domingo, 20 de junho de 2010

Brasil mostra outro futebol, vence Costa do Marfim, convence e carimba vaga às oitavas

O Brasil é a segunda seleção a garantir vaga para as oitavas-de-final da Copa do Mundo. Assim como a Holanda, a seleção brasileira, com a vitória por 3 a 1 sobre a Costa do Marfim, neste domingo, no Soccer City, carimbou seu passaporte à próxima fase do Mundial. O jogo serviu não só por isso, pela vaga garantida, mas também pela volta do bom futebol da seleção, que no jogo da estreia, contra a Coreia do Norte, não havia saído.

Tanto é que com menos de um minuto de jogo o Brasil teve sua primeira chance, num chute de fora da área de Robinho, que subiu e levou perigo ao gol da Costa do Marfim. Mas durante os primeiros vinte minutos da partida, a seleção africana adiantava a marcação e dificultava as ações, a saída de bola e os ataques da nossa seleção, que errava muitos passes. Até que aos 24 minutos, veio o gol do Brasil. Kaká iniciou a jogada, tocou para Robinho, que devolveu a Kaká, que deu ótimo passe a Luís Fabiano, que ganhou do zagueiro e fuzilou o goleirão africano, voltando a marcar depois de 6 jogos pela seleção. O gol ajudou a seleção a se soltar um pouco, mas não acabou com os erros de passe. A defesa brasileira continuava bastante sólida, marcando muito bem e não deixando a Costa do Marfim chegar com perigo ao gol de Júlio César, que executou apenas uma defesa no primeiro tempo.

A segunda etapa seguiu com o mesmo panorama, com ambas as seleções marcando muito forte. Então a seleção teve que apelar para o individualismo para marcar o segundo gol. Luís Fabiano recebeu bola na entrada da área, dominou (com o braço, é verdade), chapelou dois adversários, ajeitou (novamente com o braço) e soltou a bomba de esquerda, no contra-pé do arqueiro africano, marcando um golaço, o mais belo da Copa até aqui. O gol soltou de vez a seleção, que continuava marcando muito bem e chegando com perigo ao campo de ataque. E aos 17 minutos saiu o terceiro. Kaká recebeu de Michel Bastos, arrancou pela esquerda e cruzou para o meio da área, rasteiro. Elano apareceu e cutucou para as redes. Com os 3 a 0 tomados, os africanos começaram a apelar para a violência, e entravam duro nas jogadas. Elano teve que sair de campo carregado depois de uma dura entrada de Tioté, que nem falta foi marcada no lance. Michel Bastos também sofreu uma solada Keita, que apenas tomou cartão amarelo. Numa falha isolada da defesa do Brasil, Drogba, de cabeça, diminuiu para a Costa do Marfim. Mesmo com o gol tomado, a seleção não mudou sua postura, continuava tocando a bola (agora sem muitos erros de passe), chegava ao ataque, defendia com qualidade e não tomava sufoco. Mas o jogo continuava nervoso. Aos 39 minutos, Kaká tomou seu primeiro cartão amarelo por empurrão em Keita. Três minutos depois, tomou o segundo cartão do árbitro, que viu uma agressão ao mesmo Keita, e foi expulso (erradamente, é verdade). Mesmo assim, a seleção venceu, e desta vez, concenceu.

Avaliação dos jogadores: Júlio César trabalhou pouco, e como sempre, quando foi exigido, segurou muito bem. Maicon chegou mais ao ataque no primeiro tempo e defendeu mais no segundo, e foi muito bem mais uma vez. Lúcio e Juan, quase impecáveis, não fosse pelo gol de Drogba, teriam feito uma partida perfeita. Michel Bastos foi mais o oposto de Maicon, subiu e desta vez foi bem defendendo. Gilberto Silva, sempre discreto, mais muito eficiente. Felipe Melo desarmou bem, errou alguns passes na primeira etapa, mas se recuperou no segundo tempo e foi bem. Elano marcou e atacou e marcou mais uma vez. Kaká, agora sim, apareceu, chamou a responsabilidade, deu duas assistências e foi expulso injustamente. Vem se recuperando. Robinho, não tão bem quanto contra a Coreia do Norte, mesmo assim muito importante. E Luís Fabiano, o melhor da partida, trombou, brigou, encarou os africanos e desencantou. Daniel Alves entrou e foi discreto, e Ramires jogou só nos acréscimos do jogo.

A vitória garante o passaporte da nossa seleção para as oitavas-de-final da Copa do Mundo. Vitória importantíssima, que dá moral ao Brasil e deixa o time mais tranquilo e com pouco menos de pressão. Vitória convincente, contra um adversário duro e direto. Agora é definir a primeira colocação na chave contra Portugal, outro adversário difícil. O Brasil mostra neste jogo que está aí para lutar de verdade pelo hexacampeonato mundial.

7 comentários:

  1. É meu caro Gabriel, diferente do futebol mostrado na estreia contra a fechadíssima Coreia do Norte, o Brasil realmente mostrou o seu verdadeiro futebol que encanta multidões. O jogo foi muita adrenalina do começo ao fim, mas valeu a pena.
    Mas infelizmente ficou muito mal contada a expulsão do Kaká, já que o jogador marfinense deu uma bela fingida para ferrá-lo (e assim aconteceu).
    A Costa do Marfim até que tentou estragar a festa verde e amarela, mas não teve jeito: Brasil nas oitavas-de-final da Copa do Mundo.

    Abraços e saudações vascaínas.

    Visite-
    http://torcidacrvg.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Fala, cara!

    A expulsão do Kaká foi absurda. Se o que ele fez foi pra expulsão, o que o Tioté fez no Elano era pra fuzilamento. O Lannoy provou que não viu o que o Kaká fez, senão não teria expulsado.

    Por puro azar em sorteio, a melhor geração da história da Costa do Marfim deve ficar de fora de um mata-mata de Copa do Mundo, já que nas duas edições que participou conseguiu cair no grupo da morte.


    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Vitória que me surpreendeu, pois o futebol apresentado foi outro, totalmente diferente do jogo anterior. É esperar agora entre Espanha, Suíça ou Chile pela segunda vaga do grupo H.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. O Brasil jogou bem. A Costa do Marfim foi ingênua de sair atacando como fez e dar o contra-ataque. Pagou caro por isso...

    ResponderExcluir
  5. O Brasil já jogou que muito time junto por ai, e acho isso NOS DOIS JOGOS. A retranca da Coreia era realmente algo que deixava a partida feia. Já nesse, a Costa do Marfim NECESSITAVA d gols, e fo em busca deles, mas parou na nossa bela zaga, que apesar de ser a melhor do mundo já dos decepcionou 2 vezes, afinal, dois ataques (PRATICAMENTE) nessa copa, e dois gols sofridcos :/ MAS TA TUDO BEM!

    SAUDAÇÕES COLORADAS!

    ResponderExcluir
  6. Aos poucos Brasil melhora com Luis Fabiano num nível ótimo!!
    Falta o jogo contra Portugal e começa a verdadeira Copa do Mundo!!
    Grande abraço!!
    Sebastián

    ResponderExcluir
  7. Com certeza o futebol é o esporte que os brasileiros são mais apaixonados, a paixão vem do berço com o incentivo principalmente da parte do pai, que normalmente acaba influenciando o filho a torcer para o time do coração dele. Isso faz com que a criança cresça com a vontade de assistir cada jogo do seu então time do coração e torcer para que a rede do adversário balance várias vezes.

    ResponderExcluir

Sejam todos bem-vindos ao Futebol Na Veia. Aqui, todos são livres para expor suas opiniões, independentemente qual seja ela, desde que elas sejam feitas com coerência e passividade. Os comentários não são moderados, então pedimos o bom senso de todos. Fiquem a vontade para comentar. Muito obrigado e voltem sempre!