domingo, 24 de julho de 2011

A rodada de domingo do Campeonato Brasileiro e Uruguai campeão da Copa América

Neste domingo tivemos o complemento da 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Complemento entre aspas, porque ainda teremos a partida entre Grêmio x Santos, que acontecerá só em outubro. Tivemos a realização de quatro partias neste domingo. Em Pituaçu, Bahia e Coritiba se enfrentaram. As duas equipes criaram muitas oportunidades de gol, mas não conseguiram tirar o 0 a 0 do placar. Desde a primeira etapa, ambos os times criaram muitas chances, mas esbarraram em um idêntico problema: a falta de pontaria na frente. No segundo tempo, o coxa teve um jogador expulso, mas, mesmo assim, o jogo seguiu equilibrado, e até com um pequeno prodomínio dos visitantes. E, a exemplo da primeira etapa, as oportunidades foram desperdiçadas. Já no final do jogo, o atacante Jóbson também foi expulso, o Bahia tentou uma pressão para chegar ao gol da vitória, mas não obteve êxito. O resultado manteve os baianos na 16ª colocação, com 11 pontos, ainda muito perto na zona de rebaixamento, enquanto o Coritiba cai para o 12ª lugar, com 14 pontos.

No Pacaembu, o líder Corinthians perdeu sua invencibilidade depois de 10 jogos. E quem foi o responsável por esta façanha foi o Cruzeiro. No início de partida, Joel Santana entrou em campo com uma equipe quase que totalmente defensiva. Marcando muito forte, a raposa conseguiu anular as principais armas do timão, que não conseguiu criar muitas chances de gol na primeira etapa. Pelo contrário, foi o Cruzeiro quem assustou em algumas oportunidades. Sem Liedson, o Corinthians não conseguia segurar a bola no ataque. Na segunda etapa, o ferrolho do time de Joel aumentou e continuou criando muitas dificuldades ao alvinegro, que começou a arriscar chutes seguidos de fora da área para tentar chegar ao gol. Sem força ofensiva, a equipe celeste conseguiu seu gol num lance que se originou num tiro de meta cobrado pelo goleiro Fábio. Depois da disputa de bola pelo alto, Wallyson ganhou a dividida com Danilo e acertou um lindo chute de longa distância e surpreendeu o goleiro Renan, que fazia sua estreia com a camisa corintiana. Assim, Tite mexeu no time, e partiu com tudo para o ataque. A entrada de Alex deixou o timão mais criativo no meio-de-campo. Porém, furar a defesa cruzeirense parecia impossível. Se aproveitano das investidas alvinegras, a raposa assustava nos contra-ataques. O timão ainda tentou com alguns chutes, mas não conseguiu o empate. Mesmo com a derrota, o Corinthians segue na liderança isolada do Brasileirão, com seis pontos de vantagem para o segundo colocado, São Paulo. Já o Cruzeiro pula para o sétimo lugar, com 18 pontos, ficando muito perto do G-4.

No estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, o Fluminense se recuperou da última derrota e venceu o Palmeiras. O jogo reuniu diversos atrativos dos dois lados. Pelo tricolor, Fred voltava da seleção e Rafael Sóbis fazia sua estreia. Pelo alviverde, Valdívia também voltava a equipe. Porém, todas estes destaques ficaram em segundo plano na primeira etapa, que foi caracterizada por um jogo com bastante disputas de bola e forte marcação de ambos os times. Assim, as chances de gol foram raras nos primeiros 45 minutos. As principais estrelas das respectivas equipes não apareceram, e prevaleceu o alto número de faltas e jogadas ríspidas. Na segunda etapa, porém, Abel Braga mudou a equipe. Colocou Ciro no jogo, que fez compania a Fred na frente. Assim, o Fluminense se transformou no dono da partida. Mas, mesmo com a maior posse de bola no campo ofensivo, as oportunidades de gol custavam a aparecer. O Palmeiras, que estava acuado, não conseguia sequer acertar seus contra-ataques. Aos 25 minutos, Marquinhos fez o gol tricolor, mas ele foi mal anulado pelo bandeira. Porém, quatro minutos depois, o mesmo Marquinhos marcou novamente. E esse valeu. Mariano cruzou da direita e o meia se antecipou a marcação e marcou de cabeça o primeiro gol do Flu. Na base da correria, o Palmeiras tentou chegar ao gol de empate. Mas, sem criação na frente, não conseguiu igualar o marcador. O triunfo levou o Fluminense a décima colocação, com 15 pontos. Já o Palmeiras cai para a quinta colocação, e permanece com 19 pontos.

Pra finalizar, no Ipatingão, o Vasco conseguiu sua terceira vitória consecutiva e entrou no G-4 do Brasileirão, e complicou ainda mais o Atlético-MG. Com os desfalques de Felipe e Juninho Pernambucano, o técnico Ricardo Gomes apostou nas entradas de Diego Souza e do estreiante Julinho no meio-de-campo vascaíno. E foram justamente os dois que foram os destaques do triunfo cruzmaltino. A partida começou muito truncada nas intermediárias, e com poucas chances reais de gol. Mas, aos 17 minutos, o Vasco abriu o placar. Julinho cobrou falta e Diego Souza desviou de cabeça, abrindo o placar em Ipatinga. Com a vitória parcial, o time carioca recuou e chamou o galo para o campo de ataque. E, de tanto tentar, a equipe da casa chegou ao gol de empate no finalzinho do primeiro tempo. Depois de jogada pelo meio, Daniel Carvalho eu um passe genial, que deixou Magno Alves na cara de Fernando Prass. O atacante tocou por baixo o arqueiro vascáino e deixou tudo igual no placar. Na segunda etapa, Dorival Júnior mudou o setor de criação do galo, e fez a equipe melhorar. O Vasco seguia apostando principalmente nas bolas alçadas na área atleticana. Tanto é que acertou duas bolas na trave com estas jogadas. A primeira com Rômulo, e depois com Alecssandro. O time visitante era melhor no jogo, quando Réver fez penalidade. Mas Alecssandro acabou desperdiçando a cobrança ficando no goleiro Giovanni. Depois disso, a partida ficou aberta e equilibrada. Mas foi o Vasco quem conseguiu o gol da vitória. Depois de contra-golpe, Leonardo Silva derrubou Bernardo dentro da área. Pênalti que desta vez não foi desperdiçado, com Diego Souza convertendo a cobrança. O cruzmaltino agora é o quarto colocado, com 20 pontos. Já o galo segue na parte debaixo da tabela, na 15ª colocação, com 11 pontos.

===============================================================

Outro destaque futebolístico que tivemos neste domingo foi sem dúvida a grande conquista do Uruguai, que faturou seu 15ª título da Copa América. Jogando contra o Paraguai, a celeste olímpica contou com a excelente atuação de seus dois principais jogadores de ataque para garantir a taça, no estádio Monumental de Nuñes. Desde o início de partida contra os paraguaios, o time uruguaio pressionou o adversário, buscou o gol a todo momento, e conseguiu aos 11 minutos. Suárez aproveitou sobra de bola, cortou o adversário e chutou sem chances para o goleiro Villar, abrindo o placar. O Paraguai até tentou equilibrar a partida, mas a força do Uruguai prevaleceu. Tanto é que a equipe ampliou no fim da primeira etapa. Aos 41 minutos, a estrela do time Forlán chutou forte e marcou o segundo, desencantando na competição justamente no dia da grande final. No segundo tempo, os paraguaios tentaram na base da vontade impor pressão pra cima do adversário, que conseguia controlar muito bem a partida. O time guarani ainda teve chances para pelo menos diminuir o marcador, mas foi a equipe celeste quem matou o jogo no final da partida, novamente com um gol de Diego Forlán. Apito final e festa uruguaia na Argentina, que, com a conquista do título, consegue a hegemonia em número de títulos dentro da Copa América, com 15 conquistas. Mostrando o melhor futebol dentro da competição, a seleção uruguaia vai reconquistando de vez seu posto no cenário mundial. Parabéns ao Uruguai.

9 comentários:

  1. Gabriel, não foi uma rodada feliz para os paulistas. Os cariocas tiveram uma rodada um pouco melhor.

    Abraços!

    http://wwwfanaticosporfutebol.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Giovani Mattiollo24 de julho de 2011 22:54

    O Uruguai jogou demais e mereceu ser camoeão da Copa América com méritos... Jogam muito o Forlán e o Suárez. Parabéns ao Uruguai que nos últimos anos veio recuperando o seu futebol, colocando este grupo de volta ao mundo da bola.. Parabéns ao Uruguai!

    Finslmente o Corinthians perdeu em! Meu Deus! E agora ta embolando ainda mais na parte de cima da tabela...

    Abraço

    |||SANGUE AZUL - IMORTAL TRICOLOR |||
    ------------------------------------
    ---> Bolão das Notas 2ª Edição: Avalie os times no 4º quesito
    ---> Uruguai é campeão da Copa América
    ---> Grêmio empatou no segundo jogo da Taça BH

    ResponderExcluir
  3. Gabriel, como sempre seu 'resumo' da rodada impecável!
    Dentre todos esses jogos, uma ressalva para a péssima situação do Galo. A arbitragem atrapalhou, mas isso não deveria ser desculpa para uma equipe sem brio, que não mostra vontade nem garra. Uma pena, já que o Dorival tem tentado fazer um bom trabalho no time mineiro. Acho que a paciência dele frente aos poucos reforços está chegando ao fim e acredito que sua saída do Atlético está bem próxima. Basta esperar os 'próximos capítulos', né?

    Samira
    http://oquedeuerradofc.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. A maior surpresa foi a derrota do Corinthians em São Paulo para o Cruzeiro. É claro que o destaque foi o campeão Uruguai, a melhor seleção da América do Sul.

    http://ofuteboleoscariocas.blogspot.com/

    Abç!!

    ResponderExcluir
  5. Na parte do Brasileirão a grande surpresa foi evidentemente a derrota corintiana, lamentavelmente os jogos Palmeiras x Fluminense e Vasco x Atlético -MG tiveram erros graves na arbitragem e que prejudicaram os perdedores.

    E na Copa América méritos para o Uruguai, não é a melhor seleção do mundo, mas da América do Sul sem sobras de dúvidas, sinal de alerta pra Brasil e Argentina.

    Abraços

    http://www.conexaopaulista.com

    ResponderExcluir
  6. Gabriel,
    apesar dos poucos gols tivemos uma boa rodada.
    Alguns resultados só mostra o nivelamento das equipes, mas já da pra ver quem muito provavelmente vai brigar pelo oque, mas é bom ressaltar que daqui a poucos dias muitos nomes novos vão estrear, mas todos nos times que estão hoje na ponta.

    BLOG DO CLEBER SOARES
    www.clebersoares.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Belo resumo como sempre Gabriel... Muito bem elaborado!

    Essa foi uma rodada econômica, com poucos gols. Onde tivemos o líder Corinthians perdendo pela primeira vez, e o Atlético-PR ganhando pela primeiro vez. Em fim, tudo isso mostra como o campeonato estar equilibrado. Ainda é muito cedo para apontar um campeão.

    Abração!

    Geano Souza
    voceabolaeeu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. O futebol é um esporte fantástico nenhuma modalidade esportiva passa a mesma emoção para a sua torcida, não existe palavras para explicar a sensação que um torcedor sente ao ver um chute certeiro estufar a rede adversaria em uma final de campeonato.

    ResponderExcluir
  9. Com certeza o futebol é o esporte que os brasileiros são mais apaixonados, a paixão vem do berço com o incentivo principalmente da parte do pai, que normalmente acaba influenciando o filho a torcer para o time do coração dele. Isso faz com que a criança cresça com a vontade de assistir cada jogo do seu então time do coração e torcer para que a rede do adversário balance várias vezes.

    ResponderExcluir

Sejam todos bem-vindos ao Futebol Na Veia. Aqui, todos são livres para expor suas opiniões, independentemente qual seja ela, desde que elas sejam feitas com coerência e passividade. Os comentários não são moderados, então pedimos o bom senso de todos. Fiquem a vontade para comentar. Muito obrigado e voltem sempre!