segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Resumão da rodada do Brasileirão

Neste final de semana tivemos a realização de mais uma rodada do Campeonato Brasileiro de futebol. E a 32ª rodada proporcionou mais uma vez a troca na liderança da competição, além de alterações no G-5.

Vamos começar falando do líder, o Corinthians, que venceu o Avaí no Pacaembu. Num jogo duríssimo, o timão saiu atrás do placar, teve Leandro Castán expulso mas, mesmo assim, conseguiu virar a partida. Assim, a equipe reassumiu a liderança na classificação, graças também ao tropeço do Vasco, que agora é o segundo colocado. Em São Januário, o cruzmaltino bem que tentou, mas parou no inspirado goleiro Dênis e acabou ficando no 0 a 0 contra o São Paulo. Resultado que acabou sendo ruim para ambos, pois os vascaínos perdem a ponta da tabela, enquanto os tricolores ficam mais distantes do G-5. No sábado, dois cariocas venceram seus jogos e ainda brigam pelo título. O Botafogo bateu o Cruzeiro no Engenhão por 1 a 0 e segue na cola de Corinthians e Vasco. E o Fluminense foi até o Presidente Vargas, saiu atrás do marcador, mas conseguiu a virada e venceu o Ceará. Assim, o tricolor assumiu a quarta colocação, dentro do G-5 e sonhando com o tricampeonato brasileiro.

Aliás, o carioca que vacilou de verdade nesta 32ª rodada foi o Flamengo, que foi até o Olímpico e perdeu de virada para o Grêmio. No jogo que caracterizou a volta de Ronaldinho Gaúcho ao estádio gremista, o Fla abriu 2 a 0 no placar. Porém, o tricolor gaúcho encontrou forças para virar a partida em 4 a 2, com dois gols de André Lima. Agora, a equipe ainda sonha com a vaga na Libertadores, e ganha força para a reta final da competição. Já o Fla fica mais distante da briga pelo título, mas se mantém no G-5. Quem ainda tenta chegar ao grupo dos cinco primeiros colocados é o Internaciona, que foi até o Serra Dourada e venceu o Atlético-GO pelo placar mínimo. O colorado contou com a volta de Leandro Damião para bater o dragão e permanecer na briga pela Libertadores, assim como o Figueirense, que bateu de virada o Bahia por 2 a 1, no Orlando Scarpelli. O time catarinense, sensação do campeonato, permanece encostado no pelotão de frente da tabela.

A briga na parte debaixo da tabela também continua. No sábado, o Atlético-PR perdeu mais uma partida e permanece na 18ª colocação, no Z-4. O Santos, com show de Neymar, venceu por 4 a 1. Aliás, o time santista pode ser um dos times chamados "fiéis da balança" nesta reta de chegada do Brasileirão, já que a equipe pensa no Mundial de Clubes e não tem mais muitos objetivos neste Brasileiro. Quem conseguiu se afastar da degola foi o Atlético-MG, que, na Arena do Jacaré, não encontrou muitas dificuldades para vencer o Palmeiras. O galo, com o triunfo, já fica a seis pontos do Ceará, primeiro time na zona de rebaixamento. Pra fechar, no Couto Pereira, o Coritiba venceu o lanterna América-MG por 3 a 1, mas, assim como o Santos, não tem muitas ambições neste campeonato. Já o coelho, afundado na lanterna, praticamente já pode se considerar rebaixado.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

"Bolão Na Veia" - 32ª rodada

Amigos e parceiros do Futebol Na Veia, neste final de semana teremos a realização da 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. E, na reta decisiva da nossa competição nacional, o "Bolão Na Veia" também chega a sua reta final com uma "responsa" ainda maior, para tentar acertar quem se dá bem ou dança neste Brasileirão.

Na última rodada, a 31ª, tivemos um aproveitamento de cinco resultados acertados, ou seja, 50% de palpites "dentro do gol". Desempenho ainda rasoável. E quem levou o "Bolão Na Veia" da rodada anterior foi mais uma vez o amigo Giovani Mattiollo, do blog "Sangue Azul", que acertou quatro resultados dos dez possíveis. Parabéns, Giovani, que já faturou algumas parciais do bolão. E anuncio aqui que, no final do Brasileirão, irei publicar uma classificação geral dos vencedores de cada parcial do "Bolão Na Veia", para prestigiar os amigos que sempre vem postando seus comentários aqui. Aguardem!

32ª rodada. Reta de chegada do Campeonato Brasileiro. Luta incansável pelo título. Ao menos seis equipes ainda com chances reais de levar a taça mais cobiçada do futebol nacional. Margem de pontos quase inexistente entre os times. Confrontos diretos. Jogos de "nove, doze pontos". Luta pela Libertadores também pegadíssima. E a corrida contra o rebaixamento, que tem uma surpresa e várias mudanças a cada rodada que se passa. No meio de tudo isto, os jogadores e torcedores precisam ficar com os nervos tranquilos, para alcançarem seus objetivos traçados. Nesta 32ª rodada, os destaques vão para os duelos entre Botafogo x Cruzeiro, Grêmio x Flamengo, Vasco x São Paulo e Atlético-MG x Palmeiras. Disputas envolvendo título, Libertadores e contra o rebaixamento. Este é o nosso Brasileirão 2011. Então, vamos palpitar, dentro de mais uma importantíssima e decisiva rodada. Abaix os palpites para a 32ª "round" do Campeonato Brasileiro:

Sábado, 18h, Pacaembu - Santos 2x1 Atlético-PR
Sábado, 18h, Engenhão - Botafogo 1x0 Cruzeiro
Sábado, 18h, Presidente Vargas - Ceará 1x1 Fluminense
Domingo, 16h, Pacaembu - Corinthians 3x1 Avaí
Domingo, 16h, Olímpico - Grêmio 1x1 Flamengo
Domingo, 16h, São Januário - Vasco 1x0 São Paulo
Domingo, 16h, Orlando Scarpelli - Figueirense 2x0 Bahia
Domingo, 18h, Arena do Jacaré - Atlético-MG 3x1 Palmeiras
Domingo, 18h, Couto Pereira - Coritiba 2x0 América-MG
Domingo, 18h, Serra Dourada - Atlético-GO 2x1 Internacional

É isso aí, galera, agora é palpitar nos comentários e torcer muito!

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Fla e Tricolor param e Vasco continua na Sul-Americana

Como não tivemos rodada do Campeonato Brasileiro, este meio de semana foi marcado pelos jogos de volta da fase de oitavas-de-final da Copa Sul-Americana. Três equipes brasileiras lutavam para continuar na competição continental. Porém, apenas uma conseguiu seu objetivo de se manter vivo na disputa pelo título.

E, dentre as partidas envolvendo Flamengo, São Paulo e Vasco, somente o cruzmaltino venceu e passou de fase. Vamos começar então falando do time de São Januário, que recebeu o Aurora dentro de casa e, depois de ter perdido o primeiro jogo por 3 a 1, arrasou o rival e confirmou sua passagem para as quartas-de-final. O time carioca entrou em campo com um time misto, tendo Juninho Pernambucano como principal destaque. E logo a equipe abriu o placar. E foi com um gol de placa de Bernardo, que girou pra cima da marcação e soltou a bomba, fazendo um golaço e abrindo o placar. Porém, num descuido da defesa, Andaveris empatou. Então, Alecssandro começou a se redimir com a torcida, marcou dois gols e fez o 3 a 1 ainda no primeiro tempo. Na segunda etapa, o cruzmaltino manteve o forte ritmo de ataque e chegou logo ao quarto gol, com Leandro. Juninho marcou o quinto e disparou a goleada.


Porém, Peña diminuiu para os bolivianos, de pênalti. Então, Bernardo, novamente com um belo gol, tratou de tranquilizar as coisas novamente. O zagueiro Douglas também deixou sua marca. Deu tempo ainda para Segovia diminuiu mais uma vez para os visitantes e Allan fechar o placar em 8 a 3. Lavada vascaína em São Januário, e passagem garantida para as quartas-de-final da Sul-Americana. Mesmo com um time misto, o Vasco conseguiu aplicar uma bela goleada e segue seu caminho na competição. O jogo serviu também para alguns jogadores que andavam em baixa com a torcida vascaína se "redimirem", como no caso de Alecssandro, Leandro e Julinho. Vitória importante também para dar mais moral ainda a equipe, que, neste final de semana, defende a liderança do Campeonato Brasileiro, contra o São Paulo, no caldeirão de São Januário.

E, se o Vasco obteve sua classificação, a mesma coisa não conseguiram Flamengo e São Paulo, que fizeram seus jogos de volta fora de casa e acabaram eliminados. O Fla foi até Santiago enfrentar o Universidad do Chile, para tentar uma tarefa quase impossível: vencer o adversário por no mínimo quatro gols de diferença, diante da goleada sofrida no primeiro jogo, no Engenhão. E, jogando com o time todo de reservas, o rubro-negro não conseguiu reverter a situação. Ainda perdeu a partida por 1 a 0, levando o gol ainda na primeira etapa, com Díaz. Assim, o jogo ficou morno, o time chileno administrou o resultado e o Fla não teve reação, assimilando a desclassificação. Agora, o time carioca volta suas atenções totalmente ao Campeonato Brasileiro, já que o time está na briga pelo título. A outra equipe brasileira que foi eliminada na noite de quarta-feira foi o São Paulo, que foi até Assunção e acabou derrotado pelo Libertad.


Levando na bagagem a vantagem de um gol obtida no jogo de ida, no Morumbi, o tricolor tinha como novidade a estreia de seu novo comandante, Leão, que está devolta ao clube. Jogando com o time titular, o clube, logo no início, já sofreu o primeiro gol. Depois de pênalti cometido por Luís Fabiano, Aquino abriu o marcador para os paraguaios. O resultado levava a partida para os pênaltis. Então, o tricolor foi pra cima do adversário, chegou a acertar a trave, mas não marcou, mesmo mostrando ímpeto. No segundo tempo, o domínio continuou. Se aproveitando principalmente de chutes de fora da área, o São Paulo chegava ao ataque, mas poucas vezes fez o goleiro Medina trabalhar. Porém, num vacilo da defesa, o Libertad acabou ampliando. Nuñez, impedido, contou com a sorte para marcar o segundo. O time paulista sentiu o gol e pouco criou para tentar evitar a eliminação, e a partida acabou mesmo assim. O São Paulo, a exemplo do Flamengo, agora volta todas as suas forças para o Brasileirão, no qual ainda tem chances de título, porém, não vive uma boa fase.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Choque-Rei de preocupações

Neste meio de semana não teremos rodada do Campeonato Brasileiro, porém, os dois principais assuntos que rondam as conversas de bar, sites esportivos e comentários de especialistas são os momentos de duas equipes grandes paulistas que estão indo mau das pernas não somente no Brasileirão, mas também em toda esta temporada. As fases de Palmeiras e São Paulo não são nada boas, tendo em vista a grande inconstância dentro deste ano, em todas as competições que disputaram, problemas internos e também dentro de campo. Alguns problemas atingem por igual os eternos rivais do "Choque-Rei"

Vamos começar falando do Palmeiras, que a algum tempo já vive uma terrível fase. A situação se agravou nas últimas semanas, quando a equipe emplacou uma sequência de maus resultados e queda na tabela do Brasileiro, saindo da briga pelo título e ficano distante da vaga na Libertadores. Fato é que, desde o início de temporada, o verdão não se encontrou. Tanto no Campeonato Paulista como na Copa do Brasil, o time não conseguiu chegar longe. Na Copa Sul-Americana, idem. E, no Brasileirão, o time até o começo do segundo turno estava lutando pelo título, mas, diante de muitos problemas internos, aliados ao mau desempenho dentro de campo, fizeram a equipe cair na tabela, agravando ainda mais a situação que já era ruim. Mas do que dentro das quatro linhas são os problemas dentro do clube. A começar por Kleber, antes ídolo da torcida alviverde, agora é chamado de mercenário, por ter forçado sua saída e não estar atuando. O atacante, que brigou com o técnico Felipão, mau entrou em campo neste segundo turno de Brasilero, e está de malas prontas para deixar o time.


E a situação de Luís Felipe Scolari no comando do verde também não é nada favorável. Em má fase dentro do nacional e não tendo sucesso nas demais competições, o treinador sai atirando para todos os lados, criticando desde as categorias de base do clube até os jornalistas nas entrevistas. Felipão, que possui o maior salário de um treinador no país, está dando mostras que não está nem aí para o Palmeiras, e nitidamente está forçando a barra para ser demitido. Coisa que é muito lamentável para um técnico do nível de Felipão, que já foi campeão mundial com a seleção brasileira e conhecido em todo o mundo. A qualidade do time alviverde realmente não é boa, muito menos o elenco. Porém, Felipão não deveria agir desta maneira, até por respeito a torcida. A diretoria alviverde deveria de conscientizar da situação real do clube, buscar outro treinador, reforçar a equipe e tentar mudar os ares, porque pelo contrário o Palmeiras continuará nesta terrível e delicada fase.

Outro clube grade paulista que busca reformulação é o São Paulo. Nas últimas semanas, o clube vem acumulando maus resultados no Campeonato Brasileiro, e, assim como o Palmeiras, ficou distante da briga pela taça e não vem fazendo uma boa temporada neste ano. E, assim como seu rival, o tricolor vive alguns problemas parecidos. As crises internas de comando já se tornaram rotineiras em 2011 dentro do Morumbi. O "eterno" presidente Juvenal Juvêncio tem um poder bastante centralizado, onde toma decisões desde contratações a fatos dentro de campo, coisa que criou desavênças entre os dirigentes, até pelo presidente ter alterado o estatuto do clube para aumentar seu mandato. A política de contratações da equipe, que fugiu um padrão das últimas temporadas, também atrapalhou o time neste ano. Antes investindo em jogadores promissores e baratos, a equipe arriscou e acabou não tendo o retorno esperado.


A sequência de treinadores também prejudicou o clube. Em 2011, já passaram pelo Morumbi Sérgio Baresi, Paulo César Carpegianni e Adílson Batista. E ambos tinham em comum trabalhos de insucessos recentemente. O primeiro, aliás, nunca havia sido treinador antes. Porém, a aposta em Adílson foi a mais arriscada de todas, pois o clube apostou num técnico em baixa para tentar levar a equipe ao título brasileiro. Agora, a diretoria tricolor escolheu Leão para levar a equipe até o final do Brasileirão, ainda tentando chegar ao título e a vaga na Libertadores de 2012. A primeira vista, a aposta no treinador que já dirigiu o clube a tempos atrás é válida, até para tentar dar uma "chacoalhada" na equipe do São Paulo, que é de qualidade, mas que não está conseguindo vingar. Porém, já pensando no ano que vem, num projeto a longo prazo, na minha visão, Leão não seria o nome ideal, até porque também não se encaixa no estilo do técnico que o tricolor deseja, com um perfil vitorioso.

Tanto Palmeiras como São Paulo não vivem boas situações, e tem muitos problemas em comum, com a falta de comando na equipe e intrigas nos bastidores, envolvendo diretoria e presidência. Porém, se os clubes tiveram mais organização e lucidez, além de é claro um melhor desempenho dentro de campo, a situação tende a melhorar. Pode não ser ainda nesta temporada, mas também já visando as próximas.

domingo, 23 de outubro de 2011

Resumaço da 31ª rodada do Brasileirão

Neste final de semana tivemos a realização da 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. E a rodada ficou caracterizada por muitos tropeços das equipes que estão disputando o título, a troca de liderança na classificação e a continuação na briga contra o rebaixamento.

Vamos começar falando da parte de cima da tabela, que, neste rodada, teve a troca de liderança. O Vasco foi até Pituaçu, venceu o Bahia e, contando com os tropeços de seus principais concorrentes, voltou a liderança do campeonato. Felipe e Diego Souza marcaram os gols do triunfo cruzmaltino, que não deu chances ao tricolor baiano. Quem estava na liderança e perdeu o posto foi o Corinthians, que conseguiu um empate contra o Internacional, no Beira-Rio. Depois de estar perdendo por 1 a 0 e com um a menos dentro de campo, o timão igualou o placar no finalzinho de partida com gol de Alex. O resultado deixa o timão em segundo, enquanto o Inter fica mais longe do título, mas ainda na briga pela Libertadores.

O Botafogo foi até a Ressacada e perdeu para o Avaí, porém, manteve a terceira colocação, se aproveitando dos tropeços dos concorrentes. A vitória do leão da ilha mantém a equipe viva na briga para sair da degola. O Flamengo foi outro time que manteve sua colocação, apesar de não ter vencido nesta rodada. O rubro-negro apenas ficou no empate com o Santos, no Engenhão. O peixe até saiu na frente, mas Deivid fez o gol de empate. O resultado também praticamente livrou o Santos de risco de entrar no Z-4. O quinto colocado Fluminense perdeu para o Atlético-MG no sábado e perdeu a chance de es aproximar da liderança. O galo obteve uma importante vitória, que tirou a equipe da zona de rebaixamento.

Outra equipe que não conseguiu vencer e ficou mais distante da briga pelo título é o São Paulo, que apenas empatou com o Coritiba, no Morumbi. O tricolor, no entanto, mantem-se vivo na briga pela Libertadores. Outras duas equipes que ainda sonham com uma vaga no G-5 são Figueirense e Grêmio. O furacão catarinense foi até o Canindé e venceu o Palmeiras. Com autoridade, o alvinegro conseguiu mais uma vitória e permanece em boa fase, buscando a vaga para a Libertadores, enquanto o Palmeiras vive um inferno astral que parece não ter fim.

Já o Grêmio, mesmo apenas empatando com o América-MG fora de casa, ainda tem chances em buscar G-5, apesar de ter perdido uma ótima oportunidade de se aproximar mais dos primeiros colocados. O coelho, depois de uma pequena reação, ainda respira, mas a situação é complicada. Quem ainda luta para se afastar a degola é o Cruzeiro, que, depois de mais de dez partidas sem vencer, fez as pazes com a vitória. Depois de estar por duas vezes atrás do placar, a raposa conseguiu viradas e venceu o Atlético-GO, se livrando de entrar na zona de rebaixamento. O dragão ainda sonha com a Libertadores, mas a situação ficou bastante difícil. Pra fechar, o Atlético-PR venceu o Ceará por 1 a 0 na Arena da Baixada e ainda tenta escapar da degola. Por sua vez, os cearenses entraram no Z-4.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Entrevista para o "Digão Futebol" + "Bolão Na Veia" - 31ª rodada

Nesta semana tive a honra de conceder mais uma entrevista para um blog parceiro e para um blogueiro amigo. O blog "Digão Futebol" convidou este blogueiro que vos falar para uma entrevista, e, apesar do pouco tempo, as perguntas foram enviadas e respondidas, e proporcionaram uma entrevista bastante interessante, principalmente pelas inteligentes perguntas do entrevistador. Este foi publicada no dia de ontem, e, hoje, publico este entrevista aqui no "Futebol Na Veia", agradecendo também a oportunidade dada pelo Rodrigo Carvalho, um excelente blogueiro e grande parceiro aqui do blog.

Abaixo a entrevista concedida por mim ao "Digão Futebol". Clique aqui para ver a entrevista diretamente no blog "Digão Futebol".




Entrevista: Gabriel Campi

O nosso 8º entrevistado é o jovem blogueiro Gabriel Campi, idealizador e administrador do Blog Futebol Na Veia. Demorei um pouco a entrevistá-lo devido a falta de tempo, enfim felizmente consegui e desde já peço desculpas aos leitores do blog e ao Gabriel Campi pela demora e pela espera.

Gabriel Campi é catarinense, vascaíno, tem um irmão gêmeo e também torce para o Brusque, time com o nome da mesma cidade em que ele reside. Quer saber um pouco mais sobre esse rapaz? Então acompanhe a entrevista abaixo:

1- Gabriel Campi, como foi a ideia de criar o blog Futebol na Veia?

R: A ideia partiu primeiramente por causa da minha paixão pelo futebol. Desde que eu me conheço por gente, amo este esporte tão fascinante. Porém, no ano de 2006 a coisa se intensificou mais, comecei a acompanhar mais de perto das competições em todo o planeta, e, em 2010, a ideia surgiu. Tinha muita vontade de criar um blog próprio para expor minhas opiniões e emitir informações sobre os mais variados assuntos relacionados ao futebol nos quatro cantos do mundo. E, como acompanho futebol incessantemente, a coisa ficou ainda mais fácil e muito prazerosa, e, graças a Deus, estou conseguindo uma proporção muito bacana com os visitantes e com os parceiros do Futebol Na Veia.

2- Você se inspirou em algum blog ou site ou em algum blogueiro? e como foi o andamento do blog desde a sua fundação em 02/01/2010 até hoje?

R: Rodrigo, a inspiração com certeza veio de comentaristas com renome, que também possuem seus próprios blogs e expõem suas opiniões. Acompanho muitos sites futebolísticos, assim a vontade veio e eu não pude deixar de criar o meu blog. No começo, me inspirei em reportagens de revistas como a Placar, revista de compro mensalmente, para depois eu conseguir formar uma "cara" própria para o blog. Aos poucos, fui obtendo parceiros e mais acessos, melhorando meus textos e começando a emitir opiniões, fazendo o que o Futebol Na Veia é hoje.

3- Você está surpreso com a receptividade das pessoas em relação ao Futebol na Veia?

R: Como já disse na primeira pergunta, não esperava uma receptividade tão grande como estou tendo hoje. Meu "projeto" era bem modesto, comecei somente com a vontade de escrever sobre o esporte que eu tanto amo, mas consegui muitos parceiros e amigos, os acessos aumentavam e a coisa tomava proporções maiores. Com isto, a responsabilidade de fazer um blog cada dia melhor também aumenta, para agradar todos os visitantes do Futebol Na Veia. Esta "blogosfera" é imensa, dando espaços para todos que buscam criar um blog para quem sabe um dia serem reconhecidos, como estou sendo hoje.

4- O que você faz nas horas em que não está se dedicando ao Futebol na Veia?

R: Olha, Rodrigo, no ano de criação do blog, em 2010, o tempo disponível era bem maior, já que eu ainda não trabalhava, me dedicava somente aos estudos, e acompanhar o futebol por todo o planeta era mais fácil. Mas, neste ano, trabalho e estudos ocupam quase todo o meu tempo durante a semana. Porém, tento ficar sempre antenado no que está acontecendo no mundo das quatro linhas. Nas horas vagas, além de acompanhar, jogo futebol e gosto muito de ficar e sair com os amigos. Isso com certeza me faz muito bem.

5- Gosto muito de seus textos e sei que muitos colegas blogueiros também aprecia o que você escreve. como você vê esse panorama? Você também acha que escreve bem?

R: Algumas pessoas já me elogiaram por conta disso, e acho que a minha melhor qualidade dentro do blog são os textos. Acho sim que escrevo bem, porém, dependendo do assunto, emitir opiniões e informações é complicado. Mas não conseguimos agradar a todos, então, a coisa tem que fluir. Gosto muito de escrever, e, se você escreve sobre uma coisa que você ama, a qualidade do texto com certeza é bem melhor. Agradeço muito por todos os elogios emitidos, isto me ajuda muito a sempre buscar o melhor de mim, em cada post que publico.

6- Cite para nós algum defeito seu que lhe incomoda e alguma qualidade sua que você mais se orgulha.

R: Um defeito que com certeza me atrapalha um pouco na hora de postar sobre algum assunto e o perfeccionismo. Analiso e leio muito antes de publicar sobre determinado assunto, para ter a certeza de que o texto saia com a melhor qualidade e lógica possível. E a qualidade que me orgulho são realmente meus textos, como já foi citado. Quando se fala sobre o que se gosta, não tem como não sair uma coisa boa.

7- Você tem alguma mania curiosa? Pode nos contar alguma?

R: Não tenho nenhuma mania curiosa, pelo que eu me lembre agora hehehehe.

8- Além do futebol você acompanha outros esportes?

R: Rodrigo, sou um amante de todos os esportes. Mas, fora o futebol, que eu acompanho incessantemente, aprecio dois esportes com mais destaque. Primeiro, basquete, em especial a NBA. Gosto muito de ver e apreciar aquelas grandes jogadas dos astros da bola laranja. E, como bom telespectador, estou no aguardo por conta de toda esta confusão interna, que acabou brecando o começo da temporada regular. Além da NBA, o UFC também me chama muito a atenção. Acompanho bem de perto todos os eventos e bastidores, e gosto muito de ver as lutas, envolvendo brasileiros ou não. Já passou pela minha cabeça criar um blog específico sobre o UFC, mas o tempo não iria permitir.

9- E para as internautas de plantão,você está namorando, está noivo, qual seu atual estado civil?

R: Estou solteiro, Rodrigo, só curtindo a vida hehehehe.

10- Vimos que há vários jogadores baladeiros e você, se considera um blogueiro baladeiro?

R: Olha, Rodrigo, sou da opinião de que jogador profissional é como um trabalhador qualquer, tem direito de trabalhar e de se divertir, desde que a diversão não influencie no seu desempenho dentro de campo. E não me considero um blogueiro baladeiro. A gente estuda, trabalha, se esforça com o blog, temos todo o direito de curtir a vida. Estou sabendo curtir da minha maneira. É claro que as saídas para a noite existem, com certeza, e estão se intensificando ainda mais, porém ainda não me considero um "baladeiro".

11- Para a parceria ideal, qual é a maior qualidade que você acha que deve ter?

R: Com certeza o prestígio com o blog parceiro, através de visitas e comentários. Um blogueiro com certeza fica muito satisfeito quando consegue fechar uma parceria, mas fica mais feliz ainda quando o seu parceiro o prestigia regularmente. Isto só ajuda no crescimento dos blogs dentro de toda esta blogosfera imensa.

12- Sabemos que você é um torcedor fanático e apaixonado pelo Vasco da Gama e pelo Bruque-SC. Explique para nós como é essa paixão por esses clubes e o porque da escolha dessas equipes ?

R: Rodrigo, minha paixão pelo Club de Regatas Vasco da Gama é muito antiga. Desde que me conheço por gente, além de amar futebol, amo este clube, de uma forma que eu diria até certo ponto inexplicável. Meu pai com certeza teve uma grande influência, ele é tão apaixonada e fanático como eu, assim como meu irmão gêmeo. Eu acompanho tudo que acontece dentro do clube, como bom torcedor. Posso citar aqui dois fatos marcantes que de uma certa forma me fazem ser Vasco da Gama: primeiro, aquele inesquecível título da Copa Mercosul, na grande "Virada do Século", onde eu tinha apenas seis anos, mas me lembro que vi meu pai ajoelhado na frente da televisão, chorando e comemorando. E, segundo, este bem mais recente, o título da Copa do Brasil, primeiro título de expressão que vi meu time vencer. Com certeza fatos marcantes para eu ser um autêntico vascaíno.
Já minha paixão pelo Brusque FC é mais recente. Mas precisamente em 2004, comecei a frequentar o estádio Augusto Bauer, aqui na minha cidade, onde a equipe ainda estava na terceira divisão catarinense. E, de lá pra cá, fiquei cada vez mais torcedor do time da minha cidade, que chegou a elite do futebol de Santa Catarina, conquitou títulos e chegou a Copa do Brasil neste ano, e infelizmente foi eliminado pelo Atlético-GO na primeira fase. No jogo de ida, estava no estádio, e a emoção de ver o time da cidade disputar uma competição de nível nacional foi muito grande, e que, coincidentemente, mais tarde, faria o meu Vasco campeão.

13- Você diz também no Futebol na Veia que torce pro Chelsea-ING e por Barcelona-ESP. Como se deu essa admiração por esses clubes europeus? seria somente uma paixão ou você se declara torcedor mesmo?

R: Olha, Rodrigo, posso me considerar um torcedor do Chelsea e um admirador do Barcelona. Este admiração veio de tempos antigos, onde acompanhava muito de perto os campeonato europeus. Hoje, não acompanho muito os campeonatos de fora, mas continuo acompanhando estes duas equipes em especial.

14- Na blogosfera você mantém um bom relacionamento com os outros blogueiros ou já teve algum desentendimento? E você está contente com os blogues de conteúdo esportivo ou futebolísticos que você encontra na grande rede?

R: Meu relacionamente com os blogueiros, tanto parceiros ou não, sempre foi a melhor possível. Que eu me lembre, até hoje, nunca tive nenhum tipo de desentendimento com nenhum blogueiro, uma coisa que é muito positiva. Dentro desta imensa blogosfera, acho que tem espaço para todos que quiserem emitir sua opiniões, sem ressalvas. E, a cada dia que passa, vejo mais e mais blogs com muita qualidade de conteúdo, o que me deixa muito feliz e orguhosos de fazer parte deste nosso "mundinho".

15- Há pouco tempo o sul do Brasil novamente sofreu com grandes temporais e a sua cidade Brusque-sc foi atingida e você até mencionou que perdeu algumas coisas. Como foi que vocês superaram isso e qual foi a intensidade desses estragos na sua cidade?

R: Rodrigo, a pouco mais de um mês a região do Vale do Itajaí viveu mais uma vez uma situação infernal, de calamidade pública e de destruição. Muitas cidade foram atingidas, e a minha, Brusque, foi das que mais sofreu com este desastre natural. A enchente levou muitos sonhos embora. A água atingiu mais de um metro dentro da minha casa, minha familia precisou ser resgatada, posso dizer que foi a pior experiência da minha vida. Perdemos muitas coisas, a dificuldade foi enorme, mas, aos poucos, vamos colocando as coisas em ordem e tomando a normalidade da vida, porque a bola precisa continuar a rolar. Os acontecimentos a nossa vida fazer nós darmos mais valor as coisas que temos e principalmente a nossa família.

16- Não sabia que você tem um irmão gêmeo. Fiquei sabendo há pouco tempo vendo tuas fotos quando estava pesquisando sobre você e aí como é ter uma pessoa igual a você? E a pergunta que sempre os curiosos fazem: Vocês já "trocaram" de lugar em situações como provas escolares, namoradas, emprego, dentre outras coisas?...

R: Olha, Rodrigo, com certeza é estranho ter uma pessoa "igual" a você. As brincadeiras e comparações existem, mas, graças e Deus, me dou muito bem com ele, que, assim como eu, é apaixonado por futebol. E, em relação a pergunta e de "trocas", nunca fizemos, até porque, quem nos conhece, sabe diferenciar muito bem quem é quem, pois, apesar de sermos gêmeos, somos bem diferentes.

17- O Vasco comeceu 2011 muito ruim mesmo das pernas e se sobressaiu na Copa do Brasil ao alcançar o título inédito e com o treinador Ricardo Gomes o time teve outra cara e é um dos fortes candidatos a conquistar o Brasileirão 2011. Qual é sua expectativa para esse fim de campeonato?

R: A minha expectativa é igual a de qualquer torcedor vascaíno: a de conquistar o pentacampeonato brasileiro. Como você citou, o Vasco teve o pior início de ano se sua história, correndo risco de rebaixamento no Campeonato Carioca. Mas, depois de chegada de Ricardo Gomes e de alguns reforços, a equipe ganhou outra forma, outra filosofia de trabalho. As peças se encaixaram, Ricardo soube comandar e também controlar os brios e os egos da equipe, formou um time de muita qualidade e chegou ao título da Copa do Brasil. E, mesmo assim, o cruzmaltino não era considerado como um dos favoritos ao título brasileiro. Porém, superando todas as incertezas, a equipe continua forte na disputa, mesmo sem Ricardo. O Brasileirão é um campeonato muito disputado e nivelado, não dá brechas para erros. O Vasco tem time para chegar e ganhar, mas os adversários também tem muitas condições.

18- Ricardo Gomes sofreu um AVC e se recupera e fica a dúvida sobre a volta dele ou não para comandar o time. Você acha que o Ricardo Gomes deve retornar ao comando técnico do Vasco?

R: A expectativa não só da torcida vascaína, mas também de todas as torcidas, é de que Ricardo Gomes volte ao comando do Vasco no ano que vem, para a disputa da Libertadores da América. E eu acredito que isso será possível, pela grande força e recuperação que o treinador está tendo. Ricardo com certeza é uma peça fundamental neste quebra-cabeça cruzmaltino, que fez e está fazendo muito sucesso em 2011.

19- Para você qual é o time mais odiado do Brasil e qual o time mais amado ? Por que?

R: Falar do time mais amado do país é uma árdua tarefa, posi a variedade que equipes é enorme, além das escolhas das torcidas nos quatro cantos do Brasil. Mas o mai odiado posso dizer que o Corinthians, até por toda a mídia que a equipe possui, criando até um certo "ciúme" por parte das outras torcidas.

20- Seguem na internet várias piadas sobre o Vasco da Gama por causa da época recente em que por várias ocasiões foi vice do Flamengo e começaram a chamar de Vasco vice da Gama, dentre outros apelidos. Como você sendo vascaíno vê essas brincadeiras?

R: Como vascaíno fanático que sou, com certeza sofro muito com todas estas brincadeiras e zoações. Tenho que admitir que o Vasco tem granes dificuldades quando enfrenta o Flamengo em semifinais ou finais, uma coisa que até não tem muita explicação. Porém estas gozações fazem parte do mundo do futebol, e levá-las na brincadeira fazem parte do "flair play" tão buscado nos dias de hoje.

21- Em relação às torcidas organizadas, qual é a sua opinião sobre elas? Devem acabar, serem melhores fiscalizadas, serem cadastradas?...

R: Rodrigo, acho que as torcidas organizadas tem que ser realmente mais "organizadas", pois as torcidas proporcionam sempre um belo espetáculo nas arquibancadas, mas, dentro de todas estas torcidas, sempre existem "facções" que só estão dispostas a se meterem em confusões e criar problemas. Acho que deveria existir um combate maior contra estes grupos que se dizem torcedores, mas, na verdade, são bandidos dentro de torcidas que fazem o espetáculo nas arquibancadas.

22- Gabriel Campi, você costuma ir no estádio Augusto Bauer assistir aos jogos do Brusque aí em sua cidade? Qual é sua expectativa para o Brusque FC nos próximos anos?

R: Sou um grande prestigiador do Brusque FC. Sempre vou aos jogos a equipe no Estádio Augusto Bauer, grande patrimônio e palco de muitas histórias do futebol brusquense, tanto do Brusque FC como do Clube Atlético Carlos Renaux, detentor do estádio e a equipe de futebol mais antiga de Santa Catarina, que comemora seu centenário em 2013. Em relação ao Brusque FC, depois de alguns anos de dificuldades, uma nova diretoria assumiu o clube em 2008, fez a equipe voltar a elite do futebol catarinense e fez todo um trabalho de busca de patrocionadores e torcedores. Em 2010, o clube fechou contrato com uma grande rede de lojas aqui da cidade, a Havan, que investiu muito na equipe, e trouxe o tetracampeão do mundo Viola (ex-Corinthians, Palmeiras, Santos e Vasco) para jogar na equipe, que, nos mesmo ano, conquistou o tricampeonato da Copa SC e se classificou para a Copa do Brasil. Em 2011, mas uma vez o patrocionador trouxe um medalhão para a equipe. Deste vez, Aloísio Chulapa (ex-São Paulo e Vasco) chegou ao clube, deu mais resultados a equipe dentro de campo do que Viola, mas a expectativa de um excelente ano não se confirmou. Para ano que vem, a diretoria será modificada, e o torcedor brusquense fica no aguardo de como o time irá ser montada para as disputas em 2012.

23- Aqui no Brasil, infelizmente, não são respeitadas as execuções de 1 minuto de silêncio (que também nunca são 1 minuto,são muito menos) e do Hino Nacional - em que os torcedores não sabem cantar e além disso na hora do Hino fazem em algumas vezes é cantarem e entoarem gritos de guerras de torcidas organizadas! Qual é a sua opinião sobre tudo isso?

R: Olha, Rodrigo, sinceramente, este história do minuto de silêncio e do hino nacional nos estádios já passou todos os limites. Em relação ao minuto de silêncio, além do desrespeito e do pouco tempo de homenagem, estão sendo executadas estas "homenagens" para todo tipo de pessoa, tanto é que, em quase todas as partidas deste Brasileirão estamos tendo este tipo de situação, coisa que se torna até chata. Já o hino nacional brasileiro, além de ninguém respeitar mesmo, só deveria ser executado em jogos da seleção brasileira, onde o "patriotismo" é bem mais forte. Mas, hino nacional em campeonatos estaduais e também no Campeonato Brasileiro não combina, e isto já ficou evidente.

24- Eu não gosto de jogadores que caem somente ao encostar e aqueles que levam um tapinha e já se desmontam parecendo que foram atingidos por um caminhão. Essas simulações só atrasam as partidas, empobrece o futebol brasileiro, além de ser uma prática muito usual aqui, um verdadeiro círculo vicioso. Você concorda com isso?

R: Estou completamente com você, Rodrigo. Acho que nenhum torcedor do futebol mundial gosta de jogadores que também são "atores". Como você citou, isso só deixa o futebol que se é para jogar de lado, assim como prejudica o espetáculo. Aqui no Brasil a questão já é polêmica, mas no exterior a coisa é ainda mais forte, com os jogadores ficando marcados pela torcida quano tentam encenar ou fingir alguma coisa. Esta é uma questão a ser combatida dentro do futebol mundial.

25- Qual o melhor jogador do futebol brasileiro na atualidade?

R: Rodrigo, acho que atualmente no futebol brasileiro não temos um jogador que está se destacando sozinho ou está num patamar acima dos outros. Temos muitos bons jogadores que estão retornando para o futebol brasileiro depois de se destacarem na Europa, e isto só ajuda a melhorar o nível técnico do nosso futebol. Fato é que o Campeonato Brasileiro de 2011 está sendo caracterizado por um nível técnico de futebol acima das últimas edições. Podemos destacar alguns nomes, como Ronaldinho Gaúcho, Neymar, Montillo, Leandro Damião, entre outros, mas o nível técnico do futebol brasileiro é o que importa.

26- Como você acha que será o andamento das obras para a Copa de 2014? Será que iremos fazer feio? Pois estamos passando por vários atrasos, problemas , polêmicas e em geral a desconfiança é grande.

R: Eu acho que o nosso país vive momentos de grande desorganização em relação a Copa do Mundo de 2014. O torcedor brasileiro infelizmente já se acostumou com toda a falta de organização dos nossos dirigentes, que planejam muito mal os eventos que realizam, se um bom planejamento e vivendo com problemas, imprevistos e, é claro, atrasos. Os estádio estão na pauta maior, só que temos maiores dificuldades, principalmente com segurança e com a questão de aeroportos, além de hotelaria, tranposrtes terrestres, estradas e tudo mais. A tensão e a preocupação é muito grande, com certeza, a Fifa vem fazendo constantes alertas, e a imagem do Brasil já está sendo "queimada" lá fora. Porém, acho que, mesmo diante este panorama desfavorável, o nosso país fará um bom papel de anfitrião daqui a três anos.

27- Cidades como Belém, Goiânia e Florianópolis não foram incluídas para serem sedes da Copa de 2014 e outras que não são tão tradicionais foram escolhidas.É o caso de Manaus, Cuiabá e Natal. Até onde na sua opinião a política influenciou nessas escolhas esquisitas para sediarem o Mundial?

R: Não só a parte política, mas também outras partes tiveram uma grande influência na escolha das sedes para o Mundial. Como você citou, cidades como Belém e Goiânia não poderiam ficar de fora desta lista de jeito nenhum. Manaus acabou sendo incluída no lugar da capital paraense por contra da Amazônia, e Cuiabá foi escolhida ao invés de Goiânia pelo Pantanal. Assim, as questões geográficas do nosso país acabaram ficando a frente da questão futebolística da coisa, o que até por um lado é bom para os turistas, que apreciarão as belezes naturais do Brasil, só que por outro lado acaba sendo muito injusto pro conta destas cidades não terem muita expressão no futebol. A questão política pesou bastante, e, infelizmente, a questão do esporte acabou sendo deixada de lado.

28- Você acredita que algum time dos denominados grandes caiam este ano para a Série B? Pois temos clubes de grandes torcidas como o Cruzeiro, Atlético-MG, Atlético-PR e Bahia que estão lutando para não cair.

R: Olha, Rodrigo, é muito difícil a gente conseguir palpitar neste Campeonato Brasileiro com tantas surpresas e tão disputado como o deste ano. Estes quarto times estão vivendo uma grande irregularidade deste o início da competição, com troca de treinadores, problemas internos e dentro de campo não estão conseguindo traduzir tudo o que se espera. O destaque vai para o mau momento do futebol mineiro, que, além do América-MG, praticamente já rebaixado, tem Cruzeiro (surpreendentemente numa complicada situação) e Atlético-MG em fases horríveis. O Bahia vem conseguindo seus resultados, e o Atlético-PR so consegue jogar bem dentro de casa, e mesmo assim perdeu muitos pontos na Arena da Baixada. Não podemos esquecer também do Ceará. Mas a minha opinião é a de que, dentre estes quatro denominados grandes citados, Atlético-PR e Atlético-MG caiam para a segunda divisão.

29 - O Santos disputará o Mundial de Clubes em dezembro, e como você diz que torce para o Barcelona-ESP, você acredita que o Santos conseguirá superar o bom e badaladíssimo elenco do time catalão? Quais são as suas apostas para este Mundial?

R: Não vou pelo meu lado torcedor e admirador do Barcelona, mas eu acho que nenhuma equipe do mundo hoje consegue superar o time de Messi e cia. A forma como o time catalão joga é impressionante, toque de bola rápido, envolvenete, equipe cerebral do goleiro ao ponta-esquerda, meio-de-campo genial, que uni a coletividade e entrosamento da equipe com o talento indiviual de seus jogadores. Mesmo bem preparado e com um time excelente, o Santos terá uma árdua missão enfrentando o "campeão de tudo". Acho que o peixe não conseguirá domar o Barça, mas vamos conferir, o Mundial de Clubes já proporcionou muitas zebras, porque não acontecer mais uma, hein? Quem sabe.

30- Gabriel Campi,muito obrigado mesmo em participar desta entrevista e desulpe-me pela demora e pela espera que você foi submetido, pois devido ao tempo não pudemos entrevistá-lo anteriormente. Espero que tenha gostado das perguntas ,tentamos mesclar aqui perguntas sobre o seu blog, sobre você e suas opiniões sobre o mundo do futebol para que os internautas conheçam um pouco mais de ti.Valeu por participar e mais uma vez, obrigado!

R: Rodrigo, primeiramente gostaria de pedir desculpas pela demora no envio das respostas, assim como você, meu tempo está muito curto. Mas, aos poucos, vamos tocando o barco em frente, comentando futebol e prestigiando nossos amigos. Muito obrigado pela entrevista, é sempre uma honra poder ser entrevistado por um grande parceiro como você, que sempre está melhorando seu conteúdo. Gostei muito da entrevista, queria te dar os parabéns pelas perguntas, muito bem elaboradas e estudadas. Muito obrigado e vamos em frente!

===============================================================

Pois bem, amigos, mais um final de semana chegando e mais uma rodada do Campeonato Brasileiro que vai rolar. E o "Bolão Na Veia" continua firme em busca de palpites certeiros. Na última rodada, a 30ª, tivemos um aproveitamento de cinco resultados acertados, ou seja, 50% de "precisão". Desempenho regular. E, para estam 31ª rodada, a expectativa é igual a de qualquer rodada do Brasileirão daqui pra frente. Muita disputa, emoção e equilíbrio. Nesta reta final, começam a aparecer também os já conhecidos "Fiéis da Balança", equipes que, apesar de não buscarem muita coisa na competição, podem definir o rumo dela, complicando ou favorecendo a vida de quem ainda busca algum objetivo. Nesta rodada, os destaques ficam para os confrontos entre Fluminense x Atlético-MG, Internacional x Corinthians e Flamengo x Santos. Então, vamos palpitar. Abaixo os palpites para a 31ª rodada do Campeonato Brasileiro:

Sábado, 18h, Arena do Jacaré - América-MG 1x2 Grêmio
Sábado, 18h, Ressacada - Avaí 2x2 Botafogo
Sábado, 18h, Engenhão - Fluminense 2x0 Atlético-MG
Sábado, 18h, Canindé - Palmeiras 1x1 Figueirense
Domingo, 16h, Morumbi - São Paulo 3x1 Coritiba
Domingo, 16h, Beira-Rio - Internacional 1x1 Corinthians
Domingo, 16h, Arena da Baixada - Atlético-PR 2x0 Ceará
Domingo, 16h, Pituaçu - Bahia 0x1 Vasco
Domingo, 18h, Engenhão - Flamengo 2x2 Santos
Domingo, 18h, Arena do Jacaré - Cruzeiro 2x1 Atlético-GO

Palpitem nos comentários!

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Fabuloso e vexame na Sul-Americana, e triunfo praiano no Brasileirão.

Nesta quarta-feira não tivemos uma rodada completa do Campeonato Brasileiro. Mesmo assim, a bola rolou pelos gramados do nosso país, envolvendo o Brasileirão e também a Copa Sul-Americana, com duas equipes brasileiras entrando em campo.

Vamos começar falando de Copa Sul-Americana, que teve na noite de ontem duas equipes nacionais jogando as partidas de ida da fase de oitavas-de-final da competição continental. São Paulo e Flamengo atuaram, ambos com seus times titulares, mesmo com o Brasileirão rolando simultaneamente. Um venceu de forma apertada, e o outro proporcionou um verdadeiro vexame para sua torcida.

Vamos falar primeiro do vitorioso, o São Paulo. O time paulista recebeu o Libertad-PAR no Morumbi e, mesmo encontrando muitas dificuldades, conseguiu vencer e obter a vantagem para o jogo de volta. Ainda sem um novo treinador, o tricolor, desde os primeiros minutos de partida, encontrou muitos problemas para penetrar na defesa paraguaia, que visivelmente tinha uma proposta de contra-ataque. O São Paulo tinha mais posse de bola, mas quase não criava chances. Então, na segunda etapa, o interino Milton Cruz promoveu mudanças, que fizeram a equipe ficar mais "aguda" na frente.

Porém, o jogo continuava muito complicado. Então, coube a Luís Fabiano ser o "salvador" do time. Depois de jogada de Dagoberto, o fabuloso recebeu, dominou no peito e soltou uma bomba no gol de Medina, que nada pode fazer. Primeiro gol de Luís no retorno ao país, gol que deu a vitória ao São Paulo, que agora tem a vantagem para o jogo de volta, no próximo dia 26 de outubro, em Assunção. Com muitas dificuldades, o tricolor conseguiu vencer, e agora espera que Luís Fabiano desencante de vez, para ajudar a equipe a chegar longe na Sul-Americana e também no Campeonato Brasileiro.

No Engenhão, o Flamengo enfrentou o Universidad de Chile. E nem o mais pessimista torcedor rubro-negro esperava um desempenho e um resultado como foram vistos. Uma sonora e maiúscula goleada dos chilenos, que proporcionaram um grande vexame para o Fla. O primeiro tempo foi caracterizado pela imensa apatia dos cariocas, que viram os visitantes terem o domínio da bola e do jogo. Os chilenos entravam no campo defensivo flamenguista como bem entendiam, criavam inúmeras jogadas e davam trabalho para o goleiro Felipe. Logo saiu o primeiro gol, com Rojas. Minutos depois, Airton foi justamente expulso, depois de entrada desleal. E, para piorar ainda mais o panorama rubro-negro, o Universidad ainda ampliou o placar, com dois gols de Vargas. E isso tudo somente no primeiro tempo.

Na etapa final, quando se esperava pelo menos alguma reação, o Flamengo permaneceu com a postura da primeira etapa: apático, assustado e sem conseguir criar jogadas, e ainda via o adversário continuar pressionando em busca de mais gols. Lorenzetti ainda marcou o quarto do Universidad, que ainda desperdiçou uma penalidade máxima, defendida por Felipe, teve um jogador expulso e mais um pênalti não marcado. O vexame rubro-negro poderia ter sido ainda maior. Pelo que todos perceberam, parecia que o time havia entrado em campo sem muito interesse, "desprezando" a competição. Fatos estes que podem justificar a grande apatia de todos os jogadores. Vale ressaltar que o Fla jogou com o time titular. Isso preocupa a torcida rubro-negra, que espera que este golpe não afete a equipe para a rodada do final de semana do Campeonato Brasileiro.

Pra finalizar, vamos falar de Brasileirão. Nesta quarta-feira tivemos a realização de uma partida atrasada da 21ª rodada da competição. Santos e Botafogo jogaram uma partida que poderia levar o time carioca a liderança do campeonato. Porém, o peixe se impôs dentro de casa e, comandados pelos seus dois principais jogadores atualmente (Neymar e Borges) conseguiu a vitória, se afastou da parte debaixo da tabela e ainda ajudou as equipes que estão na briga pelo título. Na primeira etapa, o time da Vila Belmiro passeou em campo. Logo no começo, Neymar fez um golaço, depois de se desvencilhar da marcação e chutar de bico no canto de Jeferson. Mais tarde, Borges girou e finalizou, acertando um lindo chute e fazendo outro belo gol. Perdido dentro de campo, o fogão até melhorou no primeiro tempo, mas não conseguiu assustar muito o gol do goleiro Rafael.

Na segunda etapa, Caio Júnior mexeu na equipe, e o Bota impôs pressão pra cima dos santistas, que tentavam encaixar seus contra-ataques. Porém, apesar do "povoamento" dos botafoguenses no campo de defesa do peixe, as oportunidades não foram muitas agudas, o que fez a partida terminar mesmo no 2 a 0 e com o triunfo do Santos, que agora afasta quase que completamente o risco de rebaixamento. Voltando a mostrar um ótimo futebol, o peixe começa a se preparar para o Mundial de Clubes da Fifa, no final do ano. Já o Botafogo, depois de duas boas vitórias, sofre um revés e perde a oportunidade de assumir a liderança do Brasileirão. O time de General Severiano não conseguiu repetir as atuações das últimas partidas, sendo dominada pelo Santos. Agora, o Botafogo junta os cacos para a próxima rodada do Brasileiro.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Brasileirão, Segundona, Kaká e o Risco 2014

Amigos, neste meio de semana tivemos e ainda teremos alguns destaques que merecem ser publicados, envolvendo desde a Série B do Campeonato Brasileiro até a Copa do Mundo de 2014. Então, nada melhor que uma edição de "Curtinhas", para deixar tudo explicado, informado e resumido. Vamos lá:

- Lusa é Série A

Nesta terça-feira, como já é de costume, tivemos rodada cheia na Série B do Campeonato Brasileiro. E a rodada praticamente confirmou a volta da Portuguesa a elite do futebol nacional. No Canindé, a lusa bateu o Vitória por 3 a 2, continua numa imensa lua-de-mel com sua torcida. Comandada pelo atacante Edno, que, depois por passagens fracassadas por alguns grandes, retornou ao clube e reencontrou sue bom futebol, a Portuguesa agora fica a 16 pontos do quinto colocado Sport, primeira equipe fora do G-4. Ainda restam 21 pontos a serem disputados, mas a lusa já pode se considerar na Série A de 2012.

Porém, a luta pelas outras três vagas continua. A segunda colocada, Ponte Preta, empatou com o Bragantino, mas manteve sua colocação. Quem subiu foi o Náutico, que bateu o Vila Nova e assumiu a terceira colocação, que antes era do Americana, que acabou perdendo para o Goiás. Sport, Boa Esporte, Bragantino e Criciúma ainda continuam na briga pelo G-4, apesar de a Série B estar muito disputada nesta temporada, com uma margem de pontos muito pequena entre a parte de cima e de baixo da tabela. Lutando para fugir da terceirona, estão Guarani, Icasa, Goiás e São Caetano, além de algumas outras equipes que continuam em risco. O bugre é o primeiro ocupante do Z-4, que já tem o Duque de Caxias rebaixado e Salgueiro e Vila Nova praticamente na Série C.

- Peixe x Fogão

E, como não poderia ser diferente, neste meio de semana teremos Campeonato Brasileiro. Não com mais uma rodada, mas sim com a realização de um jogo atrasado, o último desta desagradável "lista". Santos e Botafogo jogam na Vila Belmiro, partida válida pela 21ª rodada do Brasileirão. Sem muitos objetivos e muito inconstante na competição, o peixe tenta sair da fase ruim que vive no Brasileiro, para tentar pelo menos acabar o campeonato em boa fase, para chegar forte na disputa do Mundial de Clubes no final do ano. Com o time praticamente completo, Muricy Ramalho promete complicar a vida do Botafogo, que está na briga pelo título do Brasileirão. Se vencer a partida de hoje, o alvinegro carioca chega a liderança, com 55 pontos, um a frente de Corinthians e Vasco. O fogão encara o jogo como uma verdadeira decisão. Para a partida, Caio Júnior terá apenas um desfalque: o volante Renato, ex-peixe, cumpri suspensão e está fora. O restante da equipe está a disposição. Promessa de um grande jogo na Vila Belmiro, que vale o primeiro lugar na classificação do Campeonato Brasileiro.

- Fla na Sul-Americana

E, como não temos rodada do Campeonato Brasileiro neste meio de semana (apenas o confronto atrasado relatado acima), teremos uma equipe brasileira entrando em campo pela Copa Sul-Americana. O Flamengo enfrenta nesta quarta-feira o Universidad de Chile, no Engenhão, no jogo de ida da fase de oitavas-de-final da competição continental. Tentando "esquecer" por um momento o Brasileirão, o técnico Vanderlei Luxemburgo entrará com sua força máxima em campo, incluindo os principais destaques da equipe, Thiago Neves e Ronaldinho Gaúcho. Um fato interessante deste duelo é que o rubro-negro reecontrará seu algoz na Taça Libertadores do ano passado. O Universidad eliminou o time brasileiro da competição naquela oportunidade, onde até então era comandada por um ainda desconhecido meia argentino Montillo, que mais tarde faria sucesso aqui no Brasil. As duas equipes vivem boa fase, e são fortes candidatas ao título da Sul-Americana, que dá ao campeão uma vaga na Libertadores de 2012. Confronto bastante interessante nesta quarta-feira.

- O Príncipe está voltando

Neste último mês, o torcedor brasileiro pode comemorar o retorno de um craque do nosso futebol. Depois de um longo período fora dos gramdos, por conta de diversas lesões, o meia Kaká voltou a campo, e o melhor, muito bem. Aos poucos, o príncipe vai retornando a sua forma. No Real Madrid, ele ainda não é titular, mas, nos jogos em que atuou, fui muito bem. Gols, assistências e sua tradicional arrancada, características do jogador, estão cada vez mais aguçadas. Kaká está reencontrando seu bom futebol novamente. A torcida fica para que ele não enfrente novas lesões, que consiga uma boa sequência nesta temporada, e consequentemente retorne a seleção brasileira. Kaká tem muito potencial para isso. Vamos torcer e aguardar.


- O risco 2014

Para finalizar esta edição de "Curtinhas", o fato mais triste e preocupante deste meio de semana: as acusações e denúncias por parte de dirigentes envolvidos com a organização da Copa do Mundo de 2014. Primeiramente, o presidente da CBF e do Comitê Organizador Local do Mundial, Ricardo Teixeira, que está sendo investigado pela Fifa e pela Polícia Federal por ser suspeito de crime de lavagem de dinheiro em "Paraísos Fiscais", envolvendo também integrantes da Fifa. As denúncias contra Ricardo Teixeira já foram anunciadas a algum tempo, mas o presidente da Fifa, Joseph Blatter, promete divulgar em breve documentos que provariam que alguns dirigentes da entidade receberam propinas, o que comprometeria Teixeira, já que ele e o ex-presidente da Fifa João Havelange comandavam uma "empresa de faixada", onde Teixeira teria recebido mais de 16 milhões de reais referentes a lucrativas parcerias de comercialização de direitos de transimissão e anúncios de publicidade da Copa do Mundo.

E, mais recente, o Ministro dos Esportes, Orlando Silva, foi acusado em um esquema de corrupção. Com isto, a presidente Dilma Rousseff optou por afastar o ministro e assumiu as relações referentes ao Mundial de 2014, para evitar um maior desgaste. Diante destes dois lamentáveis episódios, a Fifa anda com o olho bem aberto no Brasil, que ainda está muito atrasado em relação ao cronograma da entidade para a Copa. Nada satisfeita, a Fifa pressiona ainda mais o nosso país, que vive um momento de turbulência, com denúncias, atrasos e muitos problemas nos bastidores. A falta de organização por parte do governo brasileiro é enorme até agora. Porém, todos esperam neste momento uma progressiva melhora na organização do Mundial, com a interação maior do governo federal com a Fifa, para enfim podermos nos tranquilizar quando o assunto é Copa do Mundo de 2014 no Brasil.

domingo, 16 de outubro de 2011

A incessante briga pelo título brasileiro

Neste final de semana tivemos a realização da 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. E os dez jogos que foram realizados no sábado e no domingo tiveram uma coisa em comum: as equipes que estão lutando pelo título brasileiro venceram, exceto o São Paulo (que perdeu e teve seu técnico demitido), e, com isto, os times que lutam contra o rebaixamento estão cada vez mais afundados.

A parte de cima da tabela não teve muitas mudanças, já que quase todos os times que brigam pela taça do Brasileirão venceram nesta rodada. O líder continua sendo o Corinthians, que foi até a Arena do Jacaré e venceu o Cruzeiro. Paulinho fez o único gol do jogo, partida equilibrada durante todo o tempo, que teve ainda o argentino Montillo perdendo pênalti e desperdiçando a chance de empate da raposa, que segue afundado num jejum de 11 jogos sem vitória, a um ponto de entrar no Z-4. O timão chega aos 54 pontos, mesmo número do Vasco, que também venceu. Definindo o jogo nos 20 primeiros minutos, o cruzmaltino fez 2 a 0 no Atlético-MG com gols de Élton e Fágner e se mantém empatado com o timão na liderança, perdendo apenas no número de vitórias. O time da Colina voltou a vencer e convencer neste Brasileiro, e fez o galo permanecer na zona da degola, desperdiçando também a chance de sair a zona. O terceiro colocado, Botafogo, venceu mais uma e continua embalado. O alvinegro bateu o Atlético-PR no Engenhão. Antônio Carlos e Loco Abreu marcaram, e mantiveram o fogão na briga pela taça, que tem na próxima quarta-feira a chance de chegar a liderança do Brasileirão. Se vencer o Santos no jogo atrasado da 21ª rodada, o time de General Severiano chega ao primeiro lugar. Já o Atlético-PR segue ameaçadíssimo de rebaixamento.

O Flamengo também venceu. No sábado, o time venceu o Ceará fora de casa e espantou de vez a equipe que "assombrou" o time neste ano. Deivid marcou o único gol da vitória rubro-negra, que teve Ronaldinho Gaúcho expulso e reclamação por parte dos cearenses, que correm risco de rebaixamento. O Fla segue na disputa pela taça. Assim como o Fluminense, que segue numa crescente muito interessante na competição. A equipe venceu o Palmeiras no Canindé, contando mais uma vez com os gols do artilheiro Fred, que marcou os dois da vitória contra o verdão. O Palmeiras, aliás, já ocupa a 12ª colocação e se afastou muito da briga por uma vaga na Libertadores, permanecendo numa baixa que parece não ter fim. Já o Flu ainda busca o bicampeonato brasileiro. O Internacional ainda tem chances detítulo apesar de muito remotar, mas o colorado ainda não desistiu da taça e também da vaga na Libertadores. O time venceu o Avaí por 4 a 2, onde esteve duas vezes atrás do placar, buscou a virada e conseguiu um importante resultado. O time do Beira-Rio está a sete pontos do líder Corinthians, e a três do G-5, e está na sétima posição. O Avaí permenece na penúltima colocação, muito ameaçado.

Dentre os líderes, o único que perdeu na rodada foi o São Paulo. O tricolor enfrentou o Atlético-GO no Serra Dourada e foi derrotado. O dragão venceu por 3 a 0, encontrando facilidade principalmente na segunda etapa, onde conseguiu matar o jogo e garantir mais uma vitória sobre um grande que disputa as primeiras colocações na tabela. O time goiano sobre para o 10ª lugar, enquanto o São Paulo perde o lugar no G-5. Ao término da partida, a direção da equipe anunciou que Adílson Batista não comandará mais o time. O treinador, que desde quando chegou ao Morumbi não convenceu a ninguém, deixa o clube com um desempenho muito ruim. Agora, o tricolor corre atrás de um novo técnico para tentar chegar a vaga na Libertadores e, quem sabe, ao título brasileiro. Ainda tentando chegar ao G-5, o Figueirense venceu o lanterna América-MG e segue embalado, enquanto o coelho está praticamente rebaixado. Na Vila Belmiro, o Grêmio venceu o Santos com gol de Escudero, em jogo de duas equipes sem muitas pretenções na competição, apesar do tricolor gaúcho ainda buscar a vaga no G-5. Pra fechar, no duelo no Couto Pereira, em um jogo muito fraco, Coritiba e Bahia ficaram no empate sem gols. Enquanto o Coxa segue no meio da tabela, os baianos buscam ainda se livrar de vez do perigo de rebaixamento.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Resumaço do meio de semana do Brasileirão e "Bolão Na Veia" - 30ª rodada

Neste meio de semana tivemos a realização de mais uma rodada do Campeonato Brasileiro. A 29ª da competição teve como destaques os tropeços de alguns líderes e a aproximação das equipes que estão em ascensão na tabela de classificação, além da briga contra o rebaixamento, que continua pegando fogo. Vamos fazer um breve resumo da rodada que se passou, já visando a 30ª que vem por aí neste final de semana.

Como já foi falado acima, os líderes da competição acabaram tropeçando nesta última rodada. Corinthians e Vasco, primeiro e segundo colocados na classificação, respectivamente, não conseguiram vencer, deixando brechas para as equipes de trás chegarem junto na briga pelo título brasileiro. O timão recebeu o Botafogo num confronto direto pela taça. E deu fogão. Jogando muito bem, mesmo com um jogador a meno durante todo o segundo tempo, o alvinegro carioca bateu o paulista fora de casa e colou de vez na disputa pelo primeiro lugar na tabela, ficando a apenas dois pontos do próprio Corinthians e do Vasco, que foi até Curitiba e conseguiu um empate contra o Atlético-PR. Depois de estar perdendo por 2 a 0, o cruzmaltino foi buscar o empate na segunda etapa, e igualou o timão na liderança, perdendo apenas pelo número de vitórias.

Dois times que vem em seguida na tabela também tropeçaram. São Paulo e Flamengo não saíram de empates nos seus jogos e viram o Fluminense se aproximar. O Fla ficou no 1 a 1 com o Palmeiras, no Engenhão, e, depois de uma sequência de bons resultados, perdeu a chance de chegar ainda mais perto do topo da tabela. O resultado também acabou sendo ruim para o verdão, que se distancia muito do G-5 da Libertadores, e passa por uma crise interna e externa que parece não ter fim. Já o São Paulo ficou no 0 a 0 com o Internacional, e, assim como o Flamengo, perdeu a oportunidade de se aproximar ainda mais de Corinthians e Vasco na liderança. Resultado também que foi ruim para o Inter, que deixou de se aproximar do G-5. Porém, tanto Flamengo como São Paulo (empatados na tabela), continuam com plenas chances de chegaram a taça do Brasileirão.

E, assim como ambos tem chances em comum, ambos também viram o Fluminense colar na disputa por um lugar mais alto na classificação. Contando com um inspiradíssimo Fred, que marcou os três gols da vitória contra o Coritiba, o tricolor carioca está deixando a irregularidade de lado para tentar chegar ao bicampeonato brasileiro. O Coxa, com a derrota, vê as chances de chegar ao G-5 diminuírem. E quem vê elas aumentarem é o Figueirense, que foi até o Olímpico de fez um verdadeiro "crime" contra o Grêmio. O time catarinense fez 3 a 1 e chegou ao oitavo lugar na classificação, ainda sonhando com uma vaga na Libertadores do ano que vem. Objetivo comum tem o Grêmio, mas que vê agora seu caminho ficar mais complicado. Falamos agora de insessante briga contra o descenso, que já ganhou contornos de drama neste Brasileirão. Na Ressacada, o Avaí perdeu uma ótima chance de se aproximar da saída do Z-4, e apenas empatou com o Atlético-GO em 2 a 2, resultado que mantém o leão da ilha na penúltima colocação. Já o dragão permanece na parte mediana da tabela.

O lanterna América-MG sapecou o Ceará por 4 a 1 e ganhou um fôlego extra para tentar escapar da degola, coisa que parece ser difícil, mas não impossível neste Brasileiro tão disputado. O Ceará, antes tranquilo, agora já está beirando a degola. O Atlético-PR, outra equipe no Z-4, ficou no empate contra o Vasco, como já foi citado, e permanece vivo na disputa. O primeiro time na zona, o Atlético-MG, se recuperou e fez as pazes com a vitória. Venceu o Santos por 2 a 1 e agora fica a um ponto do rival Cruzeiro, primeira equipe fora do Z-4. O peixe, aliás, que não aspira mais nada no Brasileirão, teve sua estrela expulsa de campo na partida de quinta. Neymar mais uma vez teve uma atitude não compreensível pela torcida e pelo técnico Muricy Ramalho e foi expulso de forma boba. Ainda na briga contra o descenso, Bahia e Cruzeiro ficaram no 0 a 0 em Pituaçu, resultado que mantém as equipes ainda em perigo, com mais riscos para a raposa, que parece não conseguir se recuperar na competição. Esta foi a 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Passada a 29ª rodada, mais uma está por vir neste final de semana. A 30ª do campeonato reserva muitas emoções e surpresas para as torcidas e equipes, para todas as partes da tabela. E, como não poderia deixar de faltar, o nosso "Bolão Na Veia" vem mais uma vez, para tentar desvendar os "mistérios" deste Brasileiro tão equilibrado (coisa que está ficando cada vez mais difícil). Os destaques deste rodada ficam por conta de Palmeiras x Fluminense, Cruzeiro x Corinthians e Vasco x Atlético-MG. Vamos então aos palpites para a 30ª rodada do Campeonato Brasileiro:

Sábado, 18h, Orlando Scarpelli - Figueirense 2x0 América-MG
Sábado, 18h, Presidente Vargas - Ceará 1x2 Flamengo
Domingo, 16h, Canindé - Palmeiras 1x1 Fluminense
Domingo, 16h, Vila Belmiro - Santos 3x2 Grêmio
Domingo, 16h, Beira-Rio - Internacional 3x1 Avaí
Domingo, 16h, Arena do Jacaré - Cruzeiro 1x1 Corinthians
Domingo, 16h, Engenhão - Botafogo 2x0 Atlético-PR
Domingo, 18h, São Januário - Vasco 2x1 Atlético-MG
Domingo, 18h, Couto Pereira - Coritiba 3x0 Bahia
Domingo, 18h, Serra Dourada - Atlético-GO 2x2 São Paulo

Pois bem, amigos, vamos a eles: palpitem nos comentários!

terça-feira, 11 de outubro de 2011

"Bolão Na Veia" - 29ª rodada

Salve, salve, amigos e visitantes do Futebol Na Veia. Nesta semana de feriadão de 12 de outubro teremos a realização de mais uma rodada do Campeonato Brasileiro. E, como não poderia faltar, os nossos palpites estão presentes mais uma vez, firmes e fortes (mesmo não estando tão precisos nestas últimas parciais...). Mas continuamos na luta!

Na última rodada, a 28ª, do último final de semana, tivemos mais uma vez um aproveitamento muito aquém do idela. Apenas três resultados acertados. E quem venceu o "Bolão Na Veia" da 28ª rodada foi o amigo Giovani Mattiollo, do blog "Sangue Azul",que, assim como este blogueiro que vos fala, acertou três resultados dos nove possíveis.

29ª rodada de Campeonato Brasileiro, exatamente faltando dez rodadas para o término da competição mais disputada do planeta, e que neste ano está mais acirrada do que nunca. Os resultados da última rodada fizeram principalmente a parte de cima da tabela ter muitas alterações, porém, a margem de pontos das equipes uma em relação as outras é muito pequena, o que faz todos pensarem que, nesta rodada, teremos novas alterações. A parte de baixo da tabela também não está deixando a desejar. Mesmo quem está mais para trás ainda tenta se reerguer, ganhar um fôlego e partir com tudo para a briga contra o descenso.

A 29ª rodada do Brasileirão tem como destaques os confrontos entre São Paulo x Internacional, Flamengo x Palmeiras e Corinthians x Botafogo, todos estes duelos envolvendo as primeiras colocações na classificação, além de Fluminense x Coritiba, jogo que envolve duas equipes que lutam por vaga na Libertadores do ano que vem. Pois bem, com todas estas disputas envolvendo os dois extremos da tabela, vamos a eles: os palpites para mais uma rodada de Brasileirão:

Quarta-feira, 16h, Arena Barueri - São Paulo 2x1 Internacional
Quarta-feira, 16h, Ressacada - Avaí 3x2 Atlético-GO
Quarta-feira, 16h, Arena do Jacaré - América-MG 1x1 Ceará
Quarta-feira, 16h, Olímpico - Grêmio 2x0 Figueirense
Quarta-feira, 21h50, Pacaembu - Corinthians 3x1 Botafogo
Quarta-feira, 21h50, Pituaçu - Bahia 2x1 Cruzeiro
Quarta-feira, 21h50, Engenhão - Flamengo 1x0 Palmeiras
Quinta-feira, 20h30, Engenhão - Fluminense 2x0 Coritiba
Quinta-feira, 20h30, Arena da Baixada - Atlético-PR 0x1 Vasco
Quinta-feira, 20h30, Arena do Jacaré - Atlético-MG 2x2 Santos

Vamos palpitar nos comentários, amigos!

domingo, 9 de outubro de 2011

O fechamento da 28ª rodada do Brasileirão

Neste domingo tivemos o fechamento da 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Seis partidas finalizaram mais uma rodada do Brasileirão. Começaremos falando do clássico paulista, disputado na Vila Belmiro, onde o Santos bateu o Palmeiras e voltou a vencer no campeonato. Num jogo bem fraco tecnicamente, onde os dois times se preocupavam em defender do que atacar, o peixe voltou melhor na segunda etapa, pressionou o verdão e conseguiu furar o bloqueio. O artilheiro Borges marcou de cabeça e marcou o único gol da vitória santista, que manteve a equipe no meio da tabela, sem muitos objetivos neste Brasileiro. Já o Palmeiras permanece sem vencer, e vê a vaga na Libertadores ficar mais distante. No Beira-Rio, o Internacional venceu o Vasco de uma forma muito , maiúscula e ainda sonha com uma vaga na Taça Libertadores do ano que vem. Jogando muito bem, o colorado envolveu facilmente os jogadores vascaínos, que, desde os primeiros minutos de partida, nao conseguiram jogar em nenhum momento. O gol dos donos da casa só sai na primeira etapa por conta de Fernando Prass. Porém, no segundo tempo, não teve jeito. D'Alessandro, Índio e Tinga marcaram os gols a vitória dos gaúchos, que chegaram aos 43 pontos, e permanecem lutando pelo G-5. O Vasco, com a derrota, perde a liderança do Brasileiro para o Corinthians, mas continua na briga, um ponto atrás do rival.

No Engenhão, o clássico Fla-Flu foi digno da grandeza dos dois clubes e das posições das equipes na tabela. Com polêmicas, gols e muita emoção, o time rubro-negro acabou ficano com a vitória e subindo na tabela, voltando ao G-5 e na briga pelo título. Num jogo cheio de reviravoltas, as duas equipes fizeram um clássico quente e polêmico. A primeira etapa foi muito estudada, com marcação aguçada dos dois lados. Mas os gols saíram, um para cada lado. Rafael Sóbis marcou para o tricolor, enquanto Thiago Neves para o urubu. No segundo tempo, alterações feitas pelos dois treinadores, o Flu melhorou e chegou ao segundo gol com Lanzini. Só que Botinelli, que havia entrado, resolveu ser o salvador da pátria flamenguista. Em três minutos, ele empatou e virou o jogo, com dois golaços de longa distância, dando assim a vitória para o rubro-negro, que agora ocupa a quarta colocação, com 47 pontos, voltando a disputa do título brasileiro. Já o Fluminense cai para sexto, sai do G-5, e vê a taça um pouco mais distante.

No Pacaembu, o torcedor corintiano teve muitos motivos para comemorar. Primeiro, pela vitória do Corinthians sobre o Atlético-GO. Segundo, pois o time voltou a liderança do Brasileirão. E terceiro, porque Adriano fez sua estreia com a camisa do clube. Em uma atuação quase impecável, o timão literalmente atropelou o dragão diante de mais de 36 mil torcedores. Logo no começo, Leandro Castán marcou de cabeça e abriu o placar. Depois, Willian, com um belo gol, e Alex marcaram ainda na primeira etapa. No segundo tempo, o alvinegro pressionou mais, soube controlar muito bem o jogo e conduziu sua vitória com muita tranquilidade. A torcida corintiana ainda viu a estreia de Adriano. O imperador entrou aos 34 minutos e foi discreto em campo, dando apenas um aperitivo para todos os corintianos que estão ainda mais ansiosos para vê-lo jogar desde o início. O timão recupera a liderança do Brasileiro, agora com 51 pontos, um a mais que o segundo colocado Vasco.

Na Ressacada, num confronto direto contra o rebaixamento, o Avaí venceu o Atlético-PR e continua na incessante briga contra o rebaixamento. Bastante superior durante toda a partida, o leão da ilha, com gols de Lincoln, Gian e Rafael Coelho, bateu o furacão, permanece na vice-lanterna do Brasileirão, mas ganha um bom fôlego para tentar escapar da degola. Já o time paranaense também segue no Z-4, mas caem para a 18ª colocação e estão em situação complicada. Pra fechar a 28ª rodada, no Presidente Vargas, no confrontos dos alvinegros, Ceará e Figueirense ficaram no empate. Na primeira etapa, os cearenses pressionaram muito, mas a velha máxima do "quem não faz leva" prevaleceu, e Juninho marcou para os catarinenses. Porém, Washington, nos acréscimos, igualou o placar. No segundo tempo, o Figueira teve dois jogadores expulsos, mas o Ceará não se aproveitou da vantagem, e o jogo acabou mesmo empatado. O Figueirense permanece no meio da tabela, enquanto o Ceará ainda tenta se afastar de vez do risco de rebaixamento.

O sábado de Brasileirão

Neste sábado tivemos a realização de mais três jogos envolvendo a 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Depois da rodada ter começado na quarta-feira, com o empate entre Cruzeiro x São Paulo, mais nove partidas finalizam mais uma rodada de Brasileirão. E, neste sábado, três jogos movimentaram o futebol pelo país.

Em Sete Lagoas, o clássico mineiros dos desesperados América-MG e Atlético-MG acabou empatado. Numa Arena do Jacaré onde estiveram presentes apenas 752 pagantes, o jogo não poderia proporcionar grandes emoções, ficando num nível que caracterizou muito bem a posição das duas equipes na tabela de classificação. Partida muito fraca, que raras emoções e igualdade sem gols, que complica ainda mais das duas equipes. O coelho segue agonizando na última colocação, e parece não ter mais volta para permanecer na elite do futebol nacional. Já o galo abre a zona de rebaixamento, deixa de somar importantes pontos e pode ver seus rivais abrirem distância.

Em São Januário, outro empate. Botafogo e Bahia fizeram um jogo equilibrado, que terminou com o placar igual. Na primeira etapa, como já era de se esperar, o Botafogo foi pra cima, enquanto o Bahia explorava os contra-golpes. E a tática dos baianos funcionou melhor. Souza abriu o placar, com provocação a torcida alvinegra. Ainda no primeiro tempo, Helder foi expulso e deixou o tricolor baiano com dez homens em campo, abrindo caminho para a virada dos cariocas no segundo tempo. Alex e Caio marcaram e colocaram o fogão na frente do marcador. Porém, novamente Souza, para ódio dos botafoguenses, empatou o jogo. A partir daí, o Botafogo foi com tudo para o ataque em busca do gol da vitória, já que estava com a vantagem numérica dentro de campo. Mas, mesmo com as mexidas de Caio Júnior, a equipe não obteve sucesso nas investidas, e lamentou o empate, e pode ver seus adversários abrirem vantagem na frente. Já o Bahia comemorou mais uma "sapecada" num grande fora de casa, e segue longe da degola.

Pra fechar o sábado de Brasileirão, no Couto Pereira, o Coritiba bateu o Grêmio e aida sonha em chegar no G-5 da competição, brecando também a sequência gremista. Num jogo bastante equilibrado no primeiro tempo, com o Grêmio, mesmo com desfalques, conseguindo controlar a posse de bola, mas com o Coxa bem organizado dentro de campo, foram mesmo os donos da casa que conseguiram chegar ao gol, com Marcos Aurélio. Na segunda etapa, Celso Roth colocou a equipe mais pra frente, tentando chegar ao empate. Mas o tricolor acabou não criando muitas chances, e viu ainda o alviverde paranaense marcar novamente. O zagueiro Jéci fez o segundo e finalizou o triunfo do coxa, que chega a sétima colocação, mesmo que provisoriamente, e permanece na briga por uma vaga na Libertadores. Já o Grêmio, que, depois de uma ótima sequência, também tinha este objetivo, agora vê a situação se complicar, continua no meio da tabela, mas ainda sonha.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

"Bolão Na Veia" - 28ª rodada

Saudações a todos os visitantes do Futebol Na Veia. Neste final de semana teremos a realização de mais uma rodada do Campeonato Brasileiro, que chega a sua 28ª rodada. E a nossa tentativa de "prever" os resultados das partidas continua a todo vapor!

Na rodada anterior, a 27ª, tivemos um aproveitamento de apenas dois resultados acertados. Convenhamos, um pífio desempenho. E quem faturou o "Bolão Na Veia" da última rodada foi mais uma vez o amigo Giovani Mattiollo, do blog "Sangue Azul", que acertou quatro dos dez resultados possíveis. Parabéns ao Giovani, que levou pela segunda rodada consecutiva o noss bolão.

Pois bem, amigos, chegamos a 28ª rodada do nosso Brasileirão, um campeonato muito bom de se ver e se disputar, mas ruim para palpitar, por ser muito difícil, equilibrado e cheio de surpresas. Dentro do Brasileiro, não existe jogo fácil, mesmo num confronto entre líder e lanterna. Tudo pode acontecer. E é isto mesmo que faz o Campeonato Brasileiro ficar tão gostoso. Vários craques renomados que fizeram sucesso na Europa retornaram ao país, mostrando a grande força que a competição possui. O nível técnico neste ano aumentou consideravelmente em relação as últimas temporadas, e os destaques e as revelações surgem a toda hora e em todo lugar.

Por isso que, no Brasileirão, cada jogo se torna uma decisão, onde perder um pontinho sequer pode ser fatal. E as equipes levam isto ao pé da letra. Neste rodada, os destaques ficam para dois clássicos estaduais, entre Santos x Palmeiras e Flamengo x Fluminense, além de Internacional x Vasco. Lembrando que, neste final de semana, teremos apenas nove jogos disputados, já que o duelo entre Cruzeiro x São Paulo foi antecipado para quarta-feira por conta da televisão, e acabou empatado em 3 a 3. Então, vamos aos palpites para a 28ª rodada do Campeonato Brasileiro:

Sábado, 18h, São Januário - Botafogo 3x1 Bahia
Sábado, 18h, Arena do Jacaré - América-MG 2x2 Atlético-MG
Sábado, 18h, Couto Pereira - Coritiba 1x1 Grêmio
Domingo, 16h, Engenhão - Flamengo 1x2 Fluminense
Domingo, 16h, Beira-Rio - Internacional 2x1 Vasco
Domingo, 16h, Vila Belmiro - Santos 1x1 Palmeiras
Domingo, 18h, Pacaembu - Corinthians 2x0 Atlético-GO
Domingo, 18h, Presidente Vargas - Ceará 3x2 Figueirense
Domingo, 18h, Ressacada - Avaí 2x2 Atlético-PR

Com o Brasileirão pegando fogo, os palpiteiros também devem fazer sua parte. Então, palpitem nos comentários!

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

A quarta-feira de Brasileirão e Sul-Americana

Sempre como numa boa quarta-feira, o futebol não poderia faltar dentro dos campos nacionais e internacionais. Ontem, tivemos a realização de duas partidas pelo Campeonato Brasileiro e um jogo envolvendo uma equipe brasileira na fase de oitavas-de-final da Copa Sul-Americana.

Começamos falando de Campeonato Brasileiro, que nesta quarta teve a realização de uma partida atrasada e um adiantamento de um jogo da rodada do próximo final de semana. Na partida atrasada da 11ª rodada, o Grêmio venceu o Santos no Olímpico, chegou a sua terceira vitória consecutiva já sonha com uma vaga na Libertadores. Atuando bem, os mandantes foram logo pra cima dos visitantes e abriram o placar no comecinho de jogo, com gol do atacante Brandão. Jogando ofensivamente, os gremistas pressionavam o peixe, que, aos poucos, conseguiu igualar as ações e também levar perigo. Na segunda etapa, a partida seguiu lá e cá, com oportunidades de gol para ambos os lados, principalmente do lado gaúcho. No final, os paulistas até tentaram uma pressão, mas não obtiveram o gol de empate. Mais um triunfo do tricolor, que chega agora aos 39 pontos, a cinco do Fluminense, o primeiro time do "G-5". Já o Santos continua estacionado no meio de tabela, e já não aspira muita coisa neste Brasileirão.

E, na partida adiantada da 28ª rodada da competição, Cruzeiro e São Paulo se enfrentaram em Sete Lagoas e proporcionaram um jogão de bola, que acabou empatado e não agradou a nenhuma das equipes. A primeira etapa foi caracterizada por um jogo aberto, franco e equilibrado, mas somente uma equipe conseguiu balançar as redes. E este foi o Cruzeiro, com Keirrisson. O tricolor teve ótima oportunidade de empatar a partida, mas Luís Fabiano parou em Fábio na cobrança de pênalti. Com chances dos dois lados, o jogou seguiu para o intervalo com apenas um tento anotado no marcador. Porém, o segundo tempo não deixou a desejar em emoção e gols. Logo no início de etapa, o time paulista se lançou ao ataque, e o time da casa tentava segurar a pressão. Mas não adiantou. Cicero empatou, e, logo após, Dagoberto virou a partida com um verdadeiro golaço, depois de uma arrancada que começou do meio-de-campo. Mas o jogo estava longe de ser decidido.

Com ambas as equipes precisando muito da vitória, a partida era muito aberta, as chances de gol se acumulavam para as duas partes e, é claro, pintaram mais gols. Charles igualou o placar para a raposa, que, em seguida, levou o terceiro, com Juan, de cabeça. Só que Anselmo Ramon aproveitou bobeada da zaga são-paulina e igualou novamente o placar, fechando o jogo em um 3 a 3 muito bom de se ver, mas que foi ruim para as duas equipes. O Cruzeiro, apesar de não ter chances de entrar na zona de rebaixamento no término desta 28ª rodada, segue na rabeira do Z-4 e já acumula nova jogos sem vencer, apesar de ter jogado bem ontem, mas cometendo muitas falhas defensivas. Já o São Paulo perde a chance de encostar ainda mais nos líderes do campeonato e fica com 47 pontos, e pode ser ultrapassado. Adílson Batista mudou a equipe do meio para frente e, mesmo com os desfalques, conseguiu criar e marcar, mas os erros defensivos prejudicaram o time.

Pra finalizar a quarta-feira de futebol, vamos falar de Copa Sul-Americana, que teve uma equipe brasileira entrando em campo. O líder do Campeonato Brasileiro, Vasco, foi até a cidade de Cochabamba, na Bolívia, e acabou derrotado pelo time da casa, o Aurora. Jogando com o time quase todo de reservas (os únicos titulares foram o goleiro Fernando Prass e o lateral-direito Fágner) e diante de uma altitude de 2.600 metros, o cruzmaltino até saiu na frente, mas não suportou e acabou levando a virada. No primeiro tempo, mesmo com o grande desentrosamento da equipe de suplentes e com a altitude, o Vasco conseguiu criar as melhores chances e abriu o placar com Bernardo, contando com a falha do goleiro Lanz. Na segunda etapa, porém, os bolivianos foram para cima e logo conseguiram o empate, com Villalba.

Os cariocas até tentaram criar chances, mas a altitude e a falta de sintonia da equipe pesaram e a virada foi inevitável. Em duas falhas da defesa, o Vasco sofreu dois gols, o primeiro com Andaveris e o segundo com Reinoso. A derrota agora obrigado o líder do Brasileirão vencer por dois gols de diferença no jogo de volta, em São Januário, no próximo dia 26 de outubro. Mesmo na disputa pelo título brasileiro, os vascaínos ainda almejam a taça da Sul-Americana, e provavelmente entraram no jogo de volta com um time com pelo menos mais titulares do que este. Porém, as atenções agora se voltam totalmente para o Campeonato Brasileiro. A equipe encara o Internacional no domingo, dentro do Beira-Rio. Parada duríssima para os vascaínos.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Os destaques do começo de semana

Neste meio de semana tivemos alguns assuntos e pautas dentro do futebol brasileiro que tiveram destaque. E, como o intúito do blog é deixar o seu leitor muito bem informado, nada melhor do que falarmos, de um forma resumida, de alguns assuntos que estão sendo destaque no nosso esporte bretão nacional, desde sites especializados até nas tradiocionais "conversas de bar" entre os amantes do futebol.

- Os "salvadores da pátria" paulistas

Com o Campeonato Brasileiro pegando fogo, principalmente se tratando da disputa pelo título, os clubes cada vez mais precisam que seus principais jogadores estajam "no ponto certo" para que a equipe consiga os resultados. E, quando se trata de Corinthians e São Paulo, a situação não é diferente. Porém, os dois rivais paulistas possuem jogadores que já foram grandes destaques na Europa e na Seleção Brasileira, e que retornaram a pouco tempo para o futebol nacional. Um fez sua estreia no último domingo, e outro possivelmente voltará aos gramados neste final de semana. Estamos falando de Luís Fabiano e Adriano, dois craques que podemos dizer que estão num patamar parecido. Ambos chegam para disputar a reta final do Brasileirão tendo a responsabilidade de serem os destaques de suas equipes, com uma diferença. Luís Fabiano já é um grande ídolo da torcida tricolor, mesmo não tendo conquistado títulos de expressão. Já Adriano ainda não jogou com a camisa corintiana, foi alvo de protestos, e terá que mostrar porque foi contratado, com uma grande pressão em cima dos ombros. Parecidos e diferentes, os dois atacantes tem uma mesma missão: de serem os "salvadores da pátria" de Corinthians e São Paulo na disputa do título brasileiro.

- Instabilidade alviverde

Depois de mais um mau resultado na última rodada do Campeonato Brasileiro, diante do lanterna América-MG, o Palmeiras continua vivendo momentos conturbados dentro e fora de campo. Dentro das quatro linhas, a equipe não vem jogando bem e, numa quase depedência das bolas paradas de Marcos Assunção, a equipe não consegue manter uma boa sequência de resultados e, do "G-5", despencou para o oitavo lugar e está distante da briga pelo título, porém ainda lutando pela vaga na Libertadores. Com seu principal jogador, Kleber, fora das partidas, sendo alvo da torcida e a beira de ser negociado, o time vive uma grande irregularidade. E, fora de campo, o técnico Luis Felipe Scolari acabou de vez com a "lei do silêncio" e liberou seus jogadores para falarem com a imprensa, depois do empate no último sábado, vendo que o silêncio não ajudou em nada a equipe. O momento do Palmeiras não é nada bom, Felipão dispara para todos os lados e o time não consegue os resultados. A instabilidade verde segue.

- Minas Gerais em baixa

Como todos podem notar, a fase do futebol mineiro não é nada boa. Dentro do Campeonato Brasileiro, América-MG, Atlético-MG e Cruzeiro não estão fazendo valer suas bonitas histórias e caracterizam até aqui pífias e lamentáveis campanhas na competição nacional. O coelho, desde o início de Brasileirão, dava sinais que não iria conseguir manter pelo menos um campanha regular. Acumulando derrotas e maus resultados, tanto dentro como fora de casa, o time, por poucas vezes, largou a lanterna do campeonato e sempre frequentou a degola. Dificilmente conseguirá escapar do rebaixamento e do "efeito iô-iô". O galo, com uma nova administração, esperava brigar por no mínimo uma vaga na Libertadores. Montou um bom time, mas que não se traduziu dentro de campo. As trocas de treinador não surtiram efeito, e a situação permanece difícil. Assim como o América, o Atlético sempre frequentou as últimas colocações, segue no Z-4 e ainda luta para escapar de mais um rebaixamento.

E a raposa é o caso mais surpreendente. O clube sempre vem figurando como um dos grandes destaques e forças do futebol brasileiro nas competições nacionais e intercontinentais. Porém, o time celeste, mesmo contando com um bom elenco (característica do clube nesta última década), está penando neste Brasileirão. Até esteve bem em algumas rodadas, mas vem numa decaída impressionante, estando neste momento na beira do rebaixamento e correndo risco de cair para o Z-4. Realmente o estado de Minas Gerais anda bastante em baixa nesta temporada.

- Brasileirão "adiantado" e "atrasado" nesta quarta-feira

Nesta quarta-feira teremos duas partidas válidas pelo Campeonato Brasileiro, um jogo atrasado da 11ª rodada, envolvendo Grêmio x Santos, e outro adiantado por conta da televisão, entre Cruzeiro x São Paulo. No primeiro duelo, o destaque fica por conta do reencontro do artilheiro do campeonato, Borges, com seu ex-clube, que, ironicamente, paga seus salários no peixe, pois está emprestado. A partida envolve duas equipes que estão no meio de tabela e que não aspiram muitas coisas neste Brasileiro. Já o segundo confronto envolve duas equipes que possuem objetivos distintos, porém com a mesma importância. A raposa quer afastar o fantasma do rebaixamento que ronda a equipe e terminar com a queda de rendimento na competição. Já o tricolor deseja se recuperar da última derrota para permanecer na briga pelo título. O duelo na Arena do Jacaré promete bastante.

- Vascão na Sul-Americana

Também nesta quarta-feira teremos algumas partidas válidas pela fase de oitavas-de-final da Copa Sul-Americana. E o único brasileiro a entrar em campo é o Vasco. O líder do Campeonato Brasileiro enfrenta o Aurora, da Bolívia, fora de casa. O cruzmaltino, além da equipe adversária, terá como outro rival a altitude de 2.570 metros da cidade de Cochabamba, fator este que prejudica quase que todos os clubes brasileiros dentro das competições intercontinentais. Na briga pela disputa do título brasileiro, o Vasco viajou para a Bolívia com apenas quatro titulares, sendo que somente o goleiro Fernando Prass começará entre os titulares. O restante da equipe será formada por jogadores reservas. O time da Colina priorisa o Brasileirão e preserva seus atletas dos efeitos da altitude, pensando em mais uma rodada da competição no próximo final de semana.

- Série B portuguesa, com certeza

Pra finalizar este resumaço das principais notícias deste começo de semana, destacamos aqui a Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta terça-feira tivemos a realização da 29ª rodada da competição, e que consolidou ainda mais a Portuguesa como líder absoluta e praticamente garantinda na primeira divisão do ano que vem. O time paulista bateu o ASA por 2 a 0 no Canindé e já tem oito pontos de vantagem para a segunda colocada, Ponte Preta, que acabou perdendo para o Goiás no Serra Dourada. Completando o G-4 estão Americana e Nátucio, duas equipes que também não venceram nesta rodada. Tirando a Portuguesa, a briga pelas três outras vagas ainda continua em aberto. Boa Esporte, Sport, Bragantino, Criciúma e Vitória ainda tentam entrar no G-4 e brigam pelo acesso a Série A.

A briga contra o descendo também está acirrada. Com exceção do lanterna Duque de Caxias, praticamente já rebaixado, e do penúltimo colocado Salgueiro, que tem chances, mas vive situação mais delicada, as outras duas vagas no Z-4 ainda estão em aberto. Hoje, dentro da zona de rebaixamento, estão São Caetano e Vila Nova, porém, Goiás, ABC e Icasa, e uma vasta turma com 37 pontos também corre perigo. Assim como na Série A, na segundona a margem de pontos por equipe é muito pequena, o que faz a disputa ser muito grande e envolvendo praticamente todos os times, que podem tanto flertar o G-4 como o Z-4. Muita emoção e disputa ainda é aguardada nesta Série B do Campeonato Brasileiro.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Resumaço da 27ª rodada do Brasileirão

Neste final de semana tivemos a realização de mais uma rodada completa do Campeonato Brasileiro. E a 27ª rodada da competição foi marcada por tropeços das equipes mais de cima da tabela e pela aproximação das equipes vindas de trás, além da insessante briga contra o rebaixamento, que permanece pegando fogo na parte debaixo da classificação.

Vamos começar falando das equipes da cima da tabela. Nesta rodada, tivemos o confronto entre o líder e o vice-líder do Brasileirão. Vasco e Corinthians se enfrentaram em São Januário e, apesar de criarem muitas chances de gol, ficaram na igualdade. O 2 a 2 manteve o cruzmaltino na ponta de tabela, ainda com dois pontos de vantagem em relação ao timão, que segue na segunda colocação. Mesmo com desfalques, o time corintiano conseguiu ser melhor que a equipe vascaína, que permanece jogando melhor fora do que dentro de casa. o empate acabou contentando a ambos, também porque o terceiro e quarto colocados, São Paulo e Botafogo, respectivamente, perderam.

O tricolor recebeu o Flamengo no Morumbi. A tarde era de festa, com a reestreia de Luís Fabiano com a camisa são-paulina, diante do maior público do campeonato até o momento. Só que o rubro-negro carioca pôs água no chopp dos paulistas. Numa partida muito movimentada, onde os destaques foram os goleiro Rogério Ceni e Felipe, o mengo venceu por 2 a 1 e encosta de vez na briga pelo título. O tricolor perde a chance de encostar no Vasco e no Corinthians, que também tropeçaram. Já o Botafogo foi derrotado pelo Atlético-GO. O dragão fez os dois gols da sua vitória antes ainda dos dez primeiros minutos de jogo, e sapecou mais um grande neste Brasileirão, e ainda sonha com o G-5. O fogão, assim como o São Paulo, perde a oportunidade de se aproximar da ponta da tabela e vê Flamengo e Fluminense encostarem.

O Flu, aliás, voltou a vencer e permanece na briga pelo bi-campeonato brasileiro. No sábado, num jogo emocionante, o tricolor bateu o Santos por 3 a 2 fazendo o gol do triunfo aos 50 minutos da segunda etapa, empolgando sua torcida e fazendo a equipe sonhar com a taça. O time de Abel Braga segue colado nos primeiros colocados, enquanto o Santos, com mais uma derrota, já pode pensar no Mundial de Clubes no final do ano. E, se o tricolor carioca venceu e encostou na briga pelo título, duas equipes que buscavam se aproximar do G-5 tropeçaram na rodada.

O sétimo colocado, Internacional, perdeu para o Atlético-PR na Arena da Baixada e mantém sua grande irregularidade dentro da competição, coisa que não deixa a equipe chegar diretamente na briga por uma vaga na Libertadores. A vitória por 2 a 0 deixa o furacão ainda vivo na disputa contra o rebaixamento, que permanece muito acirrada na parte debaixo da tabela. E o oitavo colocado, Palmeiras, novamente foi muito mal, irritando muito sua torcida. O empate em 1 a 1 contra o lanterna América-MG no Canindé mantém a crise no verdão, que tenta embalar no campeonato, mas não consegue. Com alguns problemas internos, o alviverde continua tentando chegar ao G-5, coisa que parece cada vez mais difícil no atual momento do porco na competição.

Na parte "mediana" da tabela, tivemos o empate sem gols entre Figueirense e Coritiba, no Orlando Scarpelli, resultado que manteve ambos no bloco intermediário da classificação. Outra equipe que agora "pertence" a esta parte da tabela é o Grêmio, que, jogando no Olímpico, venceu o Cruzeiro e se afastou de vez da zona de rebaixamento. O 2 a 0 no placar faz o time gremista respirar aliviado, afundando ainda mais a raposa, que parece viver uma má fase sem fim, estando na boca da degola. Outra equipe ameaçada, o Bahia, triunfou num jogaço. No Pituaçu, os baianos bateram o Avaí por 3 a 2, numa partida de várias viradas. O tricolor agora luta para manter a sequência, para afastar de vez o risco. Já o leão permanece numa situação bastante complicada, na penúltima colocação. Outra equipe ameaçadíssima é o Atlético-MG, que, dentro de casa. não passou de um empate contra o Ceará. Resultado muito ruim para o galo, que segue dentro da zona de rebaixamento. O Ceará também corre perigo, ficando a beira da degola.

Então é isso, meus amigos, dentro de todas estas disputas envolvendo título, vagas na Libertadores e a briga para não ser rebaixado, a emoção se faz presente igualmente para todos os objetivos das equipes na competição. E a tendência é que este fator prevaleça até a última rodada. Este é o nosso Brasileirão.