segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Jogos Inesquecíveis - Náutico 0x1 Grêmio - A Batalha dos Aflitos

Na segunda postagem da série "Jogos Inesquecíveis", dou destaque a um dos jogos mais impressionantes da história recente do futebol brasileiro. De uma equipe que pode ser chamada de Imortal. Da partida que ficou historicamente registrada como a "Batalha dos Aflitos", jogo que virou até filme.

Era dia 26 de novembro de 2005. Estádio dos Aflitos, em Recife. Última rodada do quadrangular final do Campeonato Brasileiro da Série B. Náutico x Grêmio se enfrentavam por uma vaga na primeira divisão do ano seguinte. Os gaúchos precisavam de apenas um empate para garantirem a volta a Série A. Os pernambucanos precisavam vencer. Nenhum imaginava o que iria acontecer naquela histórica tarde de sábado.

Primeiro tempo de jogo, o Náutico tem a chance de abrir o placar numa cobrança de pênalti. Bruno Carvalho vai para a cobrança e para na trave direita do goleiro Galatto. Desespero por parte dos torcedores locais.

Mas tinha mais na segunda etapa. Muito mais. Final de jogo, os gaúchos levavam a classificação. Até que o árbitro Djalma Beltram marca outra penalidade máxima a favor dos donos da casa. Inconformados com a marcação e com a arbitragem como um todo, os jogadores gremistas se envolvem numa confusão com o próprio juiz e com a polícia militar, e tem QUATRO jogadores expulsos. 25 minutos de tumulto, com quatro homens a menos e campo, um pênalti contra e não podendo perder. A situação era quase irreversível.


Mas não para o tricolor dos Pampas. Espetacularmente, o goleiro Galatto defende a cobrança de pênalti de Ademar. E o mais improvável acontecia. Mesmo com somente sete jogadores em campo, Anderson marca o gol do título e da volta do Grêmio a primeira divisão. Inexplicável, espetacular, emocionante. O impossível se tornava realidade. O Imortal Tricolor ressurgia de onde não tinha mais forças. Uma Batalha, um verdadeira guerra dentro dos Aflitos. Com certeza um jogo inesqecível para os amantes do futebol.



FICHA TÉCNICA - NÁUTICO 0X1 GRÊMIO

Local: Estádio dos Aflitos (Recife)

Data:
26 de novembro de 2005

Árbitro:
Djalma Beltrami

Gol: Anderson, aos 63 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos:
Bruno Carvalho, Tozo, Paulo Matos e Miltinho (Náutico), Pereira e Lipatin (Grêmio).

Cartões vermelhos: Batata (Náutico); Escalona, Nunes, Patrício e Domingos (Grêmio).

NÁUTICO

Rodolpho, Bruno Carvalho (Miltinho), Tuca, Batata e Ademar; Tozo (Betinho), Cleisson, David (Romulado) e Danilo; Paulo Matos e Kuki. Técnico: Roberto Cavalo.

GRÊMIO

Galatto, Patrício, Pereira, Domingos e Escalona; Nunes, Sandro, Marcelo e Marcel (Ânderson); Lipatin (Marcelo Oliveira) e Ricardinho (Lucas). Técnico: Mano Menezes.

A narração emocionante diz tudo. A inesquecível "Batalha dos Aflitos":

9 comentários:

  1. Com certeza esse foi um dos jogos mais inesquecíveis que teve. Muito emocionante!

    ResponderExcluir
  2. vou ter que contar:
    foi a partir deste jogo, em 2005, que comecei mesmo a torcer e ser fanático... era pequeno, não entendia muito bem, só torcia para o gremio por que meu irmão e meu pai torciam, mas não conhecia...
    naquela tarde de sábado, tive que ficar na sala assistindo, no primeiro tempo, pra mim taa td normal, o gremioa té tinha se salvado de um pênalti...
    No segundo tempo comecei a torcer, fiquei nervoso como nunca tinha ficado, e quando o Anderson fez o gol, só não desmorronou minha casa por que DEUS É GREMISTA!
    Depois daquele dia sempre fui fanático! E meu nome veio por um jogador do gremio, que quando nasci em 1993, era um bom jogador... hehehe!

    http://gremista-sangueazul.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Heloisa Figueiredo1 de novembro de 2010 20:08

    Melhor do que esse jogo foi a final da Copa Mercosul de 2000 ... Mas valeu muito a pena ver esse jogo!

    ResponderExcluir
  4. "Tá expulso o Batataaa!" KKKK

    "Anderson um pólido, Anderson um Fórmula-1, Anderson um cometa, Anderson UMA ESTRELAAAAA pelo bico esquerdo..."

    "Andershowwww, Andershowwww..."

    Eu senti todas as emoções dessa partida, e até hoje saem lágrimas dos meus olhos quando vejo esse vídeo. ESSE MESMO QUE VC COLOCOU NO POST, com narração da Band AM640!

    Abrass

    ResponderExcluir
  5. Foi um Jogão. Lembro que estava assistindo essa partida e não acreditei que o Grêmio venceu da forma que venceu. Um dos jogos mais emocionantes que já vi.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Porra! Não é por eu ser Gremista, mas, esse jogo foi O mais INACREDITÁVEL da história do futebol e do esporte em geral também. Nenhum outro momento foi mais emocionante na vida, como foi essa partida.

    Todos os guerreiros Gremistas da Batalha dos Aflitos, ficaram ETERNAMENTE guardados na memória do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense.

    http://ellocoabreu13.blogspot.com/
    http://futebolcatimbado.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Sem dúvida um jogo repleto de tensão e emoção.

    ResponderExcluir
  8. Com certeza o futebol é o esporte que os brasileiros são mais apaixonados, a paixão vem do berço com o incentivo principalmente da parte do pai, que normalmente acaba influenciando o filho a torcer para o time do coração dele. Isso faz com que a criança cresça com a vontade de assistir cada jogo do seu então time do coração e torcer para que a rede do adversário balance várias vezes.

    ResponderExcluir
  9. por isso q sou gremista ate a morte jamais abandonarei o grêmio mesmo q perca ou q ganhe assim mesmo meu coração eh azul e preto parabéns campeoes

    ResponderExcluir

Sejam todos bem-vindos ao Futebol Na Veia. Aqui, todos são livres para expor suas opiniões, independentemente qual seja ela, desde que elas sejam feitas com coerência e passividade. Os comentários não são moderados, então pedimos o bom senso de todos. Fiquem a vontade para comentar. Muito obrigado e voltem sempre!