiram sair da incômoda situação das últimas colocações e acabaram sendo rebiaxadas. No Brasilierão dos últimos anos o "efeito iô-iô" virou nromalidade. Este no, Prudente e Guarani sentiram na pele este efeito, de voltarem para a segunda divisão um ano depois de terem conseguido o acesso. E para Vitória e Atlético-GO a briga continua. Ambos se enfrentam no domingo. Quem perder cai. Empate favorece aos goianos, que não querem entrar no "efeito iô-iô". Disputa acirradísssima.

Bem, como já vimos, as disputas foram bastante intensas e interessantes. Assim como elas, tivemos craques que se destacaram, artilheiros, polêmicas e arbitragens confusas. A discussão dos pontos corridos ou dos mata-matas voltou a tona, junto com as diversas especulações de "malas". Com todos estes ingredientes, o Brasileirão de 2010deixará saudades, pois isto é que faz o futebol ficar gostoso (mesmo que alguns episódios também fiquem muito chatos...). E este Campeonato Brasileiro teve todo os aperitivos de uma grande competição. O campeonato mais disputado do mundo está chegando ao fim. E é neste domingo que o ato final será apresentado, para todos os torcedores, que terão que aguentar quase um mês de abstinência ao futebol brasileiro, que deixará saudades. Então, que abram-se as cortinas para para o último ato de espetáculo do Brasileirão 2010!

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Em busca da vaga olímpica

Nesta terça-feira o técnico da seleção brasileira sub-20 Ney Franco divulgou uma pré-lista de convocados para o Sul-Americano da categoria, que terá início em janeiro do ano que vem, e será disputado no Peru. Através do site oficial da CBF, Ney divulgou os nomes.

Entre eles, se destacam dois jogadores em especial. O meia Phillipe Coutinho, ex-Vasco e hoje na Internazionale, que não disputará o Mundial de Cluber pela equipe italiana devido a uma lesão muscular, e o atacante Neymar, do Santos. Além dos dois, outros nomes são bastante conhecidos do torcedor brasilero: Diego Maurício (Flamengo), Oscar (Internacional), Danilo e Alex Sandro (Santos), Lucas (São Paulo), que já atuam nos times profissionais de suas equipes, também integram a pré-lista.

Ney Franco chamou ao todo 25 jogadores, que teram um período de treinamentos na Granja Comary, em Teresópolis. Os jogadores se apresentam no dia 13 de dezembro e embarcam para o Peru um mês depois. Atual campeão sul-americano, o Brasil caiu no Grupo B, juntamente com Paraguai, Colômbia, Bolívia e Equador. A estreia acontece no dia 17 de janeiro, contra os paraguaios. Na outra chafe, encontram-se Argentina, Chile, Peru, Uruguai e Venezuela. Classificam-se os três melhores para a fase final. Os dois primeiros colocados colocados do torneio garantem vaga para as Olimpíadas de Londres, em 2012, e os quatro melhores se qualificam para o Mundial da categoria, que será realizado ainda em 2011, na Colômbia. Vamos a pré-lista completa dos 25 jogadores convocados pelo técnico Ney Franco:

Goleiros
Aleksander (Avaí)
Gabriel (Cruzeiro)
Milton (Botafogo)

Zagueiros
Alan (Vitória)
Bruno Uvini (São Paulo)
Juan (Internacional)
Romário (Internacional)
Saimon (Grêmio)

Laterais
Danilo (Santos)
Rafael Galhardo (Flamengo)
Alex Sandro (Santos)
Gabriel Silva (Palmeiras)

Meias
Alan Patrick (Santos)
Lucas (São Paulo)
Oscar (Internacional)
Philippe Coutinho (Inter de Milão)
Casemiro (São Paulo)
Fernando (Grêmio)
João Pedro (Palermo)
Zé Eduardo (Parma)

Atacantes
Diego Maurício (Flamengo)
Henrique (Vitória)
Lucas Gaúcho (São Paulo)
Neymar (Santos)
William José (Grêmio Prudente)

Em relação aos convocados, a maioria atua no futebol brasilero, tendo uma mescla interessante de equipes. Atletas que se destacaram no Brasileirão também tiveram espaço. Somente três jogadores da lista atuam fora do país, ambos na Itália. Além de Phillipe Coutinho, os também meias João Pedro e Zé Eduardo jogam no futebol italiano. A equipe é qualificada, principalmente no meio-de-campo. Esperamos que estes meninos consigam a vaga para as Olimpíadas, e que em 2012 venha a sonhada medalha de ouro olímpica, título que vem batendo na trave, e coisa que a nossa seleção ainda não tem.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Barcelona faz 5 no Real e assume ponta do Campeonato Espanhol

Nesta segunda-feira tivemos a realização de um dos maiores clássicos do futebol mundial. Barcelona e Real Madrid se enfrentaram no Camp Nou, pela 13ª do Campeonato Espanhol. A grande fase das duas equipes era promessa de um jogo bastante disputado e bem interessante.

Ficamos apenas com a segunda opção. A partida foi interessantíssima, é claro, mas foi de um time só. O Barça, no dia do seu aniversário de 111 anos, humilhou o rival, aplicando um 5 a 0 bem convincente dentro de seus domínios. Além do confrontos entre as duas equipes, tinhamos também um duelo a parte, entre o argentino Lionel Messi e o português Cristiano Ronaldo. Em campo, somente o atual melhor do mundo justificou. Logo aos cinco minutos de jogo, o argentino já havia colocado uma bola na trave. Quatro minutos depois, Iniesta deu lindo passe para Xavi tocar na saída de Cassilas, abrindo o placar para os catalães. O Barça era melhor, tocava mais a bola, enquanto o Real chegava em lances isolados. Aos 17 minutos, veio o segundo dos donos da casa. Villa cruzou para Pedro colocar nas redes. O jogo caiu um pouco de produção, e Ronaldo apareceu. Mas não com firulas ou jogadas de efeito. Apareceu por empurrar o treinador do Barça, Pep Guardiola, na lateral de campo. Amarelo para o português. Finalmente, Cristiano apareceu, numa cobrança de falta que passou rente a trave de Valdéz. Ainda deu tempo para Messi levar um amarelo por simulação.

Segunda etapa, a situação continuou a mesma, mas com um atrativo a mais. E que atrativo. Messi decidiu mostrar seu repertótio de jogadas, enlouquecendo os merengues e acabando com o jogo. Aos nove minutos, ele arrancou desde o meio-de-campo e deu excelente passe em profundidade para Villa, que bateu na saída de Cassilas. 3 a 0 e gritos de "olé" no Camp Nou. Não satisfeito, Messi repetiu a dose. Desta vez, passou por três marcadores e deixou Villa, mais uma vez, na cara do gol. O artilheiro espanhol marcou o quarto, e a festa dos catalães não parava. Então, Barça cadenciou a partida, e Guardiola começou a sacar as estrelas do time. O Real, sem esboçar nenhuma reação, só via tudo. Para fechar o caixão, o suplente Jeffren, no finalzinho, marcou o quinto e último gol do massacre catalão. Depois do gol, mais confusão. Sérgio Ramos deu um pontapé em Messi e foi expulso. O lateral ainda se envolveu com Xavi e Puyol. Mas, no final das contas, nada disso adiantou. Show do Barcelona, novo líder do Campeonato Espanhol.

Além de assumir a ponta do Espanhol, com 34 pontos, deixando o próprio Real na segunda colocação, o Barça ainda acaba com uma invencibilidade de 26 jogos do rival, que não perdia desde a chegada de José Mourinho, e continua com o tabu de três anos sem perder o clássico. E, é claro, deu um belo presente a torcida, no dia de seu aniversário. Foi a sexta vitória do time catalão por mais de três gols de diferença na temporada. Com todos estes números, com a excepcional fase de Lionel Messi e de todo o time, o Barcelona desbanca, humilha o rival e vira o centro das atenções. Será que vem mais uma tríplice coroa? Vamos acompanhar.

domingo, 28 de novembro de 2010

Definições ficam para a última rodada

Neste domingo tivemos todos os jogos da 37ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Todos as partidas tinham alguma importância para a competição. Começaremos então com os jogos que envolviam a disputa pelo título brasileiro.

Inciamos com o líder do campeonato, o Fluminense, que foi até a Arena Barueri e venceu o Palmeiras. O verdão, que colocou seus titulares em campo, não tomou conhecimento do rival Corinthians e marcou aos quatro minutos, com um golaço de Dinei. A reação da torcida alviverde foi diferente, ainda machucada com a eliminação da Sul-Americana, xingou o atacante e também Felipão. Depois disso, o Palmeiras parou em campo e viu o Fluminense empatar, com Carlinhos, e perder inúmeras chances de gol. Somente no segundo tempo a aflição tricolor teve fim, com o gol salvador de Tartá, que deixou os cariocas ainda na liderança. Simultaneamente, o Corinthians, segundo colocado, não precisou fazer muita força para bater o desmotivado Vasco por 2 a 0. Bruno César e Danilo marcaram os gols, que deixaram o timão ainda brigando pelo título, mas dependendo de tropeço do Flu na última rodada. Ainda na briga pela taça, o Cruzeiro venceu o Flamengo de virada em Volta Redonda. Depois de sofrer o gol de Diego Maurício no ínico de jogo, a raposa fez com Roger, de falta, e, na segunda etapa, com Thiago Ribeiro. Os mineiros permanecem na terceira colocação, a dois pontos do Fluminense e a um do Corinthians. Estas três equipes ainda duelam pelo título.

Agora vamos as contas. Na última rodada, o Fluminense, para não depender de nenhum resultado, precisa vencer o Guarani, já rebaixado, no Engenhão. O Corinthians precisa bater o Goiás, fora de casa, e torcer para que o Flu não vença. Por fim, o Cruzeiro necessita vencer o Palmeiras, na Arena do Jacaré, e torcer para que nem Corinthians nem Fluminense vençam seus jogos. O campeonato aidna continua aberto, e como já esperado, a definição da taça ficará mesmo para a última rodada. Mas, convenhamos, o Fluminense está bastante perto do título brasileiro, por depender somente de si e por enfrentar um adversário que já está rebaixado em casa.

Vamos falar também da disputa pela última vaga para a Libertadores. Três partidas envolveram a briga pelo G-4. Em Campinas, o Grêmio conseguiu nova vitória, agora sobre o Guarani. André Lima, Jonas e Diego marcaram nos 3 a 0 do tricolor gaúcho, que segue numa incrível crescente e permanece na quarta colocação. Um ponto na frente do Botafogo, que venceu o Grêmio Prudente por 3 a 1 no Engenhão. Antônio Carlos, Edno e Marcelo Cordeiro marcaram para o Bota, enquanto William José diminuiu para o Prudente. Tanto Grêmio como Botafogo venceram seus jogos sem muitas dificuldades e se imporam na disputa pelo quarto lugar do Brasileirão. Briga que o Atlético-PR saiu. Jogando no Castelão, o furacão acabou cedendo o empate ao Ceará e viu o sonho da Libertadores acabar. Depois do gol de Rafael Santos, o outro zagueiro alvinegro, Manuel, acabou marcando, só que contra, e eliminou de vez as chances de os paranaenses chegarem no G-4. O Ceará, por sua vez, se garantiu na Copa Sul-Americana do ano que vem.

Com os paranaenses fora, a briga fica exclusivamente entre Grêmio e Botafogo, que se enfrentam na última rodada, no Olímpico. Para ficar com a vaga, o tricolor gaúcho necessita de apenas um empate na última partida, contra os próprios cariocas, que por sua vez, precisam da vitória para ganharem a vaga. Vale lembrar que, mesmo com a definição do quarto lugar, a equipe que obter a vaga terá que esperar o término da Copa Sul-Americana para garantir em definitivo a presença na Libertadores de 2011. Assim, tanto gremistas como botafoguenses torcem para que o Goiás não vença a competição.

Por fim, a disputa para escapar da segunda divisão. Começaremos com as equipes que conseguiram escapar do Z-4. O Atlético-MG, empurrado pela "massa", venceu o Goiás por 3 a 1. Diego Souza marcou o primeiro, mas Everton Santos empatou para os goianos. Mas Renan Oliveira e Diego Tardelli acabaram com o sofrimento da torcida atleticana e afastaram de vez o fantasma do rebaixamento. Uma bela arrancada do galo desde a chegada de Dorival Júnior, que garantiu a permanência na elite. Como já foi citado, o Flamengo perdeu para o Cruzeiro por 2 a 1 no estádio Raulino de Oliveira. Mesmo com a derrota, o rubro-negro carioca se livrou da segundona, sendo beneficiado com os tropeços dos rivais diretos. Mesmo passando sufoco, o mengão se livrou, mas a bronca da torcida continua. E, num dos jogos mais emocionantes da rodada, o Avaí conseguiu uma virada espetacular na Ressacada e garantiu sua permanência. Contra o Santos, os catarinense tomaram dois gols, com Keirrisson e Neymar, mas obtiveram o empate ainda na primeira etapa, com dois gols de Caio. Mas a virada e o alívio da torcida do Leão só veio no final da partida, com outro gol do meia e herói Caio. Êxtase da torcida avaina, assegurada na primeira divisão do ano que vem.

Tivemos também mais uma equipe rebaixada. Com a derrota para o Grêmio por 3 a 0, o Guarani matematicamente já está na Série B de 2011. Mas a disputa segue para duas equipes. Vitória e Atlético-GO decidiram na última rodada quem cai e quem fica. Os baianos foram até o Beira-Rio e empataram por 1 a 1 com o Internacional, gols de Adaílton e Rafael Sóbis. Mesmo placar para Atlético-GO e São Paulo, com gols de Rogério Ceni e Elias. A situação é a seguinte: bainos e goianos se enfrentam num jogo de vida ou morte, semana que vem, no Barradão. O Atlético-GO joga pelo empate para permanecer na Série A, enquanto o Vitória precisa vencer para evitar o rebaixamento.

As definições ficam para a última rodada. Tanto títlo como as últimas vagas para a Libertadores e para o rebaixamento ainda faltam serem definidas. Então, ficamos a esperar a última rodada do Campeonato Brasileiro, que promete ser de opostos e grandes emoções para jogadores e torcedores.

Palpitando - 37ª rodada

Reta final de Campeonato Brasileiro, e continuamos aqui com os palpites, agora mais decisivos do que nunca. Na última rodada, tive um aproveitamento de 50% de acerto nos resultados, onde cravei quatro partidas (Grêmio 3x1 Atlético-PR, Flamengo 2x1 Guarani, Grêmio Prudente 1x1 Ceará e Cruzeiro 3x1 Vasco). Continuo mantendo uma média até certo ponto aceitável.

37ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Definições a vista, podemos ter o campeão ainda nesta rodada. Jogos importantes, com clássicos decisivos. Corinthians x Vasco, Palmeiras x Fluminense, Flamengo x Cruzeiro. Rivalidades do nosso futebol decidindo o título brasileiro desta temporada. O Flu (no meio de todas as especulações de entregas e malas brancas) tenta manter a ponta para a última rodada, enquanto Timão e Raposa não querem deixar os cariocas escaparem. Como a briga pela taça, a disputa contra a temida zona do rebaixamento promete ser acirrada a emocionante, bem como a briga pela vaga no G-4 da Libertadores. Nesta rodada, teremos todos os jogos no mesmo dia (domingo) e no mesmo horário (17h), assim tendo uma igualdade. E todas as partidas valem alguma coisa, tendo pelo menos uma equipe brigando por alguma coisa, sendo título, Libertadores ou contra o rebaixamento. Então, podemos esperar uma rodada bastante movimentada e com grandes emoções para os torcedores.

Vamos aos pitacos para a 37ª rodada do Campeonato Brasileiro:

Domingo, 17h, Serra Dourada - Atlético-GO 2X1 São Paulo
Domingo, 17h, Pacaembu - Corinthians 2x1 Vasco
Domingo, 17h, Beira-Rio - Internacional 3x0 Vitória
Domingo, 17h, Ressacada - Avaí 2x2 Santos
Domingo, 17h, Raulino de Oliveira - Flamengo 0x1 Cruzeiro
Domingo, 17h, Arena Barueri - Palmeiras 1x2 Fluminense
Domingo, 17h, Arena do Jacaré - Atlético-MG 3X1 Goiás
Domingo, 17h, Engenhão - Botafogo 4x1 Grêmio Prudente
Domingo, 17h, Brinco de Ouro - Guarani 1x2 Grêmio
Domingo, 17h, Castelão - Ceará 1x1 Atlético-PR

Pitaque nos comentários!

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Os melhores do Brasileirão

Nesta sexta-feira a CBF divulgou os indicados para o Prêmio Craque Brasileirão 2010, premiação já tradicional. Os nomes foram divulgados pelo técnico da seleção principal, Mano Menezes, e pelo novo treinador as seleção sub-20 do Brasil, Ney Franco campeão da Série B pelo Coritiba este ano, e que no mês de janeiro comandará a nossa seleção no Sul-Americano, tentando vaga para as Olimpíadas de 2012, em Londres.

Corinthians e Cruzeiro foram os recordistas de indicações, com sete jogadores cada na lista. O Fluminense, líder do campeonato, aparece com cinco indicados. Os outros principais clubes do país, Atlético-MG, Botafogo, Flamengo, Grêmio, Internacional, Palmeiras, Santos, São Paulo e Vasco, além do Atlético-PR, também tiveram seus jogadores divulgados. Além dos melhores em cada posição, teremos também a premiação para melhor treinador, melhor jogador, a revelação, melhor árbitro e o “craque da galera”.

Confira abaixo a lista dos indicados ao Prêmio Craque Brasileirão 2010:

Melhor goleiro:
Fábio (Cruzeiro)
Jefferson (Botafogo)
Victor (Grêmio)

Melhor lateral-direito:
Jonathan (Cruzeiro)
Léo Moura (Flamengo)
Mariano (Fluminense).

Melhor zagueiro pela direita:
Alex Silva (São Paulo)
Chicão (Corinthians)
Dedé (Vasco)

Melhor zagueiro pela esquerda:

Leandro Euzébio (Fluminense)
Miranda (São Paulo)
Réver (Atlético-MG)

Melhor lateral-esquerdo:

Kleber (Internacional)
Diego Renan (Cruzeiro)
Roberto Carlos (Corinthians)

Melhor volante pela direita:
Fabrício (Cruzeiro)
Jucilei (Corinthians)
Willians (Flamengo)

Melhor volante pela esquerda:
Arouca (Santos)
Elias (Corinthians)
Marcos Assunção (Palmeiras)

Melhor meia pela direita:
D'Alessandro (Internacional)
Montillo (Cruzeiro)
Paulo Baier (Atlético-PR)

Melhor meia pela esquerda:

Bruno César (Corinthians)
Conca (Fluminense)
Douglas (Grêmio)

Atacante 1:
Eder Luis (Vasco)
Jonas (Grêmio)
Thiago Ribeiro (Cruzeiro)

Atacante 2:
Kleber (Palmeiras)
Loco Abreu (Botafogo)
Neymar (Santos)

Melhor técnico:

Cuca (Cruzeiro)
Muricy Ramalho (Fluminense)
Renato Gaúcho (Grêmio)

Reveleção:
Bruno César (Corinthians)
Dedé (Vasco)
Neto (Atlético-PR)

Melhor árbitro:
Carlos Eugênio Simon (RS)
Paulo Cesar Oliveira (SP)
Sandro Meira Ricci (DF)

Craque da Galera:
Bruno César (Corinthians)
Conca (Fluminense)
Dedé (Vasco)

Em geral, as indicações foram todas justas. Os principais times do país tiveram indicados, juntamente com as equipes que estão bem no atual Brasileirão. Então, vou dar meu pitaco. Acho que o melhor jogador sem nenhuma dúvida é o Conca, pela regularidade, por estar aparecendo nos principais jogos e por ter jogado todas as partidas do Brasileirão. A revelação, na minha opinião, vai para o Dedé, zagueiraço do Vasco, desconhecido por todos, ganhou seu espaço aos poucos e se tornou conhecido, sendo até cobiçado por times da Europa. Tem um grande futuro. Melhor árbitro não vou indicar. Depois de mais uma pífia temporada da nossa arbitragem, prefiro nem comentar este assunto. Por fim, indico a minha seleção do campeonato: Victor, Mariano, Dedé, Leandro Eusébio e Roberto Carlos; Willians, Elias, Montillo e Conca; Jonas e Neymar. Técnico: Muricy Ramalho. E qual é a sua opinião? Quem são os melhores do Brasileirão 2010?